terça-feira, 1 de junho de 2021

Participação de Weigl e Gabriel nos golos do Benfica 2020/2021

Terminada a época decidi ir ver os golos do Benfica e a participação que tanto Weigl como Gabriel tiveram nesses mesmos golos. Em baixo coloco os golos onde cada um teve uma importância relevante nos mesmos. No caso de Weigl até tive um critério bastante mais largo nessa importância para não ser tão humilhante.

Começando então por Weigl que teve 2944 minutos esta temporada.

Benfica (3)-1 Farense

Benfica (2)-0 Belenenses

Benfica (4)-0 Lech Poznan

Benfica (1)-0 Portimonense

Benfica (3)-0 Belenenses

Benfica (1)-0 Rio Ave

Benfica (2)-0 Rio Ave

Agora Gabriel com 1736 minutos.

Famalicão 0-(2) Benfica 

Rio Ave 0-(1) Benfica

Rio Ave 0-(3) Benfica

Benfica (2)-1 Paços Ferreira

Benfica (2)-0 Lech Poznan 

Benfica (1)-0 Vilafranquense

Benfica (2)-0 Vilafranquense

Estoril 1-(1) Benfica

Guimarães 0-(1) Benfica

Guimarães 0-(2) Benfica 

As análises ficam a vosso cargo.

sábado, 29 de maio de 2021

Potes de fumo

https://24.sapo.pt/desporto/artigos/ministerio-publico-investiga-alegada-corrupcao-em-caso-de-doping-que-envolve-pote

Quantas capas de jornais se fariam em Portugal se fosse com um jogador do Benfica?  Quantas horas de diretos fariam as televisões nacionais? Como é do Sporting está tudo bem. Hoje até teve direito a receber o prémio "a bola de farsa" do jornal abola com uma entrevista para ajudar a limpar a sua imagem.

https://www.abola.pt/nnh/2021-05-29/arbitragem-bruno-paixao-ganha-processo-a-fpf/892050 

Outra noticia que passou despercebida. Passados 10 anos e já depois de abandonar a arbitragem, deram razão a Bruno Paixão num caso contra a FPF. Não deixa de ser curioso perceber que Bruno Paixão deixou de ser internacional porque lhe viu ser revista uma nota em baixa após reclamação do Sporting. Quando apareceram uns emails do Benfica em que se reclamou também de uma nota do árbitro Rui Costa, foi considerado um escandalo nacional. Neste caso só mesmo encontrando a noticia escondida e lendo tudo é que ficamos a saber destas coisas.

No meio disto tudo parece que o Benfica já escolheu o diretor geral para a próxima época e na Cofina já começou o ataque. Sempre com as mesmas cenouras. Primeiro dizendo que tem ligações ao Porto (ao que parece até rejeitou ir para lá) e que é portista (ao que parece até é Benfiquista, embora o trabalho de Tiago Pinto mostre que não é o requisito mais importante). Depois (e sempre) a ligação a Jorge Mendes, esse monstro do futebol mundial quando trabalha com o Benfica e o melhor agente do mundo quando trabalha com Porto e Sporting.

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Como se perde uma Taça

Começou com a estrutura que antes do jogo mais importante da época não foi capaz de dizer uma palavra acerca do campeonato vergonhoso que tinha terminado. Viu ser nomeado, sem qualquer critica, um dos responsaveis por nos arrumar na fase decisiva da época (2 penalties contra Guimarães e Nacional que nos dariam mais 4 pontos) e que protagonizou um dos maiores roubos da década no famoso Paços vs Porto. Mas a cereja no topo do bolo ainda foi um vice-presidente atacar o próprio treinador da equipa.

Depois vem o treinador que a 4 dias da final, já sem nada para conquistar no campeonato, decidiu colocar em campo mais de meia dúzia de jogadores que iam ser titulares na Taça, enquanto do outro lado já preparavam a final há mais de um mês. Com isso perdeu o jogador mais importante para a final. Tudo porque quis ser o campeão da 2ª volta e tentar provar que o falhanço da época teve a ver com o covid. E o problema nisso é ele ter sentido a necessidade de o fazer. Sentiu porque todos os anos a MDCSDQT passa as épocas a fragilizar os treinadores do Benfica sem qualquer protecção da parte do clube. Já foi assim com Rui Vitória e com Lage mesmo quando tinha 1 empate e 1 derrota em quase 40 jogos. E já foi e continua também a ser assim com alguns dos jogadores.

