terça-feira, 21 de setembro de 2021

Os sinais continuam lá

Mais uma vitória mas num jogo cinzento. Não consigo gostar deste tipo de futebol. Com poucos jogadores na frente e com 0 risco. Hoje tivemos 67% de posse de bola. Fizemos 8 remates a baliza e apenas 6 enquadrados. Em casa contra um Boavista que nem sequer veio com o autocarro e conseguiu fazer mais remates do que nós.

Tenho de destacar mais uma vez os centrais. Não só a defender como a atacar. Lucas Verissimo tem uma qualidade de passe impressionante. Na primeira oportunidade de golo e no terceiro golo faz 2 passes magistrais nas costas da defesa do Boavista. Já no primeiro golo foi Otamendi também a meter uma bola nas costas da defesa do Boavista e no segundo conseguiu ganhar a bola ao segundo poste e colocá-la a boca da baliza.

Outro destaque vai para o Darwin. Um dos jogadores mais criticados do plantel porque não tem ginga e principalmente boa imprensa. Apenas é dos jogadores mais rápidos, fortes e potentes da liga. Coisas que não são apreciadas hoje em dia no Benfica. Não fez pré-época e nos ultimos 2 jogos do campeonato fez 4 golos, sendo já o melhor marcador da equipa.

Quanto ao resto já o disse no último post. Os sinais continuam lá. Sempre os mesmos erros e dos mesmos jogadores. Já vamos em mais de 120M para andar a disfarçar esses erros. Esperemos que sejam suficientes para chegar ao final da época com o 38.


domingo, 19 de setembro de 2021

Jornada Europeia

Na terça-feira tivemos uma grande oportunidade para ganhar vantagem na luta pelo apuramento do nosso grupo. Com uma vitória em Kiev e com a derrota pesada do Barcelona em casa com o Bayern, eles vinham à Luz na próxima jornada sobre brasas. Podiamos cavar aí um fosso de 6 pontos porque neste momento eles estão perfeitamente ao nosso alcance.

Mas o que aconteceu mais uma vez em Kiev foi o que aconteceu já muitas vezes. Muita posse de bola mas poucas oportunidades. É demasiada posse de bola estéril, sempre mais a espera que o adversário cometa erros em vez de os forçar. E é isso o que me desilude neste Benfica e neste esquema tatico. O Dinamo nos 3 minutos que apertou connosco criou tantas oportunidades como nós em 90.

E só não saímos pior de lá porque uma bola foi a trave (tal como em Eindhoven), porque Vlachodimos salvou mais um jogo (tal como em Eindhoven e na Luz com o PSV) e porque no golo anulado houve um fora-de-jogo anterior. E como é que o Dinamo marcou esse golo? Como é que o PSV esteve quase a marcar aos 85' em Eindhoven? Como é que sofremos o golo contra o Tondela?

Os sinais continuam lá. Os problemas continuam lá. Felizmente neste inicio de época ainda não sofremos nenhum dissabor com isso. Mas esteve muito perto de acontecer na eliminatória contra o PSV e neste jogo em Kiev. E não estamos a falar de colossos da Europa.

Até Janeiro vai ser assim e é esperar que até lá consigamos manter a liderança da Liga e o apuramento na Liga dos Campeões porque temos hipoteses neste grupo. O Barcelona continua a ter grandes jogadores mas é um clube que está em cacos. É preciso é aproveitar as oportunidades. Já desperdiçamos uma de sair da Ucrania com 3 pontos. Temos outra com o Barcelona de ganhar vantagem no confronto direto com eles, mas se não vencermos já ficamos numa posição delicada.

Quanto ao Sporting começa a ficar visivel o erro histórico que eles cometeram ao não segurar o João Mário. Já se sabia que em várias competições e a ter de usar as segundas linhas os problemas iam começar a aparecer. No entanto outros elementos do plantel já foram chamados para o salvamento na Amoreira. Tiago moedas Martins lá estará para não os deixar cair.

