terça-feira, 1 de junho de 2021

Participação de Weigl e Gabriel nos golos do Benfica 2020/2021

Terminada a época decidi ir ver os golos do Benfica e a participação que tanto Weigl como Gabriel tiveram nesses mesmos golos. Em baixo coloco os golos onde cada um teve uma importância relevante nos mesmos. No caso de Weigl até tive um critério bastante mais largo nessa importância para não ser tão humilhante.

Começando então por Weigl que teve 2944 minutos esta temporada.

Benfica (3)-1 Farense

Benfica (2)-0 Belenenses

Benfica (4)-0 Lech Poznan

Benfica (1)-0 Portimonense

Benfica (3)-0 Belenenses

Benfica (1)-0 Rio Ave

Benfica (2)-0 Rio Ave

Agora Gabriel com 1736 minutos.

Famalicão 0-(2) Benfica 

Rio Ave 0-(1) Benfica

Rio Ave 0-(3) Benfica

Benfica (2)-1 Paços Ferreira

Benfica (2)-0 Lech Poznan 

Benfica (1)-0 Vilafranquense

Benfica (2)-0 Vilafranquense

Estoril 1-(1) Benfica

Guimarães 0-(1) Benfica

Guimarães 0-(2) Benfica 

As análises ficam a vosso cargo.

sábado, 29 de maio de 2021

Potes de fumo

https://24.sapo.pt/desporto/artigos/ministerio-publico-investiga-alegada-corrupcao-em-caso-de-doping-que-envolve-pote

Quantas capas de jornais se fariam em Portugal se fosse com um jogador do Benfica?  Quantas horas de diretos fariam as televisões nacionais? Como é do Sporting está tudo bem. Hoje até teve direito a receber o prémio "a bola de farsa" do jornal abola com uma entrevista para ajudar a limpar a sua imagem.

https://www.abola.pt/nnh/2021-05-29/arbitragem-bruno-paixao-ganha-processo-a-fpf/892050 

Outra noticia que passou despercebida. Passados 10 anos e já depois de abandonar a arbitragem, deram razão a Bruno Paixão num caso contra a FPF. Não deixa de ser curioso perceber que Bruno Paixão deixou de ser internacional porque lhe viu ser revista uma nota em baixa após reclamação do Sporting. Quando apareceram uns emails do Benfica em que se reclamou também de uma nota do árbitro Rui Costa, foi considerado um escandalo nacional. Neste caso só mesmo encontrando a noticia escondida e lendo tudo é que ficamos a saber destas coisas.

No meio disto tudo parece que o Benfica já escolheu o diretor geral para a próxima época e na Cofina já começou o ataque. Sempre com as mesmas cenouras. Primeiro dizendo que tem ligações ao Porto (ao que parece até rejeitou ir para lá) e que é portista (ao que parece até é Benfiquista, embora o trabalho de Tiago Pinto mostre que não é o requisito mais importante). Depois (e sempre) a ligação a Jorge Mendes, esse monstro do futebol mundial quando trabalha com o Benfica e o melhor agente do mundo quando trabalha com Porto e Sporting.

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Como se perde uma Taça

Começou com a estrutura que antes do jogo mais importante da época não foi capaz de dizer uma palavra acerca do campeonato vergonhoso que tinha terminado. Viu ser nomeado, sem qualquer critica, um dos responsaveis por nos arrumar na fase decisiva da época (2 penalties contra Guimarães e Nacional que nos dariam mais 4 pontos) e que protagonizou um dos maiores roubos da década no famoso Paços vs Porto. Mas a cereja no topo do bolo ainda foi um vice-presidente atacar o próprio treinador da equipa.

Depois vem o treinador que a 4 dias da final, já sem nada para conquistar no campeonato, decidiu colocar em campo mais de meia dúzia de jogadores que iam ser titulares na Taça, enquanto do outro lado já preparavam a final há mais de um mês. Com isso perdeu o jogador mais importante para a final. Tudo porque quis ser o campeão da 2ª volta e tentar provar que o falhanço da época teve a ver com o covid. E o problema nisso é ele ter sentido a necessidade de o fazer. Sentiu porque todos os anos a MDCSDQT passa as épocas a fragilizar os treinadores do Benfica sem qualquer protecção da parte do clube. Já foi assim com Rui Vitória e com Lage mesmo quando tinha 1 empate e 1 derrota em quase 40 jogos. E já foi e continua também a ser assim com alguns dos jogadores.

Depois dentro de campo vem o cocktail mortifero. Começemos pelo lance da expulsão. Obviamente foi mais uma filha da put**** de Nuno Almeida, mas a verdade é que apareceu um jogador isolado. Agora reparem como a bola é metida nas costas da defesa do Benfica. Reparem bem no tempo e espaço que o jogador do Braga teve para meter a bola. Teve mais de 3 segundos de frente para a nossa defesa a espera da desmarcação dos colegas com Grimaldo a 3 metros dele. O unico esboço que teve foi levantar a perna a espera que a bola por milagre lhe batesse aquela distância. Do outro lado viram alguém a permitir isto a algum jogador do Benfica? É que nem de costas para a baliza deles quando mais de frente.

O segundo momento crucial do jogo é o golo sofrido em cima do intervalo. Obviamente aqui o maior culpado é Vlachodimos. Mas basta olhar para a jogada para ver algo que já aconteu vezes sem conta esta época. Uma bola vem da defesa pelo ar, Weigl tal como em Alvalade é lento a atacar a bola e deixa-a bater no chão 2 metros a sua frente. Teve depois de ir disputar a bola de cabeça e ela vai para um adversário que a bombeia para as costas da nossa defesa. No seguimento em vez de acelerar para tapar aquele espaço a frente da defesa reparem na passada dele. Foi o maior culpado? Não. Mas novamente não estava onde devia estar e novamente abordou toda a jogada com uma falta de agressividade e intensidade que nem em treinos pode acontecer. Quanto mais numa final. E foi assim toda a época. Foi na Grécia, no Dragão, em Alvalade e por aí fora.

Assim enquanto este cocktail entre arbitragem, falta de defesa do clube e jogadores sem os minimos de competitividade exigiveis as épocas vão continuar a ser como esta.

segunda-feira, 24 de maio de 2021

Da minha parte peço desculpa

Desculpa a Helton, Vlachodimos, Svilar, Diogo Gonçalves, Gilberto, André Almeida, Diogo Gonçalves, Lucas, Otamendi, Vertonghen, Jardel, Morato, Grimaldo, Nuno Tavares, Rafa, Pedrinho, Gabriel, Weigl, Taarabt, Pizzi, Chiquinho, Samaris, Everton, Cervi, Seferovic, Darwin, Walshmidt, Gonçalo Ramos, Jesus, equipa técnica e todos os que me tenha esquecido aqui.

Independentemente da capacidade de cada um, passaram esta época o que nenhum outro jogador/treinador do Benfica passou desde que eu vejo futebol. Muitas vezes tenho dito aqui nos últimos anos, que o que se está a passar no futebol português é pior do que aconteceu no apito dourado. Esta época, todas as semanas, estes homens foram gozados sem qualquer tipo de defesa vinda do próprio clube ou da maioria dos próprios adeptos. Ninguém merece passar o que eles passaram.

O futebol português está num nível tão mas tão rasca que nos próximos anos não volto a ver um jogo do Benfica acompanhado. Não digo que vou deixar de ver os jogos porque o Benfica é a minha droga, Mas o que para mim era um ritual vivido em familia e amigos com a paixão de ver o Benfica jogar, acabou. Aos poucos e poucos tornou-se apenas e só em 90 minutos de um exercicio de auto-controle. E eu não quero estar constantemente a passar para o meu "lado negro" ao pé das pessoas que amo.

Quanto ao futuro do Benfica que todos percebam que para além das diferenças de opiniões entre jogadores, treinadores e dirigentes existe o Benfica. E por muito que se mude tudo, está em marcha há muito tempo uma guerra contra nós. Uma guerra contra à qual nem estamos a lutar. Andamos entretidos uns com os outros. E é isso que ainda dói mais. Aquele Benfica do minuto 72' do que qual eu tanto me orgulhei de ter participado naquela época está a desaparecer. Ou somos Um quanto tivermos de ser Um ou então isto vai continuar por muitos anos.

quinta-feira, 13 de maio de 2021

O ridiculo

Está a acabar a época. Vamos fazer um evento teste para ver se corre tudo bem e podemos avançar para o publico nos estádios na próxima época. Temos 2 opções.

1ª Opção

Vamos aproveitar a final da Taça de Portugal, num campo neutro e num dos estádios do Euro. Damos o mesmo número de bilhetes para cada equipa e sendo só um jogo, não só reduzimos o risco como ainda temos um maior controlo sobre o evento.

2ª Opçao

Vamos pegar na última jornada de um campeonato que sempre se jogou a porta fechada e onde ainda estão por decidir descidas de divisão e talvez lugares europeus. Vamos fazer 9 eventos teste em vez de 1 e damos só bilhetes as equipas que jogam em casa. É um claro atentado a verdade desportiva, fica mais dificil de controlar e é maior o risco.