Depois dentro de campo vem o cocktail mortifero. Começemos pelo lance da expulsão. Obviamente foi mais uma filha da put**** de Nuno Almeida, mas a verdade é que apareceu um jogador isolado. Agora reparem como a bola é metida nas costas da defesa do Benfica. Reparem bem no tempo e espaço que o jogador do Braga teve para meter a bola. Teve mais de 3 segundos de frente para a nossa defesa a espera da desmarcação dos colegas com Grimaldo a 3 metros dele. O unico esboço que teve foi levantar a perna a espera que a bola por milagre lhe batesse aquela distância. Do outro lado viram alguém a permitir isto a algum jogador do Benfica? É que nem de costas para a baliza deles quando mais de frente.

O segundo momento crucial do jogo é o golo sofrido em cima do intervalo. Obviamente aqui o maior culpado é Vlachodimos. Mas basta olhar para a jogada para ver algo que já aconteu vezes sem conta esta época. Uma bola vem da defesa pelo ar, Weigl tal como em Alvalade é lento a atacar a bola e deixa-a bater no chão 2 metros a sua frente. Teve depois de ir disputar a bola de cabeça e ela vai para um adversário que a bombeia para as costas da nossa defesa. No seguimento em vez de acelerar para tapar aquele espaço a frente da defesa reparem na passada dele. Foi o maior culpado? Não. Mas novamente não estava onde devia estar e novamente abordou toda a jogada com uma falta de agressividade e intensidade que nem em treinos pode acontecer. Quanto mais numa final. E foi assim toda a época. Foi na Grécia, no Dragão, em Alvalade e por aí fora.

Assim enquanto este cocktail entre arbitragem, falta de defesa do clube e jogadores sem os minimos de competitividade exigiveis as épocas vão continuar a ser como esta.

segunda-feira, 24 de maio de 2021

Da minha parte peço desculpa

Desculpa a Helton, Vlachodimos, Svilar, Diogo Gonçalves, Gilberto, André Almeida, Diogo Gonçalves, Lucas, Otamendi, Vertonghen, Jardel, Morato, Grimaldo, Nuno Tavares, Rafa, Pedrinho, Gabriel, Weigl, Taarabt, Pizzi, Chiquinho, Samaris, Everton, Cervi, Seferovic, Darwin, Walshmidt, Gonçalo Ramos, Jesus, equipa técnica e todos os que me tenha esquecido aqui.

Independentemente da capacidade de cada um, passaram esta época o que nenhum outro jogador/treinador do Benfica passou desde que eu vejo futebol. Muitas vezes tenho dito aqui nos últimos anos, que o que se está a passar no futebol português é pior do que aconteceu no apito dourado. Esta época, todas as semanas, estes homens foram gozados sem qualquer tipo de defesa vinda do próprio clube ou da maioria dos próprios adeptos. Ninguém merece passar o que eles passaram.

O futebol português está num nível tão mas tão rasca que nos próximos anos não volto a ver um jogo do Benfica acompanhado. Não digo que vou deixar de ver os jogos porque o Benfica é a minha droga, Mas o que para mim era um ritual vivido em familia e amigos com a paixão de ver o Benfica jogar, acabou. Aos poucos e poucos tornou-se apenas e só em 90 minutos de um exercicio de auto-controle. E eu não quero estar constantemente a passar para o meu "lado negro" ao pé das pessoas que amo.

Quanto ao futuro do Benfica que todos percebam que para além das diferenças de opiniões entre jogadores, treinadores e dirigentes existe o Benfica. E por muito que se mude tudo, está em marcha há muito tempo uma guerra contra nós. Uma guerra contra à qual nem estamos a lutar. Andamos entretidos uns com os outros. E é isso que ainda dói mais. Aquele Benfica do minuto 72' do que qual eu tanto me orgulhei de ter participado naquela época está a desaparecer. Ou somos Um quanto tivermos de ser Um ou então isto vai continuar por muitos anos.

quinta-feira, 13 de maio de 2021

O ridiculo

Está a acabar a época. Vamos fazer um evento teste para ver se corre tudo bem e podemos avançar para o publico nos estádios na próxima época. Temos 2 opções.

