quinta-feira, 15 de setembro de 2022

A alegria está de volta

Depois de 2 anos e meio de sofrimento temos o Benfica de volta. A jogar a Benfica. Finalmente temos uma equipa competitiva. Finalmente o vazio desapareceu e transformou-se em ansiedade para ver novamente o Benfica a entrar em campo.

O jogo teve partes distintas. Para mim os primeiros 25 minutos foram talvez os piores da época. Mas nesse período houve um jogador que não só foi segurando a equipa as cordas como a foi puxando aos poucos para cima e a conseguiu transportar para um resto de jogo magistral. Estou a falar de Florentino que mostrou aquilo que um trinco deve ser.

Eu só imagino o jogador que ele já não seria hoje se não tivessem cometido um dos maiores erros da história do clube ao trocá-lo pela maior anedota futebolística que me lembro de ver no Benfica. Hoje Florentino saiu de Turim com a 12ª vitória consecutiva enquanto a anedota está no Borussia Monchcoiso (ainda sem ganhar um jogo) a dizer que não quer ser um Gattuso. Inacreditável.

Agora foco total no jogo com o Marítimo. Lembrar do que aconteceu na época passada com o Portimonense e como um jogo aparentemente inofensivo pode colocar o mundo de pernas para o ar. Para chegar lá acima é preciso muito tempo e trabalho. Mas para descer bastam 90 minutos. Apesar de não parecer vai ser um dos jogos mais importantes na época. Não vencer vai colocar uma nuvem sobre a equipa durante a paragem para as selecções e antes de mais uma série de jogos que será muito mais exigente que esta com jogos com o PSG, Juventus e Porto.

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

O novo fantasma de Sonceição

Tal como a goleada sofrida em Basileia foi um fantasma que assombrou Rui Vitória até a sua saída, e o próprio Benfica durante muito tempo, também esta derrota vai ter este efeito em Sérgio Sonceição e no Porto. O saldo das duas últimas campanhas europeias do Porto vai em 6D, 4E e apenas 2V. E uma das vitórias foi esta. Vamos ver se a pressão da MDCSDQT se vai sentir como se fez sentir com o Benfica após esse jogo em Basileia. Vamos ver se as estatísticas e perguntas sobre as mesmas vão começar a aparecer antes de cada jogo do Porto como aconteceu com o Benfica durante os anos seguintes aquela campanha europeia.

P.S. É muita cobardia meter 2 miúdos a dar a cara depois de um dos maiores desastres da história recente do Porto.

domingo, 11 de setembro de 2022

Um dos dias mais negros do futebol português

Aí está o resultado de anos de uma campanha de ódio contra o Benfica. A proibição de adereços do Benfica em vários estádios já não é novidade. Com a anuência de Proença até se tornou em algo banal. Agora obrigarem uma criança a ver um jogo em tronco nú as 15:30 da tarde é um novo nível de demência.

Mais uma dúzia de anos com esta MDCSDQT, com o FDP Proença e sem ninguém que defenda o clube e nem sequer vamos poder sair a rua com um boné do Benfica. Até o cartão de sócio vamos ter de esconder numa gaveta em casa.

Por mais que me esforce não consigo entender esta passividade no clube depois de tudo o que já nos fizeram nos últimos anos. A sério. De uma vez por todas ACORDEM CARALHO. PEÇAM A DEMISSÂO DESTE VERME.

sábado, 10 de setembro de 2022

Hoje vamos ter mais disto

Isto é a realidade que o Benfica tem de enfrentar



E isto é o que passa para a opinião pública


Portanto alguém estranha que o Benfica hoje seja novamente roubado a descarada? Não. Enquanto não houver defesa do clube e não se desmascarar esta gentalha toda vai continuar a ser fácil aos árbitros roubar o Benfica. E elas podem não matar num dia mas moem para os próximos. Vai chegar a um ponto em que a equipa do Benfica não vai conseguir contrariar isto. Ou se começa a defender o clube como deve ser ou vai ser mais uma época perdida. E isto não é só para a direcção. É também para os Calados da vida.

Quanto ao jogo eu fazia algumas trocas. Não só é preciso refrescar a equipa como também é necessário criar novos problemas aos adversários que estão a conseguir anular os nossos pontos fortes. É por isso que eu entrava com o Draxler e o Rodrigo Pinho a fazer companhia ao Musa na frente. Dava descanso ao Neres e colocava-o quando o adversário já estiver desgastado. Também colocava Gilberto e Ristic nas laterais e Aursnes no meio-campo para dar descanso ao Enzo.

domingo, 4 de setembro de 2022

Coniventes

Passadas quase 48 horas de uma das arbitragens mais nojentas que passaram pela Luz nos últimos anos o Benfica continua manso. A newsletter da praxe e nada mais. Enquanto isso é o Vizela e a aliança do Altis que está a passar a imagem de um Benfica beneficiado. É inacreditável.

No final do jogo Rui Costa foi para o relvado eufórico a abraçar tudo e todos e a puxar pelo público como se isso fosse uma atitude de líder. Mas o que fez foi apenas roubar palco àqueles que sofreram na pele as decisões inacreditáveis de um badameco qualquer, e que mesmo assim conseguiram ir buscar uma vitória quase impossível.

Ser líder era ir direto para a sala de imprensa DEFENDER aqueles jogadores que foram gozados a cada um dos 90 minutos do jogo. Principalmente Gonçalo Ramos que foi expulso em 5 minutos por levar com os pitons na coxa num lance e por sofrer penalti no outro. Era pedir não só a demissão do conselho de arbitragem como exigir ao estado uma investigação ao futebol português. Lances como o de Gonçalo Ramos são a prova cabal que a corrupção existe. E como esse lance já assistimos a dezenas deles nos últimos anos.

Nos últimos anos têm sido jogadores e treinadores, não só de futebol como das modalidades, não só masculinas como femininas, não só séniores como da formação, a gritarem e exigirem respeito pelo Benfica. Da parte de quem o devia fazer nem uma palavra. Isso no meu dicionário é COBARDIA.

No Sábado lá estará mais um artista qualquer com o caminho livre para mais uma vez roubar o Benfica. Depois de a equipa já ir enfraquecida sem 2 jogadores essenciais. Vai ser até a equipa acabar por quebrar. Depois começam as criticas dos adeptos a equipa e momentos como estes perdem-se. Isto é um ciclo que se repete semana após semana, ano após ano, sem que na Luz exista a coragem de acabar com isto. É que uma coisa era não conseguirem. Outra é não quererem.

P.S. Em termos futebolísticos gostei de ver Rodrigo Pinho na equipa B a indiciar que será utilizado. É um dos jogadores que acredito que pode fazer a diferença nestes jogos típicos do tugão.

sábado, 3 de setembro de 2022

INCHEM CABRÕES DO CARALHO

INCHA CORRUPTO

INCHA CORRUPTO

INCHA CORRUPTO

INCHA CORRUPTO

INCHA CORRUPTO

INCHA VENDIDO

INCHEM TODOS CARALHO

E se depois do que aconteceu hoje não existe um pedido de demissão desta gente, então caro Rui Costa, VAI PRO CARALHO. Um merdas qualquer não pode chegar ao Estádio da Luz e fazer o que fez hoje.



JÁ CHEGA DESTA MERDA

sexta-feira, 2 de setembro de 2022

Pelo menos o friozinho na barriga em dia de jogo voltou

Para mim ficou curto o plantel. Vamos passar por alguns momentos de aperto até a paragem para o Mundial. Muito foi feito e não era fácil fazer muito mais num só mercado. Foi a este ponto a que chegamos com os últimos 2 anos onde provavelmente tivemos o pior plantel em termos de custo/rendimento. Acredito que com 2 ou 3 ajustes muitos jogadores teriam rendido muito mais e a sua imagem não teria ficado tão deteriorada perante os Benfiquistas. Mas o que fica foi o rendimento e esse foi pouco.