Qual é a opção escolhida em Portugal?

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Mais um prego no caixão deste campeonato

Nunca desde que eu assisto futebol alguém tão "incompetente" esteve responsável pela Liga em Portugal. Hoje temos mais um atentado à verdade desportiva. Depois de 33 jornadas onde todos os clubes com excepção do Sporting durante 45 minutos contra o Nacional, foram privados do apoio dos seus adeptos no interior dos estádios, eis que a Liga de Pedro Proença acha conveniente abri-los na última jornada. Aquela que irá decidir descidas de divisão, e que embora remotamente, pode decidir também o segundo lugar de acesso directo a Liga dos Campeões.

Que nojo absoluto em que se tornou o futebol português onde não existe qualquer pejo em favorecer uns clubes em detrimento dos outros. São atropelos constantes a verdade desportiva. Nem sequer escondem. Está aí para todos verem. Onde anda toda a escumalha que durante anos tudo fez para escorraçar todo e qualquer dirigente que estivesse na frente de orgãos de decisão em Portugal quando o Benfica foi campeão?

E como se não bastasse ontem ainda sabemos disto. Leiam bem a noticia para se perceber no nivel degradante em que se encontra a Liga e a arbitragem em Portugal. Nunca os campeonatos em Portugal bateram tão no fundo como o tem acontecido nos últimos anos.

Nem com tudo definido desarmam

Mais uma jornada e mais um roubo. Já nem com a classificação definida desarmam. É absolutamente inacreditável o que se passa. Já ontem o Porto aos 10 minutos tinha um penalti e 3 adversários amarelados. Ora o Benfica vai em 2880 minutos para ter o mesmo numero de penalties e em 32 jornadas juntas ainda não viu tantos adversários com amarelos nos primeiros 15 minutos como o Porto teve só ontem.

Quanto ao jogo serviu para dar minutos a vários jogadores. Por um lado para ter o maior número possível deles com minutos de jogo para a final da Taça e por outro para começar a perceber quem fica para a próxima época.

E depois do que se viu na maior parte do jogo até parece loucura escrever isto mas a verdade é que sinto que temos um potencial tremendo. Temos ali jogadores que vão atingir um nível muito alto. E como disse Rui Vitória recentemente sobre Renato Sanches e a época 2015/2016, falta a cola para ligar esta equipa. E se isso acontecer podemos ser um caso sério nas próximas épocas.

Em relação ao titulo do Sporting até me doi ver Benfiquistas dar os parabens e a dizer que foram uns justos campeões. Se fosse um campeonato só entre eles e o Porto aí tinham mérito. Num despique a ver quem rouba mais é preciso dar mérito a quem se suplanta nessas matérias. Mas na realidade foi talvez a época mais negra do futebol português.

Portanto daqui não levam os parabéns de ninguém. Aqui, esta será sempre a Liga Palhinha. E aqui vou fazer questão de compilar tudo o que se passou neste campeonato. Desde os calotes que permitiram a uma equipa se reforçar em detrimento de um rival, dos adiamentos de jogos para uns e da recusa para outros, das arbitragens miseráveis e até do inédito caso mundial de um jogador atingir o limite de cartões sem cumprir castigo. Esta liga teve de tudo o que uma competição justa não deve ter.

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Arroz de polvo

"Mas o que sempre me preocupou mais nestas arbitragens é a forma como controlam o jogo. É o condicionamento de jogadores chave com amarelos para um lado e o número ilimitado de créditos para outro. São as alturas do jogo em que deixam de haver decisões a nosso favor e que nos obrigam a recuar no terreno. É a dualidade de critérios gritante."

Escrevi isto antes do jogo. E quem viu o jogo percebe exatamente o que quero dizer neste paragrafo. Artur Soares Dias deu um verdadeiro show. Estes jogos perdem-se mais por causa dos (muitos) pequenos erros do que até dos grandes erros. São truques atrás de truques.

Ainda na primeira parte Pepe cortou uma bola com o braço a entrada da área do Porto. ASD mandou seguir. Mais tarde outra mão a entrada da nossa área, a bola sobra para um jogador nosso e já saíamos em contra-ataque quando ASD apitou não dando lei da vantagem e cortando uma jogada de perigo beneficiando assim o infrator. Jorge Sousa era mestre nestre truque.

Outro truque muito usado recentemente é o do fora-de-jogo. Contei pelo menos 3 lances claros de fora-de-jogo de jogadores do Porto que, aproveitando o conselho de deixar seguir para ver o que a jogada dá, nunca foram depois assinalados permitindo ao Porto manter a posse de bola nesses lances e até ganhar lances de bola parada.

Depois temos as faltas, faltinhas e simulações que vão sendo assinaladas ao longo do jogo contra nós. São as que deviam ser assinaladas a nosso favor mas vão panssando incolumes. São os cantos transformados em pontapés de baliza ou os lançamentos laterais ao contrário. Um festival que empurra a equipa para trás e que a enerva.

Por fim o critério disciplinar. 8-3 em amarelos. 8-3!!! Otávio fez o que quis durante 90 minutos. Aos 15 minutos já tinha aviado 3 jogadores do Benfica. E ASD nada. Weigl fez uma falta banal a meio campo e saiu logo o cartão. Weigl vai com 10!!! amarelos no campeonato em cerca de 20 jogos. Weigl leva um amarelo a cada 2 jogos. Um dos médios menos agressivos do campeonato. E quando saiu, na primeira oportunidade, saiu logo um amarelo para Gabriel que o substituiu.


Os amarelos não saem a toa. E esta imagem é a prova disso. No nosso lado mais frágil do campo ninguém levou amarelo. Não era preciso condicionar ali ninguém. Por ali já é fácil de entrar. Mas do outro lado os 3 jogadores foram  amarelados (Verissimo, Diogo e Rafa). Juntamente com o meio campo. Entrámos no final do jogo com debilidades nos 3 corredores.

O lance do Pepe foi só a cereja no topo do bolo. Um segundo amarelo claro que não só não foi mostrado como não permitiu a marcação rapida da falta (que terminou em golo). Escassos minutos depois Seferovic já viu o cartão num lance igual. Mesmo em tom de gozo. Quanto as situações revertidas é só mais do mesmo. Tudo escrutinado a lupa. Mas depois na época passada uma agressão barbara de Pepe a Taarabt passou em claro e uma falta sobre Ferro foi transformada em penalti. Na Supertaça uma falta clara sobre Rafa acabou em penalti para o Porto.

São 9 clássicos apitados por ASD e apenas 2 vitórias. E assim vai continuar. E não me admira nada que na final da Taça lá esteja este artista outra vez.

Sinceramente ando farto disto. A única razão porque ainda vejo os jogos do Benfica é pelo amor que tenho ao clube, Nada mais me faz ver o que quer que seja relacionado com o futebol (e desporto em geral) em Portugal. Bem pelo contrario. E custa-me ver que mesmo os jogadores do Benfica andam revoltados com isto e ninguém os defende. Apenas vemos umas pifias newsletters do clube.

Custa assim tanto pedir demissões? O Fontelas Gomes anda a gozar com o Benfica há anos e nós agimos como se estivesse tudo bem? Na semana passada um clube teve o apoio de adeptos dentro do estádio durante 45 minutos enquanto ontem os do Benfica foram corridos a bastonada das imediações do estádio duas horas antes do jogo e nós nada dizemos?

De uma vez por todas ou partem para a guerra ou dêm o lugar a outros. Eu vou para a guerra com vocês. Como muitos também irão. Já só nós, adeptos, ainda vamos resistindo. Todos os orgãos de decisão desportiva e MDCSDQT têm o futebol que queriam e tudo o resto tem medo de ser associado ao Benfica. Façam alguma coisa rápido ou nem o amor que nós temos pelo Benfica vai ser suficiente para o continuar a acompanhar. Estou a ficar farto deste futebol. Faz-me mal. É maior o ódio naqueles 90 minutos do que o prazer de ver o Benfica a jogar. E o que doi mais é não ver uma luz ao fundo do túnel. É saber que para o ano vai haver mais. Tudo exatamente igual sem oferecermos uma ponta de resistência.