Para a Luz vai Hugo Miguel. Um ano depois de também na sexta jornada com o Boavista lhes ter permitido sovar os jogadores do Benfica durante 90 minutos, Foram 31 faltas assinaladas. E cartões só saíram depois dos 60. Não deve ser diferente desta vez.

Em termos de nomeações já todos vimos o nojo que são para os 3 jogos grandes. Não é novidade nenhuma. Mas algo que passou pelos pingos da chuva é Rui Costa e Artur Soares Dias terem ficado na jarra porque não roubaram o Benfica. Porque não aproveitaram o lance de Vlachodimos para o expulsar. Seria mal expulso mas toda a comunicação social estaria pronta para durante a semana fazer a limpeza do erro, Assim estiveram a semana toda a tentar fazer de uma boa decisão, uma decisão errada. E sem fazerem qualquer jogo nesta jornada são menos 3000€ para cada um e o aviso para todos os restantes árbitros. É assim a olho nú que os árbitros são condicionados. Tão simples e eficaz quanto isto. Se não roubas o Benfica são menos 3000€ (ou mais) na conta na(s) próxima(s) semana(s).

sábado, 11 de setembro de 2021

Análise ao mercado

Depois de mais uma janela de transferências apenas foi resolvido 1 dos 3 grandes problemas do plantel. João Mário foi sem dúvida a grande contratação nesta pré-época que veio colmatar um problema que tinhamos na posição 8. Mas os outros 2 grandes problemas ficaram por resolver. Defesa esquerdo e número 6.

Grimaldo mais uma vez ficou. É o nosso Beto que em vez de ser associado todos os anos ao Real Madrid é associado ao Nápoles. Percebeu-se que a ideia até era vender, mas mais uma vez as propostas não chegaram. Ficaram dois extremos direitos adaptados a laterais para lutar pelo lugar. Vamos ver se Lazaro pode ser util aí.

Para a posição 6, apesar de não esconderem que era uma prioridade, a única coisa que mudou é que saiu um número 8 adaptado a 6 (colocado a treinar a parte do plantel) e entrou outro 8 para ser adaptado a 6. Ficamos assim a saber que o problema do Benfica nessa posição era do suplente com quem nos 18 jogos a titular tivemos 15 vitórias, 2 empates e 1 derrota. O bode expiatório foi Gabriel que não foi titular em NENHUM dos jogos chave que nos afastaram dos objectivos (e apenas em um deles, na derrota em Alvalade, fez mais de 45 minutos). A prioridade não era assim substituir o titular que esteve em TODOS os jogos que nos afastaram dos objectivos. Lógicas que eu não percebo.

Quanto ao resto acho que fizemos boas contratações e bons jogadores são sempre bem vindos. É sempre bom melhorar uma posição. A questão é que o dinheiro que se gasta numa posição onde já estamos bem servidos tornava-nos muito mais fortes reforçando posições onde realmente estamos necessitados. Por exemplo no ataque era possivel fazer dinheiro e ainda assim ficarmos fortes nessa posição. Mas acabamos a gastar mais do que recebemos. E eu gosto muito de Yaremchuk mas será que marcava mais de 25 golos cá na época passada? Foi mesmo por aí que que tivemos uma época desastrosa?

De positivo nos primeiros jogos, para além dos excelentes resultados, foi o espirito da equipa. Nota-se que existe um grande compromisso de todos. Mas a verdade é que nestes jogos também se viram problemas antigos. Também se viram fragilidades. Apesar da passagem contra o PSV e daquele jogo em Eindhoven eles foram quase sempre superiores nos 180 minutos e tivemos a sorte do nosso lado (com um momento Bryan Ruiz a mistura).

Felismente conseguimos a passagem porque caso contrário iamos perder um oou mais jogadores importantes. E reforço o importantes. É que os clubes não compram jogadores pela boa imprensa. Analisam vários jogos e o rendimento dos jogadores. E é por isso que temos um super defesa-esquerdo que nos últimos 5 anos ninguém veio buscar e um super médio que também não teve qualquer proposta.