Felizmente para nós tanto Porto como o Sporting também parecem com planteis desequilibrados. Curiosamente o Braga é que aparece com um plantel muito forte. Se não tiver lesões na defesa podem muito bem lutar pelo titulo.

Mas o que realmente de bom este mercado trouxe foi o prazer de ver novamente o Benfica jogar. Durante 2 anos e meio esse prazer foi transformado em autênticas provas de amor ao clube a cada 90 minutos passados, no estádio ou em frente a televisão, a ver um futebol triste, enfadonho e sem alma. Hoje sinto novamente o friozinho na barriga quando acordo em dia de jogo e a medida que a hora do jogo se aproxima. Só por isto não tenho como agradecer a Roger Schmidt.

Hoje vai ser duro. O jogo tipico do tugão com o árbitro tipico do tugão. Não podem haver relaxamentos enquanto o jogo não estiver resolvido.


quinta-feira, 1 de setembro de 2022

Menos de 12 horas

Parece que um já está. Quanto a qualidade de Draxler não é preciso dizer nada. O único problema é que é propicio a lesões e assim vem com a incógnita do número de jogos em que poderemos contar com ele ao longo da época. Se serão 45 ou 50 ou apenas 20 ou 25. Mas mesmo que consiga uma época livre de lesões, a frente de ataque continua a ser curta. É preciso pelo menos mais um jogador até para poder libertar João Mário para médio em caso de necessidade.

Também já conseguimos poupar 11M em salários só em 2 jogadores (Weigl e Vertonghen). Felizmente Schmidt olha a rendimento desportivo e não a folclore mediático. Ele sabe exatamente o tipo de jogadores que uma equipa precisa para ser competitiva. Infelizmente no caso de Weigl foi um adiar de problema. Daqui a um ano estará de volta com as mesmas pressões para ficar no plantel e para ser titular.

RDT, Pedrinho, Waldshmidt, Everton ou Yaremchuck. Em todos eles o Benfica conseguiu recuperar algum dinheiro quando foram casos em que na maior parte das vezes estiveram no banco. Já Weigl, um titular indiscutível, só se conseguiu arranjar um empréstimo para o 10º classificado da Liga Alemã sem qualquer compensação financeira. Apenas com o clube Alemão a pagar o salário. E depois o maluco era eu quando dizia aqui que o Benfica ia ter de aceitar uma situação destas se se quisesse ver livre dele.

Nestas últimas horas é preciso arranjar pelo menos mais um extremo para conseguirmos chegar a Novembro vivos. Depois na janela de Janeiro temos de tentar resolver os restantes problemas.

quarta-feira, 31 de agosto de 2022

Menos de 2 dias para lutarmos pelo campeonato

Parecia que ia ser fácil mas com Artur Soares Dias quase nunca é fácil. Mais uma arbitragem habilidosa a deixar adeptos e jogadores nervosos desde os primeiros minutos (logo naquela dupla falta por marcar numa jogada com direito a cotovelada em Grimaldo). Depois é uma falta aqui por marcar a permitir contra-ataque ao adversário, outra mal assinalada acolá a impedir os nossos. Faltas constantes do meio-campo do Paços sem amarelos por recorrência. É toda uma panóplia de truques. E na sexta temos mais com Fábio Verdissimo.

Quanto ao resto ficou provado mais uma vez que é muito curto o que temos neste momento. O descanso que tem havido é maioritariamente nos próprios jogos quando estes estão resolvidos. Eu falei da importância deste elemento vezes sem conta nos últimos 2 anos onde raramente tínhamos um jogo resolvido nos primeiros 45 a 60 minutos. O descanso que tivemos na eliminatória com o Dínamo permitiu chegar ao Bessa frescos física e mentalmente. Mas com a exigência do jogo do Bessa não conseguimos fazer o mesmo para este jogo e notou-se o cansaço. Na sexta voltará a notar-se e depois começa a Champions.

Estamos a menos de 2 dias do fecho do mercado e as nossas alas continuam a ser Neres, João Mário, Chiquinho e Diogo Gonçalves e na frente de ataque estamos entregues a 3 miúdos de 20, 21 e 24 anos a rezar para que o potencial se transforme mesmo em rendimento. Principalmente com o Henrique e o Musa.

Este video em cima foi de há 3 anos atrás. Não foi há uma década. Desde essa altura só em 3 jogadores (Félix, Ruben Dias e Darwin) o Benfica fez mais de 250M. No mesmo período ainda fez à vontade mais de 150M noutras vendas mais pequenas. A juntar a isto ainda temos das melhores formações do mundo, de onde quase todos os anos saem jogadores válidos para fazer parte do plantel principal. Como é que foi possível chegar a este ponto em que até o Braga está melhor apetrechado no ataque do que nós? Quanta incompetência foi necessária para de 87 pontos, 103 golos e milhões em barda, passarmos a 0 títulos e uma frente de ataque como temos agora no espaço de 3 anos?

Já muito foi feito neste mercado. Maioritariamente graças a Schmidt e provavelmente Lourenço Coelho. Mas vamos morrer na praia se nestes 2 dias não arranjarmos no mínimo mais 2 ou 3 jogadores.

quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Grande passo

Terminada a primeira metade da eliminatória levamos uma grande vantagem para a Luz. Para além disso parece que não houve lesões que é muito importante nesta altura. Embora com algumas falhas fizemos um bom jogo e tivemos oportunidades para matar já hoje a eliminatória. Principalmente naquele final de primeira parte e no final do jogo se tivéssemos mais qualidade no banco para refrescar a equipa e explorar o espaço que o Dínamo de Kiev estava a dar.

Tal como na Dinamarca, Schmidt voltou a demonstrar hoje o que pensa de Weigl. Tanto Florentino (principalmente este) como Enzo estiveram os últimos 20 minutos a arrastarem-se em campo mas terminaram ambos a partida ainda com uma substituição por fazer. Por vezes nem é preciso dizer as coisas. Basta pensar o seguinte. Chiquinho (145 minutos), Bah (106 minutos), Diogo Gonçalves (71 minutos) e só depois Weigl (51 minutos). Até um lateral suplente e a 4ª opção para as alas têm mais minutos. Do que é que estão à espera no Benfica? Que Schmidt um dia destes coloque o Meite como 3ª opção no meio-campo para perceberem?

Por falar em Schmidt quero deixar aqui uma atitude de líder. Vejam isto. Schmidt já percebeu que existe uma corrente desde o inicio da época para tirar a titularidade a Gilberto. É exatamente o mesmo modus operandi que foi usado para destruir tantos outros jogadores do Benfica nos últimos anos. E ao perceber isto tem sabido defender o jogador. E atenção que isto não é nada contra o Bah. Hoje até entrou mal mas é um jogador com muita qualidade. Vai ser muito importante, principalmente nos jogos do tugão em que vai ser preciso dar largura ao jogo. A questão é que o Gilberto é um animal de competição e continua a merecer a titularidade. Tão simples quanto isto.