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Outra vez arroz

Sporting vs Benfica de 2011/2012, jogo que retirou definitivamente o Benfica da luta pelo titulo.

https://videos.sapo.pt/LqegFPcCjyYBFYUIPgRo?jwsource=cl

https://videos.sapo.pt/t2CMedHYDqMoHgnYCyil?jwsource=cl 

Benfica vs Braga em 2012/2013 logo na abertura do campeonato. Perdemos esse campeonato por um ponto.

https://videos.sapo.pt/1hun0bCzCq3wPJ5KZWDp?jwsource=cl

Benfica vs Sporting em 2016/2017. Num jogo em que o Benfica estava a perder e precisava de pontuar para manter a liderança, no espaço de 5 minutos, aconteceu isto.

https://videos.sapo.pt/oIpfL4K1aO6O0jmLR6j3?jwsource=cl 

https://www.youtube.com/watch?v=gTn_xBwWiJ8

https://videos.sapo.pt/6ZPKBCJw5zp68qk0IHoY?jwsource=cl 

2017/2018. Época onde o Benfica tinha a oportunidade de ser Penta Campeão. Nos 2 jogos grandes do Porto na segunda volta esteve Artur Soares Dias. Primeiro no Porto vs Sporting.

https://videos.sapo.pt/5K8QpO2gwfM24YC5S80Z?jwsource=cl 

Depois no jogo do titulo.

https://videos.sapo.pt/H8lqmBuRNnGTeaNp80Fh?jwsource=cl

Porto vs Benfica 2019/2020. Campeonato relançado num jogo em que após uma jogada que deveria ter acabado com a expulsão de um jogador do Porto acabou em penalti contra o Benfica. De 1-1 e um jogador a mais o Benfica ficou a perder 2-1 e com o mesmo número de jogadores.

https://videos.sapo.pt/qWMUgsgNZWIJB4EZVziS?jwsource=cl 

https://www.youtube.com/watch?v=VnB0wPAnxN4

Mas para se perceber bem quem é Artur Soares Dias temos o Benfica vs Porto de 2013/1014. Escassos dias após a morte do Rei Eusébio. Nem nesse dia Artur Soares Dias foi capaz de respeitar o Benfica.

https://videos.sapo.pt/Z6ZkPUNt9SHt1DaTPKZe?jwsource=cl 

Isto é só uma pequena amostra de jogos grandes. Existem muitos outros jogos contra equipas pequenas. Mesmo jogos em que vencemos e até goleamos.

Mas o que sempre me preocupou mais nestas arbitragens é a forma como controlam o jogo. É o condicionamento de jogadores chave com amarelos para um lado e o número ilimitado de créditos para outro. São as alturas do jogo em que deixam de haver decisões a nosso favor e que nos obrigam a recuar no terreno. É a dualidade de critérios gritante.

Se juntarmos os clássicos de Artur Soares Dias aos de Pedro Proença temos 3 vitórias. Com Proença temos uma vitória numa meia-final da Taça de Portugal, onde aos 30 minutos já estávamos a jogar com menos 1. Com Soares Dias vencemos um jogo da Taça da Liga e o outro foi no famoso jogo dos Eusébios. É quase impossível ao Benfica vencer um jogo ao Porto com este tipo de árbitros. Mas são sempre estes que apitam estes jogos.

Quanto aos castigos suspensos a Ruben Amorim e Sérgio Conceição é só mais um episódio. Como os 15 penalties que o Porto já leva, sendo 4 deles cometidos por ex-jogadores. Como a intimidação semanal do Porto aos árbitros. Como o caso Palhinha. Como o Sporting ter tido durante 45 minutos o apoio dos seus adeptos em zonas proibidas do estádio sem qualquer consequência. São umas atrás das outros. Já todos perceberam que isto está pior do que estava no tempo do apito dourado. E agora com 2 a tirarem dividendos.

sexta-feira, 16 de abril de 2021

Aí está a verdade desportiva que eles gostam

 

 

Nada para ver aqui. Foi só o representante da marca que equipa o Sporting a deixar passar estes 2 lances em claro quando estamos a 8 jornadas do final do campeonato e no momento em que eles estavam a vacilar.

O Ruben Amorim a explicar a importância de um cartão amarelo

Em primeiro lugar destacar o assumir da impunidade que Palhinha goza. Ao dizer que é um jogador agressivo e que trava as transições dos adversários (muitas vezes em falta acrescento eu) então porque é que não leva amarelos como os outros? Porque é que Weigl e Gabriel (alternaram titularidade) têm 12 amarelos enquanto Palhinha (titular absoluto) na mesma posição tem 6 (e sem castigo ao 5º)? E isto com um número bastante maior de faltas cometidas.

Mas o que Ruben Amorim diz é verdade. Um jogador com um cartão amarelo fica condicionado. Principalmente um médio. Uma equipa com 2/3 amarelos fica com um nível de agressividade incomparavelmente menor do que tendo todos os jogadores com créditos para gastar. O melhor que pode acontecer em jogos de equipas grandes, em que os adversários estão constantemente a travar ataques com faltas, é os amarelos saírem (e preferivelmente cedo). E é aqui que também se explica muito do que tem sido este campeonato.

Fala-se muito do Benfica ter apenas um penalti a seu favor em 26 jornadas mas isto é igualmente inacreditável. Uma equipa grande que em 90% dos jogos passa os 90 minutos a atacar e a levar porrada dos adversários recebe mais cartões do que aqueles que são mostrados aos adversários. É escandaloso. Depois compara-se com Porto e Sporting e é uma diferença gritante. São quase o dobro de amarelos mostrados aos adversários de ambos em relação aos nossos. Mais curioso ainda é que dos 3, o Porto é claramente a equipa mais agressiva mas a que leva menos cartões (muito menos). Em termos das diferenças são 39 cartões de desvantagem para Porto e 28 para Sporting.

Mas para além dos amarelos mostrados aos adversários temos também a altura em que são mostrados. Nos primeiros 30 minutos, em 26 jornadas, apenas foram mostrados 7 amarelos a adversários do Benfica. É praticamente metade dos que são mostrados a adversários do Porto e um terço dos que são mostrados a adversários do Sporting. E esta dualidade de critérios é visivel em todos os jogos. Basta lembrar como o Hugo Miguel na derrota no Bessa mostrou apenas 3 amarelos ao Boavista em 31 faltas (todos depois dos 60') e em Paços de Ferreira o Benfica aos mesmos 60' já tinha 5 amarelos em 6 faltas cometidas e a jogar com um a mais!!!

É claro que vão falar dos jogadores expulsos nos jogos do Benfica. Foram 5 até ao momento mas todos bem expulsos. Foram mesmo daquelas expulsões dificeis de fugir. E mesmo assim em 3 delas foi com recurso ao VAR. Mas ainda assim por vezes compensa mais um adversário ter 3 ou 4 jogadores condicionados, a não meterem o pé, do que jogar contra 10 que distribuem pancada e matam todas as jogadas com faltas.

terça-feira, 13 de abril de 2021

Maritimo e Paços de Ferreira

Com os últimos 2 jogos ficou mais claro qual o melhor sistema que se devia utilizar até ao final da época. Tem estado a resultar muito melhor este esquema de 3 centrais. Dá maior liberdade aos laterais e disfarça os problemas defensivos de ambos e também disfarça o problema de agressividade no meio-campo.

No jogo com o Maritimo falhamos 3 oportunidades claras na segunda parte que podiam ter acabado com o jogo. Mas também não fizemos muito mais do que isso. E o Maritimo por 2 vezes podia ter empatado o jogo. Não foi um jogo muito diferente daqueles onde andamos a perder pontos em catadupa.

Com o Paços já se sentiu a equipa mais segura. Mesmo contra 11 o Paços não conseguia criar perigo. Nem conseguiu em todo o jogo. Obviamente o destaque do jogo foi todo para Seferovic mas Taarabt fez um jogo de outro de mundo. 1 assistência, 11 recuperações, 4 dribles, 17 passes ofensivos valiosos e 94% de precisão de passe mesmo arriscando nesse capitulo. Finalmente conseguiu recuperar a confiança que perdeu depois de na MDCSDQT ter sido apontado como o culpado do mau momento do Benfica.

Agora com os 2 empates seguidos do Sporting abriu-se uma pequena esperança. No entanto ainda está bastante complicado. Era necessário que nos próximos 6 jogos perdessem 6 pontos e nós vencessemos todos os jogos para dependermos apenas de nós. A questão aqui é que estamos a falar do Sporting e por isso é que ainda existe essa pequena restea de esperança.

Algo que retive após o último jogo do Sporting foi a abordagem de Ruben Amorim ao amarelo a Palhinha. Algo que devo abordar num post.

P.S. No hóquei o Benfica despachou de goleada as duas melhores equipas espanholas (e das melhores do mundo). Em Portugal está em 4º lugar a 11 pontos do 1º.  Na última década vencemos mais titulos europeus do que nacionais. Diz muito do que é hóquei em Portugal.

segunda-feira, 5 de abril de 2021

Já chegámos a este ponto

O Benfica vencer um titulo de campeão e não ter a Taça para receber. Não existem limites para o anti-Benfiquismo que se instalou neste país. Têm sido anos e anos de dissiminação de ódio ao Benfica e a todos os seus adeptos na MDCSDQT. Nos últimos anos, numa verdadeira perseguição, todo e qualquer Benfiquista tem sido afastado dos orgãos de decisão desportivos (e não só) em Portugal. Nesses lugares agora só são aceites anti-Benfiquistas militantes e o resultado está à vista.

domingo, 4 de abril de 2021

Adenda ao ultimo post

Não podia haver exemplo mais perfeito do que é uma cenoura e de como certos Benfiquistas as comem do que certos comentários do ultimo post. Virem para aqui citar a capa do onojo é do mais triste que pode existir.

Mas se fiz para um ano também posso fazer para vários. E mesmo acreditando que os números da capa estão correctos então fica assim.


