sábado, 15 de janeiro de 2022

Um jogo a imagem de uma entrevista

Os 90 minutos de hoje mostraram porque é que eu critiquei os 90 minutos da entrevista de Rui Costa. Em vez do safanão que o Benfiquismo necessitava e de uma tomada de posição contra a podridão em que o futebol português está mergulhado tivemos uma conversa de alguém que parecia que estava noutro planeta. Sem qualquer noção da realidade e do que se passa a sua volta.

Rui Costa, o árbitro, com a ajuda do VAR não se fizeram rogados pela benevolencia dada e roubaram como quiseram. Um festival. Saíram da Luz felizes e com a garantia de terem muitos jogos para fazer até ao final da época. A 3k cada jogo é só fazer as contas.

O resto foi para dentro de campo com os jogadores. Entraram em campo sem garra, sem vontade, derrotados. Vê-se na cara e na postura deles que estão saturados, infelizes. Fica a ideia que muitos deles só quer sair do filme onde estão metidos. E cabe aos responsaveis pelo futebol perceber porquê. Eu desconfio...

Hoje tirei também um bocado para percorrer as redes sociais antes do jogo. E era enternecedor ver aquela malta toda extasiada por irem ter o Paulo Bernardo a jogar com o João Mário e o Weigl. Era este o meio-campo que ia finalmente transfigurar o futebol do Benfica. Pois bem. Gostaram???? Hoje na Luz esteve provavelmente a pior equipa que nos visitou esta época. E mesmo assim, a jogar com 10 jogadores em 30 metros, conseguia sair para o contra-ataque com uma facilidade inacreditável.

Infelizmente hoje, depois do que senti e vi após o jogo, acho que chegamos aquele ponto onde vai ser muito dificil recuperar. Pelo menos no curto / médio prazo. Somos um clube completamente fragmentado. E sempre que começarmos a tentar sair do buraco ao minimo desaire vamos voltar lá para o fundo.

Ansioso por mais 90 minutos do nosso Jorginho

 

Mas que 6M ao ano mais bem gastos. Vale cada cêntimo que recebe a mais do que Jonas recebeu. O posicionamento, a agressividade, a velocidade, a inteligência, a qualidade de passe, a segurança na saída de bola, o espirito de entreajuda naquele ultimo lance em que Paulo Bernardo levou cartão. Que regalo.

E do grande passe no golo não falas? Pergunta o Weiglismo. De uma bola que deveria sair tensa para que Seferovic podesse ficar em posição de finalização saiu um balão que o obrigou inclusivamente a esperar por ela. Quando a recebeu já com 2 homens em cima de si conseguiu dar para a entrada de Gonçalo Ramos que teve um grande pormenor a tirar um adversário da frente.
 
 
Eu dou-lhe mérito por pelo menos ter feito um passe vertical, mesmo que mal executado. Mas é impressionante como um golo onde mais de 90% do mérito é dos 2 avançados, se transformou em 100% para Weigl. Até serviu para ser considerado um dos melhores em campo.
 
 
Isto não é nada contra a página em questão. Nota-se que são uns tipos porreiros e que respiram Benfica. A questão é que fomos formatados para não ver nada do que aparece no video de cima. Porque nos dizem que o grande Weigl não falha passes (ficariam, e vão ficar admirados da quantidade de bolas que ele perde em zonas proibidas), que se posiciona bem, que está mais agressivo, etc.

Vamos lá então a mais 90 minutos disto. Quanto ao resto espero que o Verissimo não tire o Morato para colocar Vertonghen e que não tire o Gonçalo Ramos. O Gonçalo tem grandes pormenores e ajuda bastante a defender. O que tem falhado é até num dos aspetos onde é mais forte. A finalização. Mas assim que a confiança voltar e a ansiedade desaparecer volta ao normal nesse aspeto.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

No verão de 93 o grande Toni disse

"O Benfica não pode estar 3 anos sem vencer o campeonato".

Estavamos numa das pré temporadas mais complicadas da história do Benfica. Com graves problemas financeiros. Mesmo assim tinhamos vencido a Taça de Portugal uns meses antes numa final mitica. Mas internamente, mesmo sem dinheiro, todos tinham a noção de que o Benfica não podia ficar tanto tempo sem vencer um campeonato.