Para terminar ao quinto jogo da época Gonçalo Ramos leva 5 golos e 3 assistências. Na época passada em 46 jogos (+- 2500 minutos) marcou 8 golos e fez 4 assistências. Estão a ver a diferença? Passados 2 anos e meio temos novamente jogadores que não sejam fortes no ataque a profundidade a render lá na frente. É isto que acontece quando se joga com meio-campo e como uma equipa grande

E eu digo já que sou contra a venda do Gonçalo. Nem por 50M. O Benfica fez +- 60M na Champions da época passada, fez mais de 100M em vendas, fez um empréstimo obrigacionista de 60M e se entrar novamente na Champions são mais 40M. São mais de 250M em pouco mais de um ano. TEM DE HAVER DINHEIRO não só para não vender nenhum jogador importante como para reforçar o plantel. O Jesus veio buscar o Lincoln ao Santa Clara por 3.5M. Um extremo / segundo avançado de 23 anos que marcou 7 golos e fez 10 assistências no Santa Clara e já leva 2 golos e 3 assistências na Turquia. E nós andamos a jogar com o Chiquinho adaptado a uma ala. Portanto só não criam um plantel forte é porque não querem.

domingo, 14 de agosto de 2022

Demasiado Curto

Uma vitória suada em mais um jogo típico do tugão. Começa a ser cada vez mais evidente que o plantel é curto. Demasiado curto. Se já o 11 titular estava muito longe do que é preciso então o banco ainda era mais assustador. Andamos neste inicio de época a caminhar sobre um fio e sem rede de segurança por baixo. Em 3 ou 4 posições estamos a uma lesão de a coisa dar para o torto em muito pouco tempo.

Andei aqui durante 2 anos a avisar que íamos ser um cemitério de jogadores se não se cortasse de vez com o maior problema da equipa. Entre jogadores queimados e desaproveitados, más contratações e venda dos melhores, acabámos com João Mário, Diogo Gonçalves e Chiquinho a jogar nas alas. Isto depois de ostracizarmos jogadores como Taarabt ou Pizzi que, até conseguirmos novos reforços (se conseguirmos), eram opções bem mais interessantes do que estas. Já os problemas originais continuam sem ser resolvidos.

Grimaldo continua lá e quando as dificuldades surgem, como ontem, ele desaparece. Weigl também só não é titular porque Roger Schmidt "reciclou" Florentino que voltou a fazer um jogão. O Benfica gastou mais de 150M em 2 anos mas não gasta um cêntimo para a posição de defesa esquerdo há 7 anos. E o mesmo para um trinco há 2 anos e meio.

É incrível como nestes 2 últimos anos existiu sempre dinheiro para posições que não eram prioritárias mas para outras não. Mesmo com os treinadores a pedirem jogadores para estas posições. É curiosa a selectividade da folha salarial se tornar um problema mediante a posição que se pretende reforçar. Vejamos.

Na época passada o Benfica não teve problemas em pagar 17M por Yaremchuck sem vender Seferovic (ainda tinha Darwin, Gonçalo Ramos.e Rodrigo Pinho). Não tivemos problemas em ir buscar João Mário sem vender Taarabt. Não tivemos problemas em ir buscar Lazaro tendo na altura 3 opções para essa posição. Não tivemos problemas em ir buscar Radonjic com vários alas no plantel.

Já nesta época não tivemos problemas em pagar 6M por Musa com outros 6 pontas-de-lança ainda no plantel nessa altura. Não tivemos problemas em pagar 10M por João Victor, que veio lesionado, com vários centrais por colocar. Não tivemos problema em pagar 10+8M por um médio, que podia ter vindo apenas em Dezembro, com vários médios por colocar. E atenção que não estou.a criticar grande parte destas contratações. Pelo contrário.

Só acho curioso é que com estes casos todos onde a massa salarial nunca foi problema, se ande há 2 anos sem contratar um trinco de raíz enquanto não sair Weigl ou outros 3 ou 4 excedentários. E assim lá se foram Nzonzi, Gerson, Al Musrati, Schlager, Skhiri ou Sangare. E pelos vistos Aursnes vai pelo mesmo caminho.

E mesmo vindo Aursnes e Ricardo Horta, estes não serão suficientes. Roger Schmidt vai começar a perceber que provavelmente em grande parte dos jogos em Portugal vai ter de jogar com 2 pontas-de-lança e que vai precisar de mais jogadores que arrisquem com bola. E para poder ter esses jogadores vai precisar que todos na defesa sejam rápidos e fortes na transição defensiva. Aí acredito que com todos os jogadores disponíveis até estamos bem com excepção do lado esquerdo.

Vamos ver o que vai acontecer até ao final do mercado mas sinceramente a esperança e confiança de que alguns destes problemas sejam resolvidos é pouca. Desconfio até que ainda vamos vender jogadore(s) importante(s) pois já se começa a perceber que os problemas financeiros existem e chegaram até antes do que eu tinha previsto.

quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Pequeno Genial

Infelizmente nunca o vi jogar mas ainda sou de uma geração em que a sua figura esteve sempre presente. Conseguiu um estatuto que muito poucos conseguiram no futebol, apesar de ter sido um jogador muito castigado com lesões. É preciso ser alguém mesmo muito especial para atingir o olímpo nessas condições.

Em vida conquistou a imortalidade. Estará para sempre em grande destaque na história do clube. Descansa em paz pequeno genial.

P.S. Deixo também uma palavra de apreço a esta equipa que no jogo em baixo lhe prestou uma digna homenagem ainda em vida. O que fizeram nesse dia hoje tem ainda mais valor.

sábado, 6 de agosto de 2022

Mais 45 minutos a Benfica

Num jogo típico do tugão tivemos 45 minutos como devemos ter sempre nestes jogos. Um ritmo e uma verticalidade impressionantes que desgastaram a equipa do Arouca. Um estilo de jogo que procura os erros do adversários em vez de estar a espera deles. Um estilo de jogo que não permite a reorganização do adversário a cada ataque. Bastou isto, mesmo numa primeira parte que nem foi nada de especial a nível técnico, para chegar ao intervalo a vencer por 3-0. Na segunda foi só gerir. É também assim que se ganham títulos. Hoje após 45 minutos já podíamos estar a gerir a equipa a pensar nos jogos com o Casa Pia e o Dínamo de Kiev.

Sente-se aos poucos o Benfica a voltar a ser Benfica. Sente-se nos jogadores. Sente-se nos adeptos. Sente-se no ambiente do estádio. E o que é que mudou? Jogamos novamente como uma equipa grande. Com jogadores que nos permitem jogar como uma equipa grande. Mudou muito o ataque? Até perdemos o melhor jogador na Liga. Mudou na defesa? Joga Morato no lugar de Vertonghen. E no meio-campo? Pois...

Com tudo isto eu até devia estar eufórico mas o problema é que eu já vi um filme semelhante há 2 anos quando Jorge Jesus teve a coragem de tirar Weigl da equipa. Também tivemos vitórias categóricas no inicio da época mas bastou ir para o intervalo de um jogo a perder para Weigl recuperar a titularidade com os resultados que se conhecem. Já antes desse jogo a pressão para ele entrar era absurda e por isso bastaram 45 minutos para o conseguirem. E hoje vindos de uma vitória por 4-1 e goleando novamente bastou Weigl entrar para isto...












Isto após 2 grandes jogos da dupla Enzo/Florentino e de Weigl ter entrado de forma desastrosa num jogo em que vencíamos por 3-0, jogávamos com 1 jogador a mais e contra uma equipa que já estava de rastos. Imaginem o que vai acontecer no dia em que tivermos um mau jogo ou que Weigl realmente entre bem.