Desde 2015 quem paga mais em comissões por cada negócio é mesmo o Porto. E não esquecer o sem número de jogadores que nestas épocas saíram de lá a custo 0. Existe quem pense que é só incompetência. Mas se calhar é mais do que isso. E já nem vou falar de como o filho de Pinto da Costa anda a encher os bolsos à descarada (também é uma cenoura para os adeptos do Porto se distrairem com o Benfica e não falarem de certas coisas).

Se calhar também vão falar do grande exemplo do Sporting. Esquecem-se é de como eles abriram a pernoca ao Mendes no pós Alcochete com as saídas a preço de saldo de Gelson, Rui Patricio, William Carvalho, Podence, Matheus Pereira ou Demiral. A mim parece-me que acabaram por pagar bem mais.

Em termos de comissões ainda assim prefiro a Nossa situação. E se dúvidas existissem basta ver como a MDCSDQT diaboliza Jorge Mendes sempre que faz negócios com o Benfica e como o endeusa quando os clientes são outros.

sábado, 3 de abril de 2021

A cenoura Mendes/Comissões

Outro dos temas mais explorados pela MDCSDQT é o de Jorge Mendes / comissões em relação ao Benfica. Mendes é o melhor do mundo quando faz negócios com Porto e Sporting e um criminoso quando os faz com o Benfica.

Desta vez começou com a FPF a dar uma lista de 2 items. clube e valor gasto em comissões. Com certeza têm dados sobre o volume de negócios de cada clube no mesmo periodo de tempo. Mas pelos vistos não acham relevante que se saiba o que realmente interessa que é a percentagem de comissão que cada clube paga por negócio.


A MDCSDQT agradece e não perdeu tempo a fazer marchetes com o "Benfica é o clube que mais gasta em comissões". Também não acaharam relevante fazer uma pesquisa rápida de 10 minutos para encontrar esses números percentuais. Pois bem fui ao Transfermarkt e aqui ficam os resultados mais completos.


Afinal a tabela vira ao contrário. Afinal quem gasta menos em comissões é o Benfica. E assim se transforma algo com que os Benfiquistas deviam ficar contentes num motivo de ruido em torno do clube.

quinta-feira, 25 de março de 2021

O que as cenouras encobrem

Ontem acordámos com esta capa do rascord.

Ora aí está em força a cartilha da formação que eu já falei em 2 dos meus últimos posts. E quais os propositos desta cartilha? Para além de tentar recuperar aquele que foi o único "titulo" do Sporting nos últimos 19 anos, é desviar atenções de assuntos bem mais sérios contando para isso que continue o ruido entre Benfiquistas sobre este tema. Mas antes de chegar a esses assuntos sérios vamos só desmistificar um pouco esta aposta na formação.


Dos 11 jogadores mais utilizados estão lá 2 que foram apostas da formação, Nuno Mendes e Tiago Tomás (Palhinha com 25 anos e João Mário com 28 já não entram neste lote). E para o lugar de Tiago Tomás já veio um avançado de 28 anos por 15 milhões (70% passe) mais 2 jogadores. E isto só não é pior porque o dinheiro que ficaram a dever ao Braga só deu para contratar Adan, Feddal, Antunes, Porro, João Mário, Pedro Gonçalves, Nuno Santos, Tabata ou Paulinho. Imaginem o que era esta equipa do Sporting se estivessemos numa Liga decente onde não os deixassem contratar ninguém enquanto não pagassem o que deviam a um clube rival.

Mas indo ao assunto que se quer abafar.

Este é um dos casos mais surreais que já vi. Pela primeira vez na história do futebol mundial um jogador que atinge o limite de cartões começa uma nova série sem cumprir castigo. Com este esclarecimento e após 8 jornadas de ter levado o 5º amarelo, os árbitros já podem finalmente voltar a amarelar o jogador mais faltoso da Liga. Antes era chato porque ninguém sabia o que fazer nesse caso. Agora temos de esperar que os senhores que andam a fazer força pelo Sporting na justiça (vulgo tráfico de influências), tão celeres a permitir que Palhinha defrontasse o Benfica (umas horas) decidam o caso. Quem sabe lá para o final do campeonato.

Quanto ao Benfica espero sinceramente que leve o caso até fora da orbitra dos senhores que andam a fazer força pelo Sporting na justiça. Porque assim que este caso chegar a um TAS o Sporting vai ter problemas. E dos grandes. Isto é das chicos espertices mais nojentas a que já se assistiu em Portugal. Ao nível do Estorilgate em que o Porto conseguiu adiar a segunda parte de um jogo para lá das datas previstas nos regulamentos e fez 8 substituições ao intervalo. Não podemos continuar a permitir que valha tudo no futebol português.

terça-feira, 23 de março de 2021

Cenouras

Na antevisão ao jogo contra o Braga falei sobre uma cartilha que já estava novamente em andamento sobre a aposta na formação. Basta estar atento para perceber como em pouco mais de um ano voltou a estar na moda. Nas ultimas épocas em que o Benfica apostou forte na formação era a falta de investimento o problema. Os ventos mudam conforme as politicas do Benfica.

Mas esta cartilha não são mais do que cenouras que lançam ao Benfiquismo. Para manter o clube sempre sobre pressão e para desviar o foco principal do que se passa no futebol português. Vou deixar aqui 3 exemplos só depois da vitória em Braga. Tudo cenouras que batem sempre nos mesmos temas.


Vasco Mendonça, João Malheiro e dezenas por essas redes sociais estão constantemente a bater nesta tecla sobre Vieira não ir a muitos dos jogos da equipa. Já chegou ao ponto de todos os jornais, todas as semanas dedicarem um espaço quando não vai a um jogo ou quando os presidentes dos rivais vão. Como se o maior problema do Benfica e até do próprio Vieira fosse esse. Depois metem estas coisas nas tvs porque sabem que vai haver Benfiquistas que lhe vão pegar.


Outro tema já batido é o dos problemas de balneário. Ontem começou a circular isto na MDCSDQT. Sinceramente não sei se João Felix deu alguma entrevista recente em que voltou a falar disto mas basicamente não deixa de ser reciclagem.


Isto é de há mais de um ano atrás. Nem a imagem da noticia mudaram. Mudaram titulo e subtitulo e siga para bingo que os Benfiquistas comem. E comem mesmo. Umas horas depois já isto era partilhado em todo o lado com o já clássico ataque a André Almeida, Pizzi ou Rafa que são sempre os alvos deste tema. E ainda não percebi porquê. Tirando uma noticia do CM que chegou a mencionar estes 3 e que foi desmentida pelo Benfica, não percebo de onde vem esta ideia.

Por último vem a do Benfica europeu. A sic parece que decidiu colocar no poligrafo algo sobre o Porto ter mais vitórias que o Benfica na Liga dos Campeões. Podia tê-lo feito dias depois do Porto eliminar a Juventus. Mas não. Guardou para o dia a seguir ao Benfica ir vencer a Braga. "Os Benfiquistas comem" pensaram eles. E comem mesmo. E sobre este tema talvez dedique um post daqui a uns tempos.

Portanto fica o apelo aos Benfiquistas. Não se deixem usar pela MDCSDQT. Isto não é um apelo à ausência de critica. É um apelo para que não criem constantemente ruido em torno do clube deixando tudo o resto que nos está a ser feito de lado. Estamos talvez no momento mais negro que o futebol português já viveu. E isso não pode passar em claro.

Nos próximos posts vou mostrar para que servem estas cenouras. De onde elas pretendem tirar o foco da opinião pública.

segunda-feira, 22 de março de 2021

Finalmente uma grande vitória

Grande vitória em Braga. Mais de um ano depois conseguimos finalmente vencer um jogo crucial. Vitória que foi conseguida com mais uma arbitragem deplorável. Uma dualidade de critérios gritante durante todo o jogo. Em faltas e cartões. Reparem só nesta falta assinalada a Taarabt (continua a perseguição) e como nasceu uma das melhores oportunidades do Braga no jogo. Isto para não falar nos amarelos que ficaram por mostrar só na primeira parte a Esgaio, Borja ou Tormena em faltas semelhantes as que deram amarelos a Otamendi e Diogo Gonçalves, ou o quarto penalti da época revertido pelo VAR por um fora-de-jogo de 10cm.

Não faltou também mais um penalti por marcar e um lance de falta clara sobre Rafa à entrada da área, já na segunda parte, em que ficava só com o guarda-redes. Tudo isto varrido para debaixo do tapete pela MDCSDQT. Já a expulsão de Fransérgio foi mais do que justa. João Pinheiro foi adiando ao máximo o primeiro cartão ao Braga e acabou por falhar num dos capitulos da cartilha arbitral que tem sido usada em jogos do Benfica que consiste em, aconteça o que acontecer, nunca mostrar um amarelo a um lateral ou médio nos primeiros 60 minutos de jogo. Depois de tantos amarelos perdoados ao Braga nos primeiros minutos não teve coragem de perdoar mais um a Fransérgio. No lance do segundo amarelo não havia como fugir. Mas não deixa de ser incrivel como já está tão enraízada esta cultura em Portugal de que mesmo decisões correctas, se forem a favor do Benfica, são todas questionadas e consideradas como más decisões.