Hoje, com um jogador dessa equipa como presidente estamos a meio da época a 7 pontos da liderança. Estamos a 5 meses de poder ficar 3 anos sem vencer, não só o campeonato, como qualquer titulo. Estamos bem financeiramente como o próprio afirmou mas não vamos ter mexidas no mercado de inverno apesar dos problemas gritantes que ficaram visiveis nos 3 clássicos de Dezembro.

De uma entrevista que devia servir para marcar uma posição sobre o que estão a fazer ao Benfica e para mostrar ambição em ainda lutar pelo campeonato, apenas saiu isto...

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

No país das maravilhas

Foi diretamente do país das maravilhas que Rui Costa decidiu falar aos Benfiquistas. Parecia que tinha sido transportado para 2030 e que tinhamos acabado de conseguir um histórico penta. Parece que nada se passa no clube. O navio navega em velocidade de cruzeiro. O capitão apesar de ter tido mais de uma década ao lado do anterior capitão está ainda a conhecer os cantos a casa.

Inocentemente esperava uma tomada de posição forte em relação a comunicação social e MP. E talvez alguma coisa sobre FPF, LIGA, CD e CA. Mas só no principio, logo para despachar, tivemos indiretamente uma envergonhada "ameaça" a CMTV (e estou a ser simpático em lhe chamar ameaça). Estamos num ringue de MMA a apanhar e já no chão quase sem nos mexermos o nosso presidente meteu o dedo no ar e educadamente (sempre) pediu respeito.

No futebol temos um treinador e um plantel maravilhosos. Aliás, o antigo treinador também era maravilhoso. O único problema foi mesmo o terrivel mês de Dezembro onde levámos 3 coças dos nossos rivais. Ficamos assim intrigados como é que com tanta coisa maravilhosa se levam 3 amassos seguidos de Porto e Sporting. Um dia que certamente Rui Costa nos ilucidará.

Quanto as magnificas obras e as coincidências em relação as mesmas vou deixar para outros comentarem.

P. S. Aproveitando que Weigl foi a sua terra natal eu sugeria que ele trouxesse uns destes da imagem em baixo. Passavamos a usar isto todos os jogos. Assim não se conspurcava o manto sagrado com tanta meninice.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

É para ir para a guerra Rui?

Após uma jornada onde deviamos ter ficado a 4 pontos da liderança mas continuamos a 7 eis que na comunicação social as coisas dão uma volta de 180º e nós é que somos dados como os beneficiados da jornada.

Foi bom o Benfica ter mostrado a diferença de critérios entre o golo validado ao Estoril no nosso empate e o golo anulado ao Porto. Mas se depois na BTV classificam a vitória do Porto como justa então fica dificil. Assim que começou o falatório a pedir a expulsão de Otamendi só deviam ter mostrado a imagem em baixo.

Não sei o que Rui Costa vai dizer hoje. Foi bom a CMTV não ter direito a perguntas nas conferências de imprensa de Nelson Verissimo. Se for para os rasgar de cima a baixo, tal como o MP então começam a ir no caminho certo. Mas não se podem ficar por aqui. Liga, FPF, CD e CA têm de ser rachados de cima a baixo também. O que aconteceu no ultimo ano e meio em termos de arbitragem e disciplina é escandaloso.


 

Não temos um penalty a nosso favor com influencia na luta pelo titulo há 2 épocas. O último foi em Setúbal em 19/20. Na época passada fomos a equipa com menos adversários amarelados e nesta época só temos Paços e Vitória a nossa frente. Custa muito mostrar isto na BTV e nas redes sociais do clube?

Se o Rui Costa usar esta entrevista para partir para a guerra então depois cabe-nos a Nós irmos com ele. A linha editorial dos programas vai ser sempre a atacar o Benfica como se viu após os jogos desta jornada e aí cabe aos comentadores afetos ao Benfica perceberem o grau de importância que eles vão ter na defesa do clube.

Mas depois cabe também a Rui Costa perceber que tudo isto só funciona vencendo ou no minimo sendo competitivos dentro de campo. Porque se depois somos trucidados a cada jogo que fizermos contra um rival fica dificil estar a atacar somente os inimigos externos. E num Benfica competitivo não cabem Weigls.