Weigl não pode ficar no plantel. Porque precisa de pouco tempo de jogo para nos rebentar com um campeonato (como se viu hoje). Porque são 6M de euros para ele estar no banco (assim que fechar o mercado as pressões internas vão começar). Mas principalmente porque nunca vai haver tranquilidade na equipa. Se já existe esta pressão após um 4-1 e um 4-0 imaginem quando o primeiro empate ou até vitória tangencial surgirem. Isto não é saudável. Principalmente para o Florentino que vai ser a primeira vitima. Fez 2 grandes jogos (um deles genial) e é isto que se lê. Os jogadores não são imunes a isto.

Façam o que for preciso. Se a única solução for empréstimo então força. Eu era (e para muita gente continuo a ser) um maluquinho por desdenhar um internacional Alemão. E agora vejam lá as propostas todas que têm chovido. Absolutamente ridículo este culto e esta reverência a um jogador do mais banal que já passou pelo Benfica.

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Entre a alegria e a revolta

Alegria por voltar a ver o grande Benfica. O Benfica com um futebol a Benfica. Muito do que eu falei neste post explica porque hoje tivemos esse Benfica. Como tivemos a espaços nos últimos 2 anos quando certas peças mudaram. E é aí que aparece a revolta. Revolta por sujeitarem o Benfica a 2 anos e meio depressivos. Os erros até se podem cometer. Mas não os reconhecer e insistir neles sujeitando o Benfica a humilhações atrás de humilhações é imperdoável.

Vejam o jogo que o Florentino fez. Vejam a diferença GRITANTE entre ele e o Weigl. Quantos jogos é que não seriam precisos para Weigl recuperar 14 bolas!? Mas esta diferença é algo de novo? Não. Há mais de 2 anos num Benfica 2-0 Guimarães que ficou evidente. Esse jogo devia ter sido o fim de Weigl no Benfica mas não só não foi o fim dele como nos 2 anos seguintes a direcção do Benfica deixou-o sem um concorrente de raíz para a posição. Porque sabiam que era isto que ia acontecer. Porque acharam que se construíssem uma super equipa cheia de jogadores internacionais dava para vencer a mesma e para disfarçar a mediocridade que ele é. E assim com isso não precisavam de assumir um dos maiores erros de gestão do Benfica dos últimos largos anos.

Só espero é que depois destes últimos jogos não voltem atrás. Weigl tem de sair de uma vez por todas e é preciso arranjar mais soluções para o meio-campo. Que venha o Aursnes e se não houver dinheiro para mais que recuperem o Gabriel que sempre foi o melhor médio na ideia de jogo do Lage que era semelhante a esta (isto caso não existam problemas disciplinares com ele).

Para além disso é preciso o defesa-esquerdo porque o Florentino e o Enzo não vão conseguir limpar sempre tudo como limparam hoje. Por fim na frente o Horta também encaixava ali que nem uma luva e tal como no caso do Gabriel se não houvesse dinheiro para mais era aproveitar o Rodrigo Pinho como um segundo avançado.

E é só isto que peço. POR FAVOR não Nos voltem a levar para o pesadelo dos últimos 2 anos e meio.

domingo, 31 de julho de 2022

Tal como limpam as arbitragens

...também limpam a imagem de certos jogadores. Depois de o Newcastle ter criado os seus lances de perigo quase exclusivamente por aquele lado, estas foram as duas capas do oNojo nos 2 dias seguintes. Tão atenciosos que eles são. Sempre a quererem o nosso bem. Entretanto os interessados acotovelam-se para conseguir os serviços de Grimaldo mas pelos vistos não têm argumentos para vir buscar um jogador a meses de terminar contrato. Deve ser um record no Benfica. 6 anos de equipas interessadas e nós a conseguir resistir estoicamente a tanto assédio.

E se em relação a Grimaldo Roger Schmidt nada pode fazer, uma vez que o concorrente pela posição se lesionou, já no meio-campo não tem estado com meias medidas ao apostar numa dupla com Florentino (22 anos) e Enzo (21 anos). E como sabe que não é suficiente para uma época inteira e já percebeu que se não arregaçar as mangas não vem mais ninguém...

A verdade é que um ano depois só mudou o treinador e a sua coragem para sentar alguns jogadores. Porque para lateral veio um jogador a custo 0 e para trinco não veio ninguém. Curiosamente têm falhado todos os negócios para essa posição. Vamos ver se é desta.

quinta-feira, 21 de julho de 2022

Totalmente identificado com as ideias de Schmidt


Depois de 45 minutos contra o Reading foram mais 45 minutos a mostrar que tem todas as características que Roger Schmidt pretende. Reparem bem naquela pressão alta efetiva. Aquela agressividade defensiva em todas as zonas do terreno. Reparem na superioridade em quase todos os duelos. E o que dizer daquele espirito de entre-ajuda e sacrifício pela equipa?

Peço-vos uma pequena reflexão. Imaginem que era um Meite aos 54'. Que era um Taarabt aos 58'. Que era um Morato aos 60'. Que era um André Almeida aos 65'. Que era um João Mário aos 76'. Que era um Gabriel aos 80'. Que era um Pizzi aos 84'. Imaginem o que se diria se estes lances acontecessem com os jogadores mencionados. Agora acordem para a realidade e vejam que foram todos protagonizados pelo mesmo jogador, que faz isto em TODOS os jogos. Olhem bem para estes 45 minutos e questionem como é que é possível falarem deste jogador para ser um dos capitães.

Naqueles últimos 5 minutos, 2 miúdos que venceram a Youth League podiam ter ficado "marcados". Aos 84' Martim Neto tentou fazer um passe tenso entre-linhas que acabou interceptado. O jogador mais próximo, a um metro, é Weigl. Vejam só a atitude de m**** naquela zona critica. Bastava um pequeno sprint para não permitir que saísse um passe a isolar um adversário. Depois logo a seguir aos 85' é Diego Moreira que vendo o adversário balanceado no ataque tentou fazer uma tabela com Weigl para sair rápido em contra-ataque. Mas Weigl já tinha ficado parado e acabou por perder depois a bola dividida. Imaginem que estes 2 lances acabavam em golo. Imaginem o que isto ia fazer a imagem e a confiança daqueles miúdos. Vale a pena ler o texto de Futre sobre isto.

Foi assim que jogadores como Pizzi, Everton, Taarabt, Gabriel ou João Mário foram sendo destruídos nos últimos 2 anos. Jogadores que até mesmo quando não estavam em campo foram usados como escudo para esconder uma mediocridade atroz. Jogadores que em pouco tempo passaram de acarinhados a insultados. O próximo, ao primeiro erro, será Florentino. E quando o objectivo for conseguido com Florentino será Enzo quando deixar de conseguir segurar um meio-campo sozinho.

terça-feira, 19 de julho de 2022

Cortar o mal pela raíz


Schmidt já deu o sinal nos jogos contra Nice e Fulham. Mais uma vez, como em tantas outras ocasiões nos últimos 2 anos, a resposta da equipa foi positiva. O único caminho é vender o jogador pois não faz qualquer sentido ter o jogador mais bem pago de sempre do clube no banco. Caso não o vendam Roger Schmidt vai acabar como os seus antecessores.

Para Lage era mono e para Jesus não valia uma perna de Arão. A verdade é que ambos tiveram de o colocar a jogar devido a redução de alternativas e a enorme pressão para o fazerem. O que Roger Schmidt está a fazer nesta pré-época já Jesus o tinha feito no inicio de 20/21 quando deu a titularidade a Gabriel. Nessa altura bastou o Benfica sair para o intervalo a perder por 2-0 no Bessa para a pressão se tornar insustentável e começar a recuar na aposta em Gabriel com os resultados que se conhecem.