Em relação à equipa destaco termos jogado com 6 jogadores agressivos e fortes fisicamente (Diogo, Lucas, Otamendi, Vertonghen, Taarabt e Seferovic). Um pouco mais do tem sido costume. E nota-se logo a diferença.

Em termos individuais destaco o Seferovic e os centrais.

Quanto a Seferovic é verdade que falha muitos golos. Mais do que é exigivel para um avançado de uma equipa como a do Benfica. No entanto é de longe o jogador que mais vezes aparece a finalizar. Aparece como poucos nas zonas certas e desgasta muito as defesas. Se marcasse metade das oportunidades que tem também não estaria cá.

Depois os centrais. Desde 2013/2014 que não temos um conjunto de centrais tão bons. Na altura tinhamos Luisão, Garay e Jardel. Os 3 nas melhores fases da carreira. Daí para cá nunca mais tinhamos investido a sério nessa posição e com a saída de Luisão e declinio de Jardel sofremos época após época (principalmente em termos europeus) por causa disso. É sem dúvida o melhor que vamos tirar para a próxima época.

domingo, 21 de março de 2021

Mais um fim de semana no lodo futebolistico português

Tanto Porto ontem em Portimão contra o seu melhor cliente. Neste caso as dezenas de negócios entre ambos os clubes nos últimos 4 ou 5 anos, juntamente com um registo impar de resultados, não faz com que a PJ investigue o que se passa por ali.

Voltando aos acontecimentos dessa partida o Porto começou por não aceitar aderir a campanha contra o racismo. O primeiro golo foi irregular e aos 93' ficou um penalti por marcar que poderia dar o empate. Pelo meio Sérgio Conceição foi novamente expulso (16ª em Portugal e continua a levar multas irrisórias). Durante 90 minutos os jogadores do Porto distribuiram a pancada que quiseram. Dos jogadores de campo apenas Sergio Oliveira levou um amarelo depois dos 90. Já no Santa Clara vs Tondela o critério já foi mais apertado e foram 2 jogadores expulsos do Santa Clara, que assim não jogam contra o Porto. Mais um dia de muito Porto varrido para debaixo do tapete como se pode ver pelas capas de hoje da MDCSDQT.

Pegando nestes últimos, e para quem tem estado minimamente atento, está em marcha novamente a cartilha da formação. Basta ver alguns artigos de "opinião" e as perguntas nas conferências de imprensa de Jesus e Ruben Amorim para perceber isso (alguém chateia Sérgio Conceição com esta história?). Um ano depois de destruirem Bruno Lage porque apostava na formação eis que o discurso mudou novamente para destruirem desta vez Jorge Jesus. É tão mas tão evidente. Ontem a segunda pergunta a Jesus na antevisão do jogo com o Braga (não foi a primeira porque era da BTV) foi logo sobre este assunto. E ainda foram feitas mais 2 ou 3. Ruben Amorim também navega esta onda e aproveita para mandar umas indiretas (é tão fácil quando se consegue definir uma estratégia de comunicação com os próprios jornalistas não é Ruben?). Quanto aos Benfiquistas percebam uma coisa. A estratégia é sempre a mesma. Dividir para reinar. E nesta semana foram cenouras atrás de cenouras que lançaram.

Hoje temos um dos jogos da época. Tivemos uma semana para o preparar com praticamente todo o plantel disponivel. Vamos lá fazer um grande jogo. Começar a afastar estas nuvens negras. Retirar o que ainda der para retirar desta época para começar a próxima de cabeça limpa. Isto se nos deixarem.


quarta-feira, 17 de março de 2021

A justiça e a verdade desportiva que tanto queriam

https://twitter.com/boloposte/status/1037074688760078338?lang=en

Eu sei que não é uma denúncia anónima ou um email roubado e truncado no canal de um clube adversário. É apenas o actual presidente do Sporting a afirmar que tinha na sua lista juízes e procuradores da républica que iam fazer força na justiça pelo Sporting (vulgo tráfico de influências).

https://www.youtube.com/watch?v=ZY3oMTs_QSk 

https://www.youtube.com/watch?v=ZsSrreWaDzA 

https://www.youtube.com/watch?v=MLAEbIR37wE

Eu sei que não é uma denúncia anónima ou um email roubado e truncado no canal de um clube adversário. É apenas gravações com pelo menos 2 funcionários do Sporting e um empresário a combinarem a compra de árbitros no andebol e jogadores no futebol. Mas pelos vistos os meninos da lista de Varandas estão mesmo a fazer força na justiça pelo Sporting (vulgo tráfico de influências).

https://www.tsf.pt/desporto/tribunal-central-administrativo-do-sul-da-razao-ao-sporting-no-caso-palhinha-13303125.html

https://www.abola.pt/nnh/2021-03-16/sporting-tad-anula-cartao-amarelo-a-palhinha/882900 

Eu sei que não é uma denúncia anónima ou um email roubado e truncado no canal de um clube adversário. São só os amigos do Varandas a fazerem força pelo Sporting (vulgo tráfico de influências) numa histórica despenalização a um jogador após o quinto amarelo. Curiosamente para jogar contra o Benfica. Mas anularam o amarelo numa falta que não existiu e num lance inequivoco? Não. Foi num lance de falta clara e de mostragem de cartão com diferentes interpretações. "Está bem mas o árbitro disse que depois de ver as imagens achou que decidiu mal". Então vamos lá marcar todos os penalties que ficaram por assinalar a nosso favor e ser retirar os golos nos penalties mal assinalados a favor de Porto e Sporting.

https://hugogil.pt/gravacoes-de-bruno-de-carvalho-eu-da-africa-do-sul-disse-que-era-pedro-proenca-ganhou-o-proenca-voces-nao-reconhecem-a-ponta-de-um-corno/

Eu sei que não é uma denúncia anónima ou um email roubado e truncado no canal de um clube adversário. É apenas o ex-presidente do Sporting, numa reunião de preparação de cartilha com jornalistas, a afirmar que foi por causa dele que Pedro Proença é presidente da Liga. Quando esta gravação apareceu sobre quem surgiu a indignação da MDCSDQT? Do colega de profissão que achou que havia ali matéria jornalistica para ser publicada.

https://sicnoticias.pt/especiais/coronavirus/2020-09-17-Covid-19.-Adiado-jogo-entre-Sporting-e-Gil-Vicente-1 

Eu sei que não é uma denúncia anónima ou um email roubado e truncado no canal de um clube adversário. É só o Sporting, com o beneplácito do amigo Pedro Proença colocado na Liga pelo seu ex-presidente, que consegue adiar jogos devido a casos de Covid. Algo que foi negado ao Benfica.

https://www.noticiasaominuto.com/desporto/1576778/sporting-de-braga-pondera-queixa-na-fifa-por-ruben-amorim 

Eu sei que não é uma denúncia anónima ou um email roubado e truncado no canal de um clube adversário. É só o Sporting, com o beneplácito do amigo Pedro Proença colocado na Liga pelo seu ex-presidente, que pode competir numa Liga onde deve mais de uma dezena de milhões de euros a um rival, por lhe ir buscar o treinador na época anterior, e que teve o descaramento de gastar dinheiro num valor superior ao que deve a reforçar o plantel e a impedindo que o rival o faça. Enquanto isso o Setúbal desceu de divisão por umas dividas de uns milhares de euros. Verdade desportiva no seu melhor.

https://fotos.web.sapo.io/i/G3109c97d/19118777_4TRdo.jpeg 

Eu sei que não é uma denúncia anónima ou um email roubado e truncado no canal de um clube adversário. É apenas um árbitro no ativo que vê jogos na bancada VIP do Dragão e que num dia um toque na perna não chega para marcar penalti (e ainda o volta a afirmar quando é pedida a despenalização de Weigl pelo amarelo recebido) e noutro marca isto. Se calhar é preciso compensar quem acabou por não fazer queixa na FIFA pelas dividas do Sporting.

Tudo às claras. Sem qualquer pudor. Apenas com a MDCSDQT a limpar tudo isto para debaixo do tapete, o presidente do Benfica a achar que uma carta na FPF resolve o estado putrido em que se encontra o futebol português e os Benfiquistas numa autêntica "guerra civil" ignorando um dos maiores (se não o maior) ataque que alguma vez nos foi feito.

domingo, 14 de março de 2021

Quem defende o Benfica?

Vieira na última entrevista que deu decidiu usar a esmagadora maioria do tempo com os seus criticos. E para defender o clube saiu-se com a anedota da carta enviada à FPF.

Já a oposição de Vieira dedica maior parte do tempo a colar cartazes e a desvalorizar a filha da putice que fazem semana após semana ao Benfica.

A defender o Benfica não são muitos. E aqui dou uma grande palavra de apreço para o blogue Influência Arbitral que post após post demonstra a anormalidade do que se passa em Portugal.