Eu percebo que despachar Weigl é das decisões mais impopulares de sempre porque nem sequer metade do investimento conseguimos recuperar num jogador que a maioria dos adeptos acha ser o melhor da equipa. Mas tem de ser tomada. A decisão mais impopular da ultima década (renovação de Jorge Jesus) deu-nos um tetra inédito. Esta pode também começar a tirar-nos deste buraco que foi o retrocesso de 10 anos em termos de mentalidade desportiva.

Se não o fizerem eu aqui vou pela via mais dificil que é tentar abrir os olhos dos adeptos para a mentira que este jogador é. Para perceberem a diferença do que dizem e escrevem dele para o que realmente ele (não) faz em campo. E acreditem que até ao fecho do mercado ainda o vou rasgar aqui a bruta.

domingo, 9 de janeiro de 2022

Não dá para acreditar.

Não conseguir segurar um jogo em casa contra o Paços a jogar com 10? Ter de meter mais um médio para não acabarmos a perder pontos num jogo destes? Que caso de estudo este.

Não dá. Não vai dar. Se o 4-4-2 for para manter com Weigl vai acontecer o que aconteceu na segunda volta de 19/20 ou nos 2 meses seguintes após ter recuperado a titularidade em 20/21. Vai ser um descalabro. Se mudarmos para o 4-3-3 vai ser só disfarçar. Se o Boavista fizer um jogo parecido com o que fez contra o Braga na Taça da Liga nem a final vamos.

Nunca vi uma miséria tão grande na minha vida. Mau, mau, mau. Exasperante. Eu não consigo aguentar sequer mais meio ano disto quanto mais os 2 anos e meio de contrato que ainda faltam.

Uma GUERRA que tem de ser tratada como uma GUERRA

Durante mais de um ano através dos emails roubados ao Benfica por um justiceiro selectivo, tudo do clube num periodo de 10 anos foi vasculhado. Variadas vezes recorreram a truncagens dessa informação ao nível de um sketch do gato fedorento para colocarem o nome do clube na lama. Noutras, sem qualquer pudor, decidiram divulgar conversas privadas apenas para dividir o clube.

Com o sistema informático reforçado passou a ser a própria justiça a reboque de investigações criminais a fazer o papel da velhinha quadrilheira do prédio. É nesta merda que se transformou a justiça portuguesa. Uma fonte de tricas despejadas diretamente no lodo da comunicação social. Continuamos assim a ser espiados através de dezenas de buscas e de escutas diretamente ligadas aos escritorios da Cofina (o mesmo que dizer dos adversários). 

Entretanto mais a norte temos isto que se vê na imagem em baixo. Temos claques que sabem de antemão das buscas feitas ao clube e que com a passividade da policia expulsam jornalistas do local. Pessoas que estão sempre no estrangeiro nos dias em que vão ser detidas.

Já aqui o escrevi mais do que uma vez. O objectivo disto tudo desde o inicio é isolar o Benfica. Começou pela cartilha silenciando a única defesa que ainda existia do Benfica na comunicação social. Passou pelo poder politico (Centeno alvo de buscas por causa de bilhetes para um jogo do Benfica). O futebol português é liderado por isto na FPF e isto na Liga. Na arbitragem está um autêntico pau mandado de Porto e Sporting. Todos os árbitros conotados ao Benfica desapareceram e todos os clubes apresentados como amigos do Benfica foram alvos de buscas também.

Isto na história do futebol português é o equivalente a II guerra mundial. Mas nós estamos nela como uns escuteiros que vão para um acampamento e nem os canivetes e as fisgas levaram consigo. Dentro e fora do campo. Desde que eu sigo o Benfica nunca precisámos tanto de HOMENS como agora. Infelizmente nunca o vi com tantos MENINOS.

O que eu pergunto é porquê Rui? Porquê esta submissão? Nunca o Benfica esteve tão em risco na sua história como nos dias que correm. E não é por estar a ser atacado de todos os lados. Inclusivamente pela própria justiça portuguesa. É porque não LUTA. Não REAGE.

De uma vez por todas entrem em campo só com HOMENS. E sejam HOMENS fora do campo para defenderem aquela malta. Para Nos defenderem. É só isso que é preciso para a onda crescer e levar tudo a frente.