Florentino tem sido o Gabriel de Schmidt que tal como Jesus pede jogadores atrás de jogadores para aquela posição e ninguém chega. Schlager, Skhiri e Sangaré foram alguns dos que se sabem, tal como Arão, William Carvalho, Nzonzi ou Al Musrati antes. Desde que Weigl chegou que não foi contratado mais nenhum jogador para aquela posição. Portanto o resultado desta vez não será diferente. Se Weigl ficar, ao primeiro mau jogo, a pressão para voltar a colocar Weigl vai aumentar. Apesar de Florentino ter melhor imagem que Gabriel entre os adeptos é também um alvo fácil de "abater".

Cabe aos responsáveis do Benfica cortar este mal pela raíz. O problema é que andam a 2 anos a fazer exatamente o contrário. O Benfica está com um dos maiores desiquilibrios de sempre entre receitas e custos operacionais (descontando receitas extraórdinarias como Champions e compras/vendas jogadores). Se a noticia do CM de que vamos ter 30M de prejuízo, após mais de 100M em vendas e mais de 60M em prémios na Champions, for verdadeira, significa que ter mantido e continuar a manter Weigl (e outros) é dos piores atos de gestão de sempre do clube. Algo que vai muito para lá da incompetência.

quarta-feira, 13 de julho de 2022

Um dos clássicos da última década

Nas sugestões do Youtube apareceu-me o conhecido Dortmund 3-4 Liverpool de uma eliminatória da Liga Europa. Estive a ver o resumo e quem lá estava naquela equipa do Dortmund? Pois claro. Weigl. E que recital Weigliano ele deu nesse jogo. Nem existem palavras para descrever a exibição que fez. Vejam com os vossos próprios olhos. Inacreditável...

segunda-feira, 11 de julho de 2022

Mais 45 minutos vergonhosos

Primeiro jogo de treino e tivemos mais um exemplo de porque é que Weigl NÃO pode continuar no Benfica. Por muito que tentem elevar o jogador ao olimpo a fazer videos de coisas banais onde até passes falhados contam como bons momentos a verdade é que os problemas do jogador continuam lá todos.

Foram 45 minutos a apanhar bonés. Crateras atrás de crateras naquela zona. Sem agressividade nenhuma. Uma verdadeira miséria. Este video foram 45 minutos de Weigl contra o Reading. O READING!!!

Já chega desta merda. Não me ouçam a mim mas ouçam estes SENHORES. Também eles andam desesperados com a ideia de termos disto mais uma época. Eu não quero acreditar que depois de 2 anos e meio ainda não aprendemos. O Enzo Fernandez e o Florentino vão ser queimados se tiverem de jogar ao lado dele.  A meio da época já vão estar a dizer que o Enzo ainda não se adaptou ao nosso futebol ou que está muito verde. Ninguém consegue render consistentemente com uma ancora destas ao lado a puxar tudo e todos para o fundo. NINGUÉM.

quarta-feira, 6 de julho de 2022

"Este ano é que é!!"

Famoso chavão do final dos anos 90, no auge do Vietnam Benfiquista, está de novo em voga.

Muita animação e euforia neste novo Benfica com o seu líder sempre em destaque. Mas depois paramos para pensar um bocado e fazemos as seguintes perguntas a nós próprios.

Já corrigimos as maiores lacunas do plantel quando estamos a 2 dias de partir para estágio?

Já colocámos algum excedentario?

O plantel está melhor?

Conseguimos mudar alguma coisa fora de campo?

A resposta a esta última pergunta foi dada ontem numa gala onde o Benfica foi GOZADO. Já são anos a ver um merdas como o Proença a enxovalhar-nos e ninguém no Benfica tem a decência de pedir a sua demissão. Como é que apareceram sequer lá para receber aquele prémio? Como é que não existe uma palavra para o golo do ano não ter sido o de Rafa?

Então a euforia vem de onde? Se nada muda vai acontecer algum milagre? Basta a propaganda as individualidades (em vez da defesa do colectivo) para nos ludibriar? Onde é que anda aquela exigência de Dezembro de 2019 onde ser campeão em titulo e liderar o campeonato não chegava?

domingo, 3 de julho de 2022

Um dos momentos mais tristes da história do Benfica


Desde Dezembro de 2021, altura em que o Benfica desistiu da época 21/22 e devia ter começado a preparar esta, o Benfica apenas vendeu Darwin e Everton. Do plantel principal não conseguiu despachar mais ninguém. Ontem na abola decidiram fazer uma ode ao grande Rui somando jogadores como Lazaro e Radonjic, a saída de Jota e de outros jogadores que estavam emprestados e ainda outros jogadores da equipa B para dar a ideia de que estão a fazer um grande trabalho na colocação de excedentários. A verdade é que no plantel principal continuam a ser mais de 30 jogadores.

E o que dizer da primeira frase do artigo? "Longe vão os tempos...", descolando-o vergonhosamente do que foi o Benfica dos últimos anos. O Rui Costa não chegou ao Benfica ontem. É dirigente há 14 anos e 90% deste plantel tem o seu dedo. Querem saber 2 dos jogadores que não tiveram nada a ver com ele? Gilberto e Lucas Verissimo. Só duas das melhores contratações dos últimos 3 anos em termos de custo / rendimento.


Hoje o mesmo jornal faz esta capa com a lavagem de imagem a um jogador que há uns meses decidiu riscar o seu nome de uma convocatória. Uma capa que fica como um dos momentos mais tristes da história do Benfica. Acabamos de baixar as calças para um fedelho espanhol. E mesmo que estivessem a fazer isto para ainda conseguir algum dinheiro para mim pouco ou nada altera. Isto é uma mensagem para quem representa o Benfica que vai sair cara. Primeira semana da nova época e já estão a rebentar com o balneário.

Ficamos assim a saber que o Benfica tem a sua disposição um jornal para passar as suas mensagens. E para que usa esse jornal? Para defender alguns jogadores que são atacados na CS? Para defender o Benfica da FPF, Liga, CA, CD, APAF, etc? Não. Está quieto. Usa-o para fazer uma lavagem de imagem ao presidente que é o maior responsável por 2 terceiros lugares consecutivos e do defesa-esquerdo que se recusou a jogar pelo Benfica.

Dia após dia são escarros atrás de escarros aos valores do clube..

quarta-feira, 29 de junho de 2022

Não interessa o jogo, o que interessa é a camisa que a gente veste...

...VAMOS TER DE GANHAR ESSA PORRA!!!

Gilberto foi o único habitual titular neste jogo. Para quem ainda se lembra do jogo deve saber que a sua atitude foi exemplar. Num jogo para cumprir calendário portou-se como se estivesse em disputa um titulo. Portou-se como um capitão. Inclusivamente saiu tocado da partida. Com isto mostrou aos miúdos a responsabilidade que é jogar no Benfica.

Enquanto isso um dos jogadores com mais épocas no clube decidiu riscar o seu nome da convocatória (ainda meteu um smile) cuspindo autenticamente no clube. Assim ficou em casa a fazer mais uma noitada de COD. Um belo exemplo para miúdos.

E eu pergunto. O que é que passou pela cabeça do Gilberto (e até do Nuno Tavares) quando viu este tipo chegar ao primeiro dia de treinos com este sorriso na cara e a ser integrado como se nada tivesse acontecido? O que pensou, quando por exemplo se lembrou de que nos primeiros jogos até foi gozado no próprio canal do clube enquanto Grimaldo era constantemente elogiado? O que pensou quando na época passada teve de disputar o lugar com mais 3 jogadores pela sua posição enquanto Grimaldo não o disputou com ninguém? E o que pensou quando a primeira contratação desta época foi para a sua posição (e logo a mais cara da história do clube) e para o lugar do Grimaldo veio um jogador a custo 0 apontado para ser o suplente?