Depois não é de admirar que os árbitros cheguem ao estádio da Luz e façam o que lhes apetece. Hoje depois da inevitável expulsão do jogador do Boavista, os 2 médios do Benfica foram logo amarelados numa tentativa descarada de tentar equilibrar o jogo (o Boavista não levou nenhum cartão amarelo). O lance do golo anulado e amarelo ao Taarabt é inenarrável. Os árbitros portugueses andam a persegui-lo. Qualquer lance em que ele abra os braços dá logo falta. Em praticamente todos os jogos.

Quanto ao jogo vou destacar o Diogo Gonçalves pela verticalidade que dá ao jogo do Benfica. Uma raridade nesta equipa. Continuo a achar que devia jogar a médio e não a defesa. Principalmente tendo em conta a produtividade dos alas do Benfica. Destaco também Seferovic. Numa equipa com a agressividade de um grupo de amigos ao Domingo de manhã, é bom ter este exemplo. Podem dizer que falha demasiados golos. Podem dizer que falha muitos passes e estraga jogadas. Mas a verdade é que é o melhor marcador da equipa e um dos melhores do campeonato mesmo não sendo dos jogadores mais utilizados. Deixar tudo em campo e em todos os jogos compensa. Tivessem mais uns quantos a atitude competitiva e a força mental dele e o Benfica estaria a lutar pelo titulo.

P.S. - Adivinhem quem escreveu esta poia...

quinta-feira, 11 de março de 2021

Caro Vasco Mendonça

Já tinha colocado aqui uma intervenção desta figurinha num programa da CMTV, onde adoptando a cartilha dragarta (que envolve comentadores, jornalistas e deputados), decidiu calar um colega seu Benfiquista que tentava falar sobre as arbitragens com o argumento da cartilha que tivemos (que envolvia apenas comentadores) e que tão eficaz era contra os ataques que nos eram feitos.

Desta vez venho aqui com um tweet seu. Isto vem no seguimento do Benfiquismo que eu falei no final do meu post anterior. Mas vou aproveitar para falar um bocado sobre a personagem da foto da esquerda e que tantos elogios tem levado nestes dias.

Ora bem. Essa personagem é presidente de um clube que nos últimos 8 anos venceu 2 Campeonatos e 1 Taça de Portugal. O clube a que preside, mesmo com os milhões que têm ganho na Liga dos Campeões, anda a apresentar contas onde têm um capital próprio negativo de mais de 150 milhões de euros. Durante toda a vida esta personagem viveu as custas do clube. E nos últimos anos também o filho vive as custas do clube. Foi esta personagem que mesmo a nível internacional colou a imagem de corrupção ao Porto. Quando no apito dourado, o próprio e também o clube, foram condenados por corrupção, recorreu do seu castigo mas não ao do clube, nascendo aí o famoso CRAC (Clube Regional Assumidamente Corrupto). Este ano estão em 3º lugar a 10 pontos do 1º mesmo tendo a seu favor 12 penalties assinalados, sendo a esmagadora maioria assinalados quando os jogos estão empatados ou quando estão em desvantagem no marcador. Os seus melhores marcadores nas duas últimas épocas foram/são um defesa-esquerdo e um médio, marcadores dos penalties. Façam as contas a como estava o campeonato se o Benfica tivesse 12 penalties e o Porto 0.

É este o homem que dão como modelo de presidente. O homem que passou uma vida de rei as custas do clube. Está a tratar de dar uma vida de rei ao filho as custas do clube. Enquanto isso o clube está em falência, sobrevivendo graças a um novo apito dourado que é ainda pior que o primeiro. Foi por causa de todo o tipo de corrupção vindo dali que nós Benfiquistas fomos privados de festejar tantos e tantos titulos. É por causa de todo o mal que ele trouxe para o futebol português que já são mais de 30 anos a ver qualquer jogo de futebol em Portugal com aquela sensação de que a qualquer momento nos podem roubar mais uma vitória.

Portanto caro Vasco Mendonça. Faça um favor ao Benfica e evite esse nojo de intervenções. Faça um favor ao candidato que apoiou nas últimas eleições e pare com isso. Eu já o disse aqui. Se Noronha tivesse mais Paneiras e menos Mendonças a esta hora era Presidente do Benfica. Pense nisso.

Ironias

Não deixa de ser irónico ontem termos acordado de manhã com esta noticia, no dia a seguir ao que se viu em Turim. Mas antes de irmos a essa parte recordar quem foi o árbitro do jogo. Um velho conhecido da marisqueira de Matosinhos.

Agora indo ao jogo em si. O Porto partiu para este desafio com 3 ou 4 jogadores em dúvida. O jogo teve 120 minutos, 65 dos quais o Porto jogou com menos um jogador. E depois acham normal que esta equipa, já depois dos 100 minutos de jogo, consiga sair em contra-ataque com 4/5 homens a alta velocidade em vários lances? Alguém acha normal que um jogador de 38 anos faça parte do jogo a mancar e que peça para ser substituido, mas mesmo assim consiga ganhar as bolas todas e fazer cortes acrobáticos aos 120 minutos de jogo? Ontem foi gritante. Por isso não existe melhor altura do que esta para recordar estes temas de doping.

E depois andam Benfiquistas a dar-lhes os parabéns. Ao maior cancro do futebol português. Somos uns mansos. Dentro e fora do Benfica. Depois admiram-se e indignam-se por eles fazerem dos confrontos contra nós os jogos da época e para nós ser apenas mais um jogo.

quinta-feira, 4 de março de 2021

Mais um episódio

Sérgio Conceição pediu Soares Dias e este não defraudou as espetativas. Mais um jogo asqueroso no futebol português. Desde a arbitragem à subserviência na TVI ao Porto. Alguém se esqueceu de os avisar que hoje o Porto jogava contra outra equipa portuguesa.

Mas o que vale ao Benfica é que nada como uma carta ao Presidente da FPF,  uma buzinadela na rotunda Cosme Damião ou umas intervenções destas de um benfiquista a calar outro que teve a ousadia de falar das arbitragens não resolva.

Assim ninguém vai ousar roubar mais o Benfica.

terça-feira, 2 de março de 2021

Poupem-se ao ridiculo

Deixem de aparecer aqui a festejar qualquer vitória do Benfica com Weigl ou não vitória sem ele. Em 2021 foi a 3ª em 13 jogos. As mesmas vitórias que tivemos sem ele em 4 jogos no mesmo periodo. Num jogo em casa em que podiamos ter ido para o intervalo a ser goleados pelo Rio Ave. Não foi assim há tanto tempo que insultavam os jogadores do Benfica por não passarem uma fase de grupos da Liga dos Campeões e agora festejam vitórias contra Tondela, Famalicão e Rio Ave em casa? É que nem sequer esperam por 2 ou 3 vitórias seguidas. E para isso é preciso recuar um ano. Já passou mais de um ano desde que Weigl não sabe o que é ganhar 2 jogos seguidos. E nem quero acreditar que não vá acontecer até ao final da época. Era mau demais.

Nos últimos 3 meses apareceram-me aqui, vindos do serbenfiquista, em êxtase por termos vencido 4 jogos em casa com ele e por não termos vencido um fora de casa sem ele. Não sejam ridiculos. No dia em que o Benfica for campeão com ele a titular podem cá vir chamar-me os nomes que quiserem. Se eu ando aqui a bater nisto é porque NUNCA VAMOS SER CAMPEÕES COM WEIGL. É que nem mesmo num ano como o de 04/05 acredito que isso aconteça.

Nenhuma equipa é campeã com um trinco que tem esta postura competitiva em todos os jogos.

https://desporto.sapo.pt/futebol/jogo/sl-benfica-vs-rio-ave-fc-667827#vhs-q2pfOZCqmq7eZe9pqpd6

https://desporto.sapo.pt/futebol/jogo/sl-benfica-vs-rio-ave-fc-667827#vhs-82Qe2wUcjB7F0iJ8TNtt 

https://desporto.sapo.pt/futebol/jogo/sl-benfica-vs-rio-ave-fc-667827#vhs-zs8Li8DrDPhkjSA2sp21

Se for um Pizzi, um Rafa, um Gabriel, um André Almeida, um Gilberto ou um Taarabt a andar neste ritmo chamam-lhes de tudo e mais alguma coisa. Já o disse aqui num comentário. Quando tiverem um tempo vão ver o jogo no Dragão de 18/19. Vejam o que é um meio-campo.

E deixo aqui um trabalho do blogue Influência Arbitral muito mais completo que o meu.

http://influenciaarbitral.blogspot.com/2021/02/gabriel-pizzi-samaris-taarabt-e-weigl.html

O médio com quem mais ganhámos na última década é talvez o mais mal tratado pelos Benfiquistas. Aquele com quem ganhámos menos é o mais elogiado. E os resultados refletem-se no que eu vejo em campo. Gosto muito mais do Benfica a jogar sem ele e principalmente gosto mais dos resultados. Porque eu ando aqui pelo Benfica.