Resta agora esperar que mesmo assim as coisas corram bem. Que este espirito se mantenha porque já hoje vai ser preciso. Tanto pelo adversário como pela equipa de arbitragem nomeada.

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Ultima oportunidade para defender o Benfica

https://videos.sapo.pt/T8TOSlSircUi1IPMSPW5?jwsource=cl

Em tempos de VAR isto não é matéria de escrutinio em programas futebolisticos. Isto é caso de policia. É tão simples quanto isto. É esta a única vantagem do VAR em Portugal. É a de perceber que existe corrupção perpetrada de forma descarada. O mais curioso neste lance é que acabou por ser a reposição mais rápida de bola ao longo de todo o jogo por parte do Tondela.

E vamos a esta parte. Antijogo em Portugal é algo que já é banal. Antijogo com o beneplacito de um árbitro também não é novidade nenhuma. Agora um árbitro ser parte ativa desse mesmo antijogo é que começa a entrar noutra dimensão. Hoje o próprio árbitro parou o jogo para serem assistidos jogadores com caibras, impediu reposições rápidas (e a justiça divina transformou uma dessas em golo num canto), e até para ser alterado o local de marcação de faltas dentro da área do Benfica por causa de um metro. Quanto ao critério disciplinar vou deixar para outro post porque é do mais elucidativo que pode existir para demonstrar o estado atual do futebol português.

Tiago Martins (e também Hugo Miguel) sempre foi e será uma merda de árbitro e de pessoa. O Tiago Martins não precisa de incentivos extra para fazer o que fez hoje na Luz. Já o fez vezes sem conta e nota-se que o faz com prazer. Mas a maioria dos árbitros hoje em dia faz o mesmo que o Tiago Martins porque sabem que a longevidade da sua carreira e os 3.000€ por jogo, 10k a 15k mês, 100k a 150k ano e 2+M ao longo da carreira dependem disso.

E a preparação para este jogo começou antes. 2 dias antes do jogo é aplicado um castigo de 5 jogos a um jogador do Benfica por uma expulsão ocorrida 3 meses antes. Eu já nem quero entrar na desproporção deste castigo comparando com os outros não castigos em situações incomparavelmente mais graves. Eu quero mesmo é focar-me na suspenção de um jogador 3 meses depois de uma expulsão e anunciada 2 dias antes de um jogo que já estava a ser preparado com esse jogador. Estou a falar por exemplo no caso de João Mário que comete a infracção a jogar num clube, não é castigado sequer nessa mesma época desportiva e acaba a cumprir castigo 7 ou 8 meses depois na época seguinte quando já está num clube rival.

Se é para o Benfica andar a fazer comunicados com o "estamos atentos", "estranhamos" isto e aquilo, etc então mais vale a pena não escreverem nada. Estamos em 2021, numa competição que gera milhões de euros e que não só não é capaz de decidir um castigo de uma jornada para a outra como não demonstra ter qualquer critério no tempo e na forma de análise de diferentes casos. São atropelos atrás de atropelos a verdade desportiva numa prova onde se devia fazer de tudo para ser o mais equitativa possivel em relação a todos os clubes.

É preciso mais do que isto para pedir a demissão desta corja toda do futebol português? De uma vez por todas comecem a defender o Benfica. E se não estão em condições de o defender então não servem para o Benfica. Tão simples como isto.

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Parabens a todos

Não foi uma elimatória brilhante da nossa parte mas a forma como conseguimos segurar o empate ontem tornou-a épica. Grande espirito de sacrificio e de união e uma organização a fazer lembrar as melhores equipas de Jesus.

É dificil estar a destacar alguém depois de um jogo destes mas vou fazê-lo com Otamendi. Teve apenas uma semana de férias, entrou na equipa já no final da pré-época e tem feito os 90 minutos em todos os jogos. Ontem fez um jogo assombroso. Um verdadeiro capitão.

Não ter entrado na Liga dos Campeões seria catastrofico e ia deixar-nos numa posição delicada no que falta do mercado. Com milhões para poder investir e com uma força negocial reforçada temos uma grande oportunidade para subir o nível do plantel.