A minha opinião é que o Gilberto ficou revoltado mas que já nem liga porque dá a ideia de ser o tipo de jogador que já passou muitas vezes por isto na vida. Por esta luta desigual por oportunidades. O que me mete NOJO é que isto aconteça no Benfica. Porque os valores do Benfica não são estes. Mas estão a tornar-se estes.

segunda-feira, 27 de junho de 2022

Sem liderança

Em 2013, após aquele final de época traumatizante, Óscar Cardozo perdeu a cabeça com Jesus e apontou-lhe o dedo pelo descalabro dessa época. Estamos a falar de um ato a quente, resultante da frustração de não vencer. Durante semanas, o então já melhor marcador estrangeiro da história do Benfica, foi afastado do plantel e apenas foi reintegrado perto do final de Agosto quando não conseguiram colocá-lo nesse mercado. 

Já em 2022, Grimaldo decidiu riscar o seu nome da convocatória no último jogo da época por achar que devia ir de férias mais cedo como outros dos jogadores mais utilizados. Aqui estamos a falar de uma decisão tomada a frio resultante da vontade de ir para casa jogar COD em vez de ir fazer o seu trabalho. No primeiro dia de trabalhos aparece, pede desculpa e é reintegrado apenas com uma multa!!!

Fica aqui a vista a diferença gritante do Benfica de 2013 para o Benfica de 2022. De um lado o descontentamento por não vencer e mesmo assim o castigo a medida por questionar as opções do treinador. Do outro o descontentamento/recusa em fazer aquilo para o qual lhe pagam para fazer, e a reintegração como se nada se passasse.

Não a nada a fazer. Rui Costa não tem noção nenhuma de como gerir uma equipa. Isto é inacreditável. Nem nas distritais isto passava impune. Em qualquer empresa de qualquer sector isto não passava impune. No Benfica, no GRANDE BENFICA, isto é possível!!! Temos a frente do clube alguém que não toma uma decisão difícil. Que toma TODAS as suas decisões de acordo com o impacto que elas terão NA SUA IMAGEM ao invés do impacto que terão no Benfica.

Não existe exigência, não existe pulso firme. Apenas existe um ex-ídolo a querer fazer felizes umas centenas de putos imberbes que polulam nas redes sociais. Durante os 5 meses da era Veríssimo o 11 do Benfica foi mesmo feito nas redes sociais. Todos os pedidos foram atendidos. Desde o 4-3-3, a troca constante de companheiros para o Julian e até ao pedido de meter uma equipa de miúdos na última jornada. TODOS os pedidos foram atendidos. Não existe um LIDER no Benfica. O Benfica anda a deriva e sem quaisquer valores.

P.S. Enquanto Grimaldo está a treinar, Gabriel, o jogador em maior destaque dos emprestados, nem sequer se pode apresentar. Um jogador com uma das melhores percentagem de vitórias dos últimos anos (nessa lista reparem como foram enxotados do Benfica o TOP 4) e aquele com melhores características para o tipo de jogo de Roger Schmidt, é destratado de forma miserável pelo Benfica.

sábado, 25 de junho de 2022

3 GRANDES figuras do meio-campo do Benfica falaram...

E num curto espaço de tempo já são 3 GRANDES figuras do meio-campo do Benfica a pedir a saída de Weigl. Primeiro Toni que muito poucas vezes o vi manifestar-se sobre opções para o plantel. Depois Diamantino. E finalmente João Alves.

Por um lado fico feliz por ver estes jogadores a virem em auxilio do Benfica. Uma palavra deles vale mais do que todos os posts juntos que fiz aqui sobre o assunto. O problema é que eles não vão ficar cá para sempre e por isso fico aterrorizado ao pensar que temos ex-jogadores como Luisão e Rui Costa a frente do clube que não têm noção nenhuma do que se está a passar na equipa do Benfica. Nem sequer se vê ninguém desta geração mais nova a colocar o dedo na ferida.

Até mesmo homens do futebol como Futre e agora Cândido Costa percebem isto. O Cândido Costa disse muitas das coisas que eu tenho dito aqui. Que se calhar as vitimas são os médios que jogam ao lado do Alemão em vez do contrário. Que não se pode ter um médio que só funciona num momento do jogo e que quando o jogo lhe pede outras coisas para além de sair a jogar ele não consegue. Será que é assim tão difícil de perceber isto?

quarta-feira, 22 de junho de 2022

Não percam a oportunidade

Se esta notícia for verdade não pensem 2 vezes. Eu posso não ser ninguém para me estarem a dar ouvidos mas já existem muitas figuras do futebol que já lá chegaram. O Futre e o nosso GRANDE TONI. E até o Diamantino que em tempos penso que chegou a defender o Weigl. Entre outros.

  • Portimonense 1-5 Benfica
  • Tondela 0-2 Benfica
  • V. Guimarães 1-3 Benfica
  • Moreirense 1-2 Benfica
  • Benfica 2-0 Arouca
  • Gil Vicente 0-2 Benfica
  • Benfica 2-1 Tondela
  • Benfica 3-0 V. Guimarães
  • Benfica 3-1 Belenenses
  • Paços de Ferreira 0-2 Benfica

Estes são os últimos 10 jogos em que o Weigl não foi titular para o Campeonato. 4 jogos em casa e 6 jogos fora. 10 VITÓRIAS. 26 golos marcados e 5 sofridos. Os adeptos têm medo de perder Weigl porquê? Vencemos apenas 52% dos jogos com ele e 75% sem ele. Onde é que está a dúvida?

Só nos salários e prémios que lhe temos de pagar até ao final da época são 21M. Se vierem mais 10M ou até 5M que sejam pela transferência é o suficiente para um bom scouting arranjar 2 jogadores para serem titulares nesta ou noutras posições. Isto sim seria um grande ato de gestão.

Os adeptos ficam chateados? Ficam mais quando perdem. Se chegarmos a Abril a lutar pelo titulo já poucos se lembram do Weigl. Se formos ao Marquês já ninguém quer saber. De uma vez por todas façam o que é melhor para o Benfica. Pensem só no Benfica.

terça-feira, 21 de junho de 2022

A uma semana de iniciarem os trabalhos

Em Dezembro de 2021 o Benfica desistiu da época ao despedir Jesus para o substituir por Nelson Veríssimo até ao final da mesma. E no mercado de Inverno, mesmo depois de ter perdido o melhor central por lesão e de terem ficado a vista as várias debilidades do plantel, decidiu não ir ao mercado.

O Benfica entrou no Dragão a 4 pontos do primeiro lugar e mesmo perdendo como acabou por acontecer, teria uma série de 11 jogos de grau de dificuldade baixo (7 em casa e 4 fora) para encostar na frente antes da deslocação a Braga, onde a 7 jornadas do final, poderia estar a 3 pontos do líder (e a recebe-los mais tarde na Luz). 


O Benfica baixar os braços numa situação destas devia dar direito a assembleia de destituição. Mas o mais grave é que após esta desistência, com 6 meses para preparar a nova época, e depois de recebermos mais de 60M em prémios da Champions, 60M num empréstimo obrigacionista, 75M na venda de Darwin e 13M na de Everton, continua tudo assim. A uma semana de iniciar a pré-época estamos mais fracos e com uma massa salarial superior a que tínhamos. Não existem palavras para tanta incompetência.