1ª Opção

Vamos aproveitar a final da Taça de Portugal, num campo neutro e num dos estádios do Euro. Damos o mesmo número de bilhetes para cada equipa e sendo só um jogo, não só reduzimos o risco como ainda temos um maior controlo sobre o evento.

2ª Opçao

Vamos pegar na última jornada de um campeonato que sempre se jogou a porta fechada e onde ainda estão por decidir descidas de divisão e talvez lugares europeus. Vamos fazer 9 eventos teste em vez de 1 e damos só bilhetes as equipas que jogam em casa. É um claro atentado a verdade desportiva, fica mais dificil de controlar e é maior o risco.

Qual é a opção escolhida em Portugal?

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Mais um prego no caixão deste campeonato

Nunca desde que eu assisto futebol alguém tão "incompetente" esteve responsável pela Liga em Portugal. Hoje temos mais um atentado à verdade desportiva. Depois de 33 jornadas onde todos os clubes com excepção do Sporting durante 45 minutos contra o Nacional, foram privados do apoio dos seus adeptos no interior dos estádios, eis que a Liga de Pedro Proença acha conveniente abri-los na última jornada. Aquela que irá decidir descidas de divisão, e que embora remotamente, pode decidir também o segundo lugar de acesso directo a Liga dos Campeões.

Que nojo absoluto em que se tornou o futebol português onde não existe qualquer pejo em favorecer uns clubes em detrimento dos outros. São atropelos constantes a verdade desportiva. Nem sequer escondem. Está aí para todos verem. Onde anda toda a escumalha que durante anos tudo fez para escorraçar todo e qualquer dirigente que estivesse na frente de orgãos de decisão em Portugal quando o Benfica foi campeão?

E como se não bastasse ontem ainda sabemos disto. Leiam bem a noticia para se perceber no nivel degradante em que se encontra a Liga e a arbitragem em Portugal. Nunca os campeonatos em Portugal bateram tão no fundo como o tem acontecido nos últimos anos.

Nem com tudo definido desarmam

Mais uma jornada e mais um roubo. Já nem com a classificação definida desarmam. É absolutamente inacreditável o que se passa. Já ontem o Porto aos 10 minutos tinha um penalti e 3 adversários amarelados. Ora o Benfica vai em 2880 minutos para ter o mesmo numero de penalties e em 32 jornadas juntas ainda não viu tantos adversários com amarelos nos primeiros 15 minutos como o Porto teve só ontem.

Quanto ao jogo serviu para dar minutos a vários jogadores. Por um lado para ter o maior número possível deles com minutos de jogo para a final da Taça e por outro para começar a perceber quem fica para a próxima época.

E depois do que se viu na maior parte do jogo até parece loucura escrever isto mas a verdade é que sinto que temos um potencial tremendo. Temos ali jogadores que vão atingir um nível muito alto. E como disse Rui Vitória recentemente sobre Renato Sanches e a época 2015/2016, falta a cola para ligar esta equipa. E se isso acontecer podemos ser um caso sério nas próximas épocas.

Em relação ao titulo do Sporting até me doi ver Benfiquistas dar os parabens e a dizer que foram uns justos campeões. Se fosse um campeonato só entre eles e o Porto aí tinham mérito. Num despique a ver quem rouba mais é preciso dar mérito a quem se suplanta nessas matérias. Mas na realidade foi talvez a época mais negra do futebol português.

Portanto daqui não levam os parabéns de ninguém. Aqui, esta será sempre a Liga Palhinha. E aqui vou fazer questão de compilar tudo o que se passou neste campeonato. Desde os calotes que permitiram a uma equipa se reforçar em detrimento de um rival, dos adiamentos de jogos para uns e da recusa para outros, das arbitragens miseráveis e até do inédito caso mundial de um jogador atingir o limite de cartões sem cumprir castigo. Esta liga teve de tudo o que uma competição justa não deve ter.