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Engolidos

Mais um abre olhos ontem. O enésimo.

De Grimaldo nem me vou estender muito em comentários. Grimaldo tem 25 anos (5 como titular do Benfica) e um miudo de 19 fez o quis dele (como faz qualquer jogador mediano em Portugal). Ganhou-lhe TODOS os duelos de 1x1. Teve de ser um central de 20 anos a dobrá-lo constantemente. São anos disto e é um pesadelo que parece que só irá terminar daqui a 2 anos quando terminar contrato (se não lho renovarem ainda).

Quanto a Weigl aconteceu o esperado. Na semana passada falei aqui da exibição miserável que fez contra o Spartak enquanto todos o enchiam de elogios. Disse que com uma equipa mais forte como o PSV, os 3 centrais e João Mário não iam ser capazes de disfarçar a sua mediocridade. E o resultado ficou a vista. Fomos completamente engolidos. Jogar de cadeirinha com os outros a fazerem o nosso trabalho é fácil. Quando tem de se chegar a frente para o fazer o dele é que é pior.

Sem exagero o PSV teve mais de uma dezena de ocasiões em que apareceu com a bola controlada de frente para a nossa defesa. E não estamos a falar maioritariamente de contra-ataques. Muitas eram jogadas de ataque organizado onde ficavamos a olhar para o campo a procura do nosso trinco. No golo sofrido fez o que tem feito em todos os jogos cruciais desde que chegou, ou seja, não fez nada. Em vez de ajudar Otamendi que apanhou com um adversário embalado de frente para a nossa baliza ficou a olhar para ele e no momento do remate virou o rabinho como faz sempre nestes lances.

Em termos ofensivos viu-se mais uma vez que existem melhores que ele. Mesmo em Portugal e em equipas modestas. Mesmo no próprio clube. Andar no meio dos centrais a meter a bola de um lado para o outro todos conseguem. Já com uma equipa agressiva que saiba fazer pressão falhou várias vezes. Demasiadas vezes.

Se ontem tivessemos os centrais que tinhamos há 2 anos atrás (Ruben, Ferro, Jardel e Conti) não tenho qualquer duvida que tinhamos sido goleados. É ali que param quase todos os ataques adversários. Na primeira parte, enquanto os 3 da frente e João Mário tiveram gás para pressionar, ajudar a defender e ainda arrancar em contra ataques, conseguimos disfarçar os nossos problemas. Quando morreram logo no inicio da segunda parte foi deprimente. Todos sofrem do sindrome Taarabt. Sem Weigl aguentam os 90 minutos. Com ele nem chegam aos 60. E não é dificil de perceber porquê. Vejam os videos neste link e o esforço fisico que os jogadores têm de fazer neste sistema em constraste com o 4-4-2. Vejam a diferença do Benfica a sair em contra-ataque num e noutro sistema. Isto desgasta uma equipa não só fisicamente como emocionalmente.

De uma vez por todas metam na cabeça que Weigl anda há anos a sobreviver graças à boa imagem que conseguiu adquirir quando fazia parte daquela super equipa do Dortmund. Não é por acaso que depois de essa equipa ter sido desmantelada foi perdendo o lugar e acabou no Benfica. Não é por acaso que ele faz um esforço extra nas suas redes sociais como fez ontem e como já o tinha feito num Benfica vs Guimarães em que saiu aos 30'. Ele sabe que o tombo na carreira vai ser gigante quando sair daqui. E sabe que só mesmo fora do campo consegue manter esta imagem.

Temos pouco mais de 10 dias para tentar salvar uma época. E sei que não estou a exagerar. Mesmo tendo 5 vitórias em 5 jogos e um plantel já mais parecido com os anos em que conseguimos ser Tetra Campeões, não vai ser suficiente. Nenhuma equipa, por muito boa que seja, aguenta 10 meses com o travão de mão puxado. Mesmo este entusiamo de inicio de época entre os jogadores vai-se dissipar com o tempo e com o desgaste de andar a fazer uma maratona com 2 sacos de cimento as costas. Vendam de uma vez por toda estes 2 jogadores e arranjem jogadores a sério para as suas posições. Já o disse aqui no mercado de inverno da época passada, ainda em Janeiro, que no espaço de 2 meses estariamos afastados de tudo, e que Vieira cairia. E foi o que aconteceu. Hoje digo o mesmo de Rui Costa e Jorge Jesus. Ou acabam com esta brincadeira de vez ou vão cair também porque no futebol só se sobrevive com vitórias.