Entretanto anda o diretor desportivo a colecionar milhas por esse mundo fora, sempre devidamente documentado o destino e os alvos nas contas de propraganda aos Ruis. Um folclore diário e 0 problemas resolvidos (e está iminente uma humilhação). Desde o dia 13 de Maio em que a época acabou até hoje foram contratados 4 jogadores e saíram 2. Um deles o melhor jogador da equipa. Que triste época que se aproxima...

sexta-feira, 17 de junho de 2022

"Escapou-nos" mais um

E lá ardeu uma das melhores oportunidades de negócio deste mercado. Um jogador com apenas um ano de contrato avaliado em 27M e que foi transferido por 12M para um rival interno. Mas esforçamo-nos muito para o ir buscar não foi Rui Costa? Como fizemos com Nzonzi, Al Musrati, Sangare ou Skhiri. Se não fosse a intromissão do Leipzig ia ser nosso de certeza.

Entretanto o City de Guardiola, que tanto elogiou Weigl, parece que escolheu Kalvin Phillips para substituir Fernandinho (bastam os primeiros 15 segundos do video em baixo para perceber porquê). Nem as duas exibições estrondosas de Weigl contra o rival Liverpool na Liga dos Campeões o convenceram. Já Mourinho preferiu Matic com 33 anos, Marco Silva o cepo Palhinha, o Barcelona o Kessie, o Milan para o substituir Renato Sanches e o Real o Tchouaméni. O que se passa com o mundo?

quarta-feira, 15 de junho de 2022

O problema é só mesmo do Everton?

Everton é hoje em dia considerado um dos maiores flops do Benfica. Eu não sou tão drástico nessa avaliação. Em termos de números Everton não esteve muito longe de alguns dos melhores jogadores sul americanos que jogaram no Benfica na última década. Para dar um exemplo escolhi Gaitan para comparar os números de ambos nas 2 primeiras épocas de Benfica.

  • Gaitan teve 13G e 27A em 6456 minutos. Participação num golo a cada 161M
  • Everton teve 15G e 18A em 5755 minutos. Participação num golo a cada 174M
É mesmo assim um flop tão grande? Para mim o problema de Everton foram por um lado as espetativas que se criaram em seu redor e por outro o custo e o ordenado que aufere (2.2M líquidos). Houve ainda o pormenor de nunca ter tido férias enquanto cá esteve. Ainda assim acredito que noutro Benfica teria rendido o dobro do que rendeu porque no Benfica dos últimos 2 anos apenas jogadores fortes na profundidade é que conseguem ter rendimento. Só Seferovic, Rafa e Darwin tiveram sucesso porque somos obrigados a jogar como uma equipa pequena.

Jogadores com as características de Everton, Waldschmidt ou Pizzi precisavam de uma equipa forte atrás de si. Precisavam de ter liberdade. De ter confiança para arriscar um passe ou um drible. De ter algum espaço entre linhas seja por recuperações de bola altas ou por desgaste dos adversários. De ter mais bola em zonas de decisão. O futebol de zero risco para estes jogadores é fatal. Como escrevi no post que está no link nada disto acontece quando temos determinados jogadores em campo. Em especial Weigl. E para corroborar a minha opinião basta ver o rendimento dos 3 jogadores citados sem Weigl em campo. E tenham em conta que Weigl foi dos jogadores mais utilizados. Portanto, sem ele estamos a falar no mínimo, de apenas 1/4 dos minutos de jogo totais.
  • Everton: 7G e 6A num total de 15G e 18A
  • Walshmidt: 10G e 1A num total de 12G e 3A
  • Pizzi: 11G e 6A num total de 18G e 10A
Entre os 3, mais de metade dos golos em que participaram foram nesta condição e em muito menos tempo de jogo. É só mais uma coincidência?

Sendo David Neres um jogador com as mesmas características dos jogadores mencionados. o resultado não será muito diferente. Com a agravante de a ultima grande época dele ter sido em 18/19 (12G e 15A em 50 jogos) quando o Ajax esteve a um passo de ir a final da Liga dos Campeões. O problema é que desde aí tem caído a pique. Nas últimas 3 épocas tem 3770 minutos e está parado a 6 meses.

Ainda percebia uma troca por troca mas com uma redução substancial da massa salarial. O problema é que David Neres recebia 2.7M liquidos no Ajax (não consegui encontrar quanto recebe no Shaktar) e não deve baixar muito disto. Como único fator positivo para a troca só vejo mesmo "recuperarmos" algum dinheiro da venda do Pedrinho. De resto são só pontos negativos.

Para finalizar eu não me oponho a uma saída de Everton porque tenho noção do grave problema que temos a nível salarial. Aliás, penso que tenho eu mais noção do que a própria direcção. Mas existem várias formas de colmatar a sua saída. E se for para manter este problema mais vale estarmos quietos.

segunda-feira, 13 de junho de 2022

Ouve-os Rui


Depois de um antigo colega de equipa e de selecção, foi a vez do treinador que te ajudou a vencer o titulo de campeão pelo Benfica a dar o toque. Olha que não tens mais nenhum ano para voltar a ficar arredado do titulo em Janeiro. O treinador é teu, o plantel é teu e no Benfica existem todas as condições para criar uma equipa competitiva. Não a mais desculpas.

sábado, 11 de junho de 2022

O que interessa é o presente e o futuro do Benfica.

Durante parte desta semana o assunto sobre o Benfica voltou a ser Vieira. Em parte porque o próprio decidiu dar 2 entrevistas mas também porque decidimos focar-nos nele. Vieira já faz parte do passado do Benfica e devemos dar-lhe o desprezo porque ao contrário do que o próprio acha ele não vai conseguir voltar ao Benfica. Não volta pela parte obvia do que fez mas também porque criou um monstro.

No seu lugar deixou Rui Costa que tem uma imagem de filho pródigo do Benfiquismo e que misturada com a sua incompetência pode ser um cocktail fatal para o Benfica ficar largos anos sem levantar um caneco e sem que nada mude. Ainda por cima tem toda a comunicação social a seus pés porque o próprio não arrisca beliscar a sua imagem em detrimento da defesa do Benfica. Isto já para não falar de que tudo o que se passa no clube se sabe.

Anda-se a querer fazer de Rui Costa uma espécie de Vilarinho que apanhou o clube num momento difícil. Mas difícil foi para Vilarinho que não tinha nada com que trabalhar. Apenas dividas para pagar. Rui Costa entrou e tem a sua disposição um grande centro de treinos e a melhor formação da Europa. Entrou com o clube a ter de longe a melhor situação financeira em Portugal. Mas entretanto com o futebol a passar quase todo por si nos últimos 2 anos temos os resultados que se conhecem.

Portanto o presente do Benfica é Rui Costa e não tem desculpas para não ter sucesso. O Benfica dos últimos 2 anos é dos piores da história se tivermos em conta que é o plantel com a maior massa salarial de sempre e aquele que tem melhores condições de trabalho. Mesmo assim está há mais de 1000 dias sem qualquer titulo. Vai em 9 jogos sem vencer o Porto. Tem 4 derrotas com o Braga. Tem 3 com o Sporting. Tem 2 derrotas caseiras consecutivas contra o Gil Vicente!!!

Se o Benfica começar mais uma época com a mesma espinha dorsal dos últimos 2 anos Rui Costa tem de ser corrido do Benfica porque não faz a mínima ideia de como criar uma EQUIPA vencedora. O treinador parece saber melhor do que ele porque depois de Sangaré e Skhiri agora foi a vez de pedir Xaver Schlager. Mas pela terceira época consecutiva a ideia parece ser deixar os treinadores de mãos a abanar a ter que transformar a "mensagem de mercado".