Eu até final da época vou evitar tocar mais neste assunto. É nadar contra a corrente. Pode ser que esta onda de mvp seja suficiente para alguém o vir buscar. Pode ser que a necessidade de o vender e o facto de termos o melhor jogador para essa posição emprestado seja suficiente para optarem por o vender.

domingo, 28 de fevereiro de 2021

Extremismo no Benfica e a única coisa aceitável na entrevista de amanhã

Já não é a primeira vez e começa a acontecer cada vez com maior frequência. Existe um grupo (que espero que seja pequeno) extremista no Benfica a passar todos os limites. Já foram as casas de jogadores vandalizadas, são os insultos e ameaças a jogadores nas suas redes sociais (obrigando-os a fechar contas), já foi o autocarro apedrejado e o último episódio foram as casas do Benfica vandalizadas e ameaças de morte a Vieira. Isto é um problema de todos os Benfiquistas. É preciso acabar com isto. E quem souber quem são os meninos e nada fizer está a ser cumplice.

Quanto à entrevista de Vieira não quero ver o mesmo papelinho de Rui Costa após a derrota em Alvalade a sacudir a água do capote para cima dos jogadores ou do treinador com meia época para jogar. Também não quero vitimizações e lembranças do passado. O que eu quero é que se DEFENDA o Benfica. Tudo o que não seja rebentar com o futebol português de cima a baixo (LPFP, FPF, CD, CA, MDCSDQT), mais vale estar quieto. Se não têm capacidade para DEFENDER o clube então facilitem a coisa e abandonem.

P.S. - Andam há semanas na MDCSDQT a anunciar a catastrofe financeira no Benfica. E afinal sem Champions, em plena pandemia e apenas com uma grande venda o Benfica teve lucros no primeiro semestre.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Resumo num dado estatistico


3 faltas cometidas em 90 minutos contra o Arsenal. O problema do Benfica que se vem acentuando ano após ano no seu estado mais avançado. A capacidade fisica e o nível de agressividade da equipa é ridiculo. Na época passada fomos a equipa mais driblada da nossa liga. Da liga portuguesa!!! E tirando uma melhoria nos centrais tudo o resto se manteve ou piorou neste aspeto. E é por isso que eu fico perplexo só de me lembrar que o que causou mais comichão aos adeptos no Verão foi o empréstimo do Tiago Dantas.

Vejam bem a facilidade com que nos 3 golos a bola chegou a zonas de finalização. Vejam bem a facilidade com que o Arsenal trocava ou conduzia a bola em zonas de perigo sem ninguém colocar o corpo ou esticar uma perna. Temos apenas 1 jogador no meio-campo com o nível fisico e com agressividade aceitáveis. E nem sequer é titular. Assim não há milagres.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Buzinão

Antes de mais não levem este post para a luta vieirismo / abutres. Eu sou da opinião de que algo deve ser feito. Por algumas razões que concordo com outros Benfiquista como a falta de defesa do clube e outras que até faço parte de uma minoria que tem a ver com a cultura futebolistica, de jogadores fracos fisica e mentalmente, que se tem instalado no clube.

Mas a questão aqui é a seguinte. O que é que este buzinão vai mudar? Para o objetivo que tinha não vai mudar nada. A única coisa que deu foi horas de lixo jornalistico. Os únicos que ganharam com isto foi a MDCSDQT. E sendo na vespera de um jogo decisivo, para uma competição que pode ser a nossa tábua de salvação, também não parece ser o melhor timing.

Este tipo de movimentos deviam ser feitos em relação ao estado do futebol português. Um buzinão a porta da LPFP, da FPF ou quem sabe num centro de treinos dos árbitros. Se a direcção não o faz, fazemos Nós. Se a direcção não pede as demissões de Pedro Proença e Fontelas Gomes, pedimos Nós. Se calhar a MDCSDQT não ia dar 1/10 da cobertura que deu hoje a isto, mas pelo menos os jogadores iriam sentir-se defendidos em relação ao que se passa. Se calhar até ia mexer com eles. Porque são eles dentro do campo que levam porrada sem cartões, por vezes sem faltas e sem penalties.

Para destituir o presidente é arranjar as assinaturas para uma Assembleia Geral. É esse o mecanismo que existe no clube. Organizem formas de conseguir o número suficiente. Não me parece que seja dificil. E pode ser feito sem alimentar a MDCSDQT.


terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Ferraresi, Vana e Ruben Macedo

Três ex-jogadores do Porto. Nenhum deles titular absoluto dos seus clubes (Ferraresi +/- 1000 minutos de utilização e Vana e Ruben Macedo +/- 500 em 1800 possíveis). Todos foram titulares contra o Porto e todos desbloquearam esses jogos cometendo penalties contra a sua antiga equipa. Uma coincidência do car****.

Mas cada caso tem outros atrativos. Começando por Ferraresi, jogador pouco utilizado no inicio da época mas que foi titular no Dragão dias depois de César Peixoto se ter demitido de treinador por intromissões dos seus superiores na formação da equipa.

Vaná para além do penalti que deu o 2-1 ao Porto ainda facilitou no 3-1.

Por fim Ruben Macedo, portista ferrenho como se comprova pela imagem em baixo fez o penalti no ultimo minuto de jogo.


E agora fica a pergunta. Onde estava o Benfica com 12 penalties assinalados a seu favor e o Porto com 0 penalties? É verdade que estamos a ter uma época negra. Mas não somos os únicos. E vão-nos roubar descaradamente 40 milhões de euros para os dar a outros.

Começa a ser altura dos Benfiquistas fazerem algo em relação ao lamaçal em que se encontra o futebol português. Se a direcção não o faz que sejamos nós. Parece que existe um grupo de Benfiquistas organizado que tem tido movimentações em relação a Vieira. Aproveitem e não deixem a Liga, FPF e CA de fora. Porque se não acabarmos com esta pouca vergonha não existe competência que nos valha. Vai ser impossível voltarmos a vencer um campeonato nestas condições.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Buraco

Mais um jogo e mais uma arbitragem nojenta proporcionada por Hugo Miguel. Um autênticco festival de saber roubar. Uma patada na cabeça a Otamendi (sem falta sequer) e uma falta sobre Rafa após um roubo de bola à entrada da área adversária sem cartão nos primeiros minutos. Já para o lado do Benfica saiu logo a Gabriel num contra-ataque precedido de falta não assinalada. Um penalti por marcar sobre Rafa. Mais pancada sobre os jogadores do Benfica durante todo o jogo e mais cartões no bolso até aos 85 minutos. Nos últimos 30 minutos marcou falta em qualquer queda dos jogadores do Farense. Não permitiu que os encostassemos à area e deixou-os respirar após cada ataque. Depois foram 3 entradas da equipa médica para assistência, 2 ou 3 lances de espera para ouvir o VAR e todas as substituições que deram apenas 5 minutos de compensação.

Depois é inacreditável a quantidade de golos que falhámos hoje. Darwin, Rafa (2), Everton (2), Seferovic (2), Pizzi ao poste e mais um sem número de jogadas em boas condições que foram mal definidas. Estamos num nível de confiança abaixo de 0 e a postura de Darwin no banco diz tudo. E se hoje ainda tivemos um Benfica à Benfica (quem não percebeu a diferença para a pasmaceira habitual então nada lhes vai abrir os olhos), infelizmente nos próximos jogos nem isso teremos.

Estamos num buraco. Tanto em termos internos como em tudo o que rodeia o futebol português. Com as decisões certas poderiamos começar a sair de lá mas a mentalidade que existe dentro e fora do clube não o vai permitir. Até aparecer alguém que tome conta do clube e não partilhe desta mentalidade vamos penar durante muitos e muitos anos.

P.S. Quanto à claque de Weigl que veio aqui encher a caixa de comentários do post anterior, aqui ficam os dados atualizados. Desculpem se continuo a preferir a tabela da esquerda. E vou continuar a preferir até a coisa equilibrar um bocado. Mas como os números são tão maus que nem ganhando os jogos todos até ao final da época a coisa equilibra... E é pena não se darem conta do ridiculo de nos últimos meses terem aparecido aqui para glorificar as vitórias ao Tondela e Famalicão com o Weigl e agora este empate sem ele. Pergunto-me onde ficou aquela exigência toda da época passada quando rasgavam tudo e todos mesmo estando em primeiro no campeonato e vinhamos de uma derrota e um empate em 34 jogos?



domingo, 21 de fevereiro de 2021

A ilusão de voltar a ver um Benfica à Benfica

Hoje jogamos em Faro, menos de 72 horas depois de um jogo contra o Arsenal, com 2 viagens longas pelo meio. Um jogo arbitrado por Hugo Miguel, com Vasco Santos no VAR. Contra uma equipa treinada por Jorge Costa e que vem motivada dos últimos resultados.

São daqueles jogos em que tudo se conjuga para a coisa correr mal. No entanto vamos jogar sem Weigl e só aí a esperança de voltar a ver um jogo à Benfica é logo maior.

Eu ia a jogo com Vlachodimos, Gilberto, Otamendi, Vertonghen, Cervi, Gabriel, Taarabt, Rafa, Chiquinho, Waldshmidt e Seferovic (Darwin anda todo rebentado).

sábado, 20 de fevereiro de 2021

O nosso defesa esquerdo em mais um jogo miserável.