No sábado já se percebeu que é um jogo onde vão ser colocadas muitas fichas para perdermos pontos. Contra uma boa equipa, a termos de poupar vários jogadores e já com o pensamento no jogo que pode decidir grande parte da época foi nomeado Nuno Almeida. Realmente fazem o que querem ao Benfica. Depois de nos roubar uma Taça de Portugal há 2 meses, de ter sido convidado a fazer mais um ano para lá do limite de idade e de na semana anterior ter dado mais um espetaculo deprimente em Famalicão é colocado num jogo destes. E já agora acham que o "sorteio" ter ditado, entre ambas as eliminatórias da Liga dos Campeões, duas das deslocações mais longas que o Benfica tem é coincidência?

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Segunda Jornada

Na Pedreira vitória por 2-1 do Sporting com um penalti por marcar contra o Sporting. Ainda na semana anterior tiveram um penalti por uma mão. 7 dias depois já não houve nada.

Em Famalicão mais uma vitória à Porto. Um penalti por assinalar num lance semelhante a tantos outros que lhes resultaram em penalties favoráveis. Como se não bastasse ainda se viu uma manipulação nojenta de frames para invalidar o golo do Famalicão. Destaque ainda para não ter sido dado sequer uns segundos dos 3 minutos em que o jogo esteve parado para analisar o fora-de-jogo. Por vezes são estas "pequenas" coisas que demonstram bem a missão com que eles entram em campo.

Nuno Almeida é mais uma das provas de que um apito dourado está em pleno funcionamento. Para quem não sabe, a época passada deveria ter sido a sua última. Fez o que fez no Paços de Ferreira vs Porto e supostamente apenas apitou a final da Taça porque era o seu último jogo. Depois de mais um roubo ao Benfica teve o prémio de poder fazer mais uma época para lá da idade limite.

Na Luz mais uma decisão revertida pelo VAR. Desta vez um golo inacreditávelmente invalidado por fora-de-jogo quando o passe foi feito por um jogador do Arouca. Pode parecer que não interessa, dado o resultado na altura, mas nunca se sabe quando o campeonato não é decidido por um golo.

Em relação ao jogo confirmou-se, tanto na conferência de antevisão, como depois pelo 11 inicial, a razão de jogarmos em 3-4-3 mesmo contra equipas mais fracas. Desta vez Jesus não teve problemas de jogar em 4-4-2 mesmo com uma defesa com Gilberto, Morato e Gil Dias. Em termos de Benfica ficam os seguintes destaques.

Yaremchuk vai ser mesmo reforço. Arriscou a sua popularidade ao elogiar daquela forma André Almeida. E assim já tem alguns a morder-lhe as canelas. Para mim é mais uma grande qualidade que demonstra ter. Entrar num balneario, olhar para os titulos que estão por cima dos cacifos de cada jogador e perceber a importância que têm para o clube.

André Almeida vai ser outro grande reforço.

Finalmente sobre Meite fica aqui o que diz o GoalPoint:

"Não se deu por ele na construção ofensiva (mas fez cinco passes ofensivos valiosos) mas fez-se notar a defender/apertar o cerco ao Arouca, com quatro acções defensivas no meio-campo adversário (apenas Gil Dias fez mais), 12 recuperações de posse (máximo do jogo) e quatro duelos aéreos defensivos noutros tantos disputados."

Não fez uma grande primeira parte mas na segunda limpou tudo e assumiu o jogo pegando na bola e indo para cima dos adversários. Uma diferença abismal para o jogador mais bem pago da história do Benfica. Um jogador que se adapta ao sistema de jogo da equipa e não o contrário.