Entretanto Renato Sanches parece estar prestes a assinar pelo Milan por 18M e vai receber 3M limpos por ano. Aos 24 anos o campeão europeu vai tentar ser campeão numa 4ª liga diferente. Agora pensem que o Weigl foi mais caro e recebe ainda mais no Benfica graças aos 100 mil de bónus a cada 10 jogos. Andam mesmo a brincar com o Benfica

sábado, 4 de junho de 2022

Gotze

Mário Gotze foi um extraordinário jogador. A certa altura um dos melhores do mundo. Tem uma carreira recheada de títulos. Mesmo depois do problema crónico que lhe foi diagnosticado e com todos os problemas físicos que daí advêm continua a ser um bom jogador.

Eu percebo que emocionalmente é apelativo contratar um jogador destes mas é preciso ser racional. Eu sei que na última época fez bastantes jogos mas se formos a ver as ultimas 7 épocas só por uma vez isso aconteceu. Nestes 7 anos tem uma média inferior a 30 jogos por época. E é um jogador que provavelmente tem de ter um plano de treino especifico e tem de ser protegido durante os jogos.

Será que já não temos jogadores destes suficientes. Só neste último ano jogamos a primeira fase da época com 3 centrais para disfarçar o problema Weigl. Nessa altura o trabalho dele era repartido pelos centrais, João Mário e até Rafa que muitas vezes tinha de o dobrar. Já na segunda parte da época era um goleador como Gonçalo Ramos que tinha de fazer mais de médio do que de avançado. Até os laterais ia dobrar. Como é que se encaixa então 2 jogadores como Weigl e Gotze (a juntar aos centrais lentos) numa equipa que tem de fazer pressão alta? Até mesmo com Sangaré no PSV este era um problema deles. Sofriam muitas transições.

Depois vem o ordenado. Recebe 3M limpos no PSV. Dificilmente o jogador aceita descer o salário em mais do que 500m e dificilmente aceita um contrato inferior a 3 anos. Com um contrato de 3 anos a receber 2.5M limpos e pagando a sua clausula, seria um custo de 20M para uma utilização espectável de 30 jogos/época e sem qualquer retorno financeiro no final.

Portanto imaginem que os salários do melhor marcador do campeonato (Darwin com 26 golos) e do jogador com mais assistências (Rafa com 16 assistências) juntos são pouco superiores ao que Gotze vinha auferir. Gotze que na Liga Holandesa, onde não apanha tantas equipas fechadas como aquelas que aqui terá, marcou 4 golos e fez 4 assistências. Nós por pouco mais dinheiro tivemos 2 jogadores que em conjunto fizeram 34 golos e 20 assistências. Estão a perceber do que estamos a falar aqui?

Há 2 anos atrás tivemos uma grande lição chamada Cavani. Para vir queria 5M limpos ao ano (e até podiam ser os mesmos 3 que Gotze recebe que ia dar ao mesmo), 3 anos de contrato e um prémio de assinatura. Isso implicaria um custo de mais de 30M sem qualquer retorno financeiro. No final acabou por vir um miúdo da segunda divisão espanhola por 24M e a receber a volta de 1/3 do que Cavani queria por ano. Ao fim de 2 anos esse miúdo rendeu mais do que iria render Cavani já nesta fase da carreira, custou ao Benfica a volta de 30M e existe a perspetiva de o vender acima dos 80M. Ou seja com um miúdo chamado Darwin tivemos mais rendimento do que teríamos e +50M nos cofres. Com Cavani teríamos menos rendimento e -30M nos cofres.

Estão a perceber a diferença? Estão a perceber porque é que eu bato aqui tantas vezes na tecla de não olharem a nomes mas sim a rendimento? Se não temos um scouting que com 20 milhões consiga arranjar algum jogador com maior rendimento do que aquele que o Gotze trará e sem problemas fisicos, então não estão cá a fazer nada.

Chega de meios jogadores que recebem como se valessem por 2. Giram o Benfica de forma racional e não de forma populista. Giram o Benfica para vencer títulos.

terça-feira, 31 de maio de 2022

O centro campista com melhores características para o estilo de jogo de Roger Schmidt.

Para deleite de muitos experts da bola que não perderão tempo para ridicularizar esta opinião vou dizer aqui qual é para mim o centro campista deste plantel com melhores características para sistema e estilo de jogo de Roger Schmidt. Esse jogador é Gabriel. É o melhor em pressão alta como se pode ver aqui, aqui ou aqui (vejam como é bom os jogadores da frente receberem umas bolas de vez em quando com espaço).

É também um jogador com chegada a área adversária como se pode ver aqui, aqui ou aqui.

É forte no penúltimo e último passe como se pode ver aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui.

Como bónus também é forte nas bolas paradas como se pode ver aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui.

Ainda por cima foi precisamente a jogar num sistema de duplo pivot de meio-campo onde se sentiu mais confortável no Benfica de Lage. Foi o único jogador do meio-campo titular nas 2 vitórias contra o Porto em 18/19 (algo que aconteceu apenas noutra ocasião desde 76/77). Mesmo em 20/21 a jogar fora da sua posição foi titular em 18 jogos com 15 vitórias, 2 empates e 1 derrota. Esta época foi emprestado e foi de longe o jogador em maior destaque (7 golos e 9 assistências).

E com tudo isto a seu favor nem a pré-época vai fazer (Roger Schmidt nem deve saber que tem este jogador) porque no Benfica se permite (e alguns casos fomentam) a criação de mitos sobre alguns jogadores. No caso do Gabriel é o picanhas dando a entender que é mau profissional e não se cuida quando na realidade é dos poucos que destoam pela positiva em termos físicos no plantel. Isto acontece porque é um tipo Brasileiro, sem boa imprensa e que veio de um clube menor de Espanha. Somos cada vez mais um clube que ignora o esforço e o rendimento e premeia a mediocridade desde que ela seja de boas origens e tenha boa imagem.

E o Benfica não é isto. O Benfica que me apresentaram quando era criança era um clube exigente. Era um clube de inclusão e não um clube de elites. No Benfica que me apresentaram não existia o preconceito que existe hoje em dia com dezenas de jogadores. Vejam bem o que um Gilberto teve de passar no Benfica para começar a ser sequer respeitado. Vejam bem o que Darwin passou no Benfica durante um ano e meio. Ainda há 6 meses havia pessoal a querer despachá-lo.

Vejam como foram e são tratados alguns jogadores dos últimos anos. Andamos a insultar jogadores que fizeram parte do único Benfica que muitos de nós viram papar títulos atrás de títulos. Jogadores que fizeram parte ativa do melhor período da nossa história nos últimos 30+ anos. E não estou a dizer que aqueles que ainda estão no clube devem ficar no plantel. Para alguns deles a altura que podiam ser mais valias já passou. Mas pelo menos tenham algum respeito.

Anda toda a gente indignada porque não conseguimos despachar o André Almeida, Seferovic, Pizzi, Meite, Gabriel, Taarabt, etc. Como é que querem que tenham mercado se pouco ou nada jogam e como bónus maior parte deles são pintados como maus profissionais com a ajuda/anuência do próprio clube?

Nós somos um autentico fenómeno. A única equipa que perde por causa dos gajos que andam pelo banco e pela bancada em mais de 80% dos jogos. Será que ninguém pensa um bocado pela própria cabeça e se dá o clique para perceber que se calhar se perde por causa dos que jogam em mais de 90% da época? Será que ninguém se questiona porque é que a maioria dos titulares não têm mercado? Principalmente aqueles que estão na idade perfeita para os grandes clubes?

E vai ser assim que a pouco e pouco nos vamos afundando neste buraco. Num buraco de mesquinhez que nos vai aproximar cada vez mais da falência desportiva e mais tarde económica.