Mais uma vez no último jogo voltou a fazer um jogo miserável. Reparem bem nos lances de perigo do Arsenal na primeira parte. Tal como o número 6 ou não está lá ou quando está parece um fantasma. Pelo menos este tem cada vez menos admiradores. Foram precisos é mais de quatro anos a titular para começarem a perceber o que temos ali. E curiosamente perceberam porque apareceu Weigl que meteu a nú todas as suas fragilidades. Enquanto teve Fejsa, Samaris, Gabriel ou Florentino a não deixarem as bolas lá chegar era o maior. O problema era nos jogos a doer onde fez uma assistência para a perda de um Penta, ou uma perda de bola para menos uma final da Taça. Entre muitas e muitas outras.

Só nesta época já temos os seguintes momentos. Segundo golo na Grécia, golo em Famalicão, no primeiro golo na Polonia (e logo a seguir foi quase o segundo), no terceiro golo do Rangers na Luz, no primeiro golo na Supertaça e agora em Moreira de Cónegos. Um autêntico filme de terror que dura há vários anos.

Agora somem tudo (entre Grimaldo e Weigl) e façam as contas à quantidade de golos onde estes meninos já estiveram envolvidos. Mas pelos vistos gostamos.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

O nosso 6 em mais um golo sofrido.

Vejam a jogada inteira do golo do Arsenal neste resumo do jogo. Reparem bem na velocidade do nosso 6 a recuar no terreno depois de uma bola longa nas costas da nossa defesa (fez o mesmo no golo sofrido no Dragão) e reparem na passividade dele antes de a bola ser colocada em Cédric. Que 6 no mundo deixa os adversários ter e trocar a bola à entrada da sua área sem sequer esticar um pé? Que outro 6 no mundo numa jogada de perigo destas faz apenas um papel de meco? Que outro jogador no mundo é que tem uma atitude competitiva tão deplorável em campo e mesmo assim tem os adeptos a enchê-lo de elogios?

E isto não é de ontem. Vão ver os golos sofridos contra o Paok, o segundo contra o Rangers em casa, o segundo golo na Bélgica, o golo sofrido contra o Guimarães na Taça da Liga, em casa contra o Portimonense, nos  Açores contra o Santa Clara, no Dragão, o primeiro com o Braga na Taça da Liga. o golo em Alvalade. E estas são só algumas das que entram. Nós basicamente andamos a jogar sem um 6. Ou não está lá, ou quando está parece um fantasma.

E depois como já mostrei no post anterior, ofensivamente é uma nulidade. Por muitas palavras pomposas e chavões que usem para dizerem que ele é o maior do mundo e arredores com a bola nos pés, a realidade é que ele é um médio que no espaço de um ano, em mais de 30 jogos (contra Tondelas, Portimonenses, Santa Claras e afins). fez apenas 3 passes para finalização. Ontem Taarabt, em 75 minutos contra o Arsenal, fez 4. Mais ridiculo que isto é impossível.

On repeat

Mais um jogo igual a todos os outros desta versão do Benfica. Trocas e trocas de bola intermináveis sem qualquer objetividade. Pizzi, Grimaldo e Weigl parecia que estavam num concurso a ver quem terminava com mais passes certos no jogo. Não dá nada à equipa mas pelos vistos isso não interessa... Neste Benfica o que interessa é chegar ao fim do jogo com os mais de 90% de passes certos. E foi mais um jogo sem qualquer oportunidade clara de golo e apenas com 2 remates perigosos de Rafa e Everton (ambos a passe de Taarabt).


Aqui fica uma imagem com o maior número de passes entre jogadores do Benfica. Basicamente é o Weigl a dizer para o Taarabt arriscar que ele tem uma uma percentagem de passe a manter. E assim dos 6 remates do Benfica no jogo, 4 foram a passe de Taarabt. Para terem uma noção do que é Weigl, Taarabt fez mais passes para finalização hoje contra o Arsenal do que Weigl fez num ano de Benfica (3 segundo este artigo a 6 de Janeiro com a comparação entre Weigl e Gabriel).

Defensivamente é impressionante a facilidade com que os adversários ultrapassam a nossa pressão. É impressionante a facilidade com que os jogadores aparecem com a bola controlada de frente para a defesa ou a facilidade com que coseguem colocar bolas nas costas da nossa defesa. Só um dos 5 jogadores do meio-campo e da frente é agressivo em termos defensivos. E é Taarabt. Todos os outros ficam a 2 metros dos adversários. Até já Darwin, que parece completamente rebentado em termos fisicos, o faz. E depois ainda temos um Grimaldo na defesa que fez mais um jogo miserável. E não faltou mais um golo ridiculo numa estupidez de Pizzi a aliviar contra Weigl. E mais uma vantagem desperdiçada.

Felizmente o centro da defesa tem estado impecável. Aí nota-se o trabalho de Jesus. E esta noite com a estreia de Lucas Verissimo. Primeiro jogo na Europa, logo contra o Arsenal, e um grande jogo. Fiquei com a sensação que pode ser um central para pegar de estaca e fazer 7/8 épocas de Benfica.  Isto se este novo Benfiquismo de Cascais o permitir porque o homem tem ar de ser demasiado agressivo para os padrões atuais.


quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Desastres Históricos: Weigl vs Rojas

Vou começar uma nova rubrica onde comparo o rendimento do Benfica com jogadores icónicos (não pelos melhores motivos) e Weigl. Nesta rúbrica estou a pensar colocar apenas jogadores que tenham feito um minimo de 20/25 jogos a titulares pelo Benfica.

Faço isto porque há muito tempo que tenho a sensação que Weigl pode bem ser o jogador com pior percentagem de vitórias ao serviço do Benfica. Assim vou tentando encontrar esse jogador mitico que o possa destronar. Quem quiser pode deixar sugestões nos comentários para eu ir verificar.

O primeiro icone é Ricardo Rojas. Um lateral que passou pelo Benfica nas épocas de 99/00 e 00/01. Ou seja, nos piores anos de vida do clube.

Para já comecemos pelos números do Benfica com Weigl a titular.


E agora os de Rojas.


Os dados foram retirados do zerozero. Curiosamente têm ambos o mesmos número de jogos e achei genuinamente que podia ser este o jogador que destronaria Weigl. Mas não. Vamos ver nos próximos capitulos se aparece o tal.


terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Muito para além dos penalties

Começa a roçar o ridiculo o Benfica ainda não ter usufruido de qualquer penalti nesta Liga. Isto por si só já influência e de que maneira a classificação do campeonato. No Influência Arbitral está lá este post que explica muito bem como o campeonato poderia ser diferente nesta altura.

Mas se os penalties têm uma grande influência na classificação, a forma como os árbitros conduzem as partidas por vezes ainda é pior. Já há muito tempo que falo aqui da cartilha arbitral. Um padrão que ocorre na esmagadora maioria dos jogos do Benfica e que consiste em retardar ao máximo os amarelos aos nossos adversários. E mesmo nas raras ocasiões em que os cartões saem cedo, na sua maioria são para jogadores ofensivos do adversário. Quase nunca em médios centros ou na defesa (especialmente laterais).

É por isso que decidi verificar o número de amarelos desta época.


Tal como nos penalties é ridiculo como uma equipa como o Benfica recebe mais cartões amarelos do que os adversários ao fim de 19 jornadas. Em 4 jogos não houve qualquer amarelo a adversários (Porto teve um jogo e o Sporting nenhum). Em 8 jogos levou mais amarelos que os adversários, em 4 teve o mesmo número e apenas em 7 o adversário recebeu mais amarelos. Os adversários do Porto levaram mais 14 amarelos em relação aos adversários do Benfica e os do Sporting mais 26!! O Sporting até pode argumentar que é a equipa que mais amarelos recebe mas é curioso que 21 dos 53 amarelos que recebeu (40%) foram nos últimos 15 minutos de jogo.

E pegando nesse detalhe do tempo de jogo a que os amarelos são mostrados.


Os números demonstram o que eu tenho falado sobre a cartilha arbitral. Retardar ao máximo os amarelos aos adversários do Benfica. Apenas 13 mostrados na primeira parte contra os 20 e os 30 de Porto e Sporting respectivamente. Nos primeiros 30 minutos ainda é mais evidente. 6 contra 11 do Porto (dobro) e 18 do Sporting (triplo).

Esta é uma das razões para o Benfica ter dificuldades em criar oportunidades de golo com equipas fechadas. Sempre que o Benfica entra com a bola numa zona de perigo é travado em falta (muitas vezes nem são marcadas) e sem cartões. Nem mesmo com a repetição de faltas os amarelos saem. Os adversários do Benfica conseguem passar o jogo inteiro a usar esta estratégia pois não têm jogadores condicionados com amarelos. Agora comparem com as situações de Porto e Sporting que têm respectivamente o dobro e o triplo dos jogadores adversários condicionados a partir da meia hora de jogo. Um caso gritante desta dualidade de critérios até falei num post (Hugo Miguel no Boavista vs Benfica e 5 dias depois no Guimarães vs Sporting).

O Benfica tem de começar a falar disto. A mostrar estes dados. Já chega desta merda. Até para defesa dos jogadores que são quem passa 90 minutos a apanhar pancada.