quinta-feira, 3 de março de 2016

Benfica. Não caias outra vez na armadilha.

No primeiro dia de espera até ao derby, Bruno de Carvalho e Octávio Machado botaram faladura e como era de esperar saiu a porcaria do costume. Esta foi já uma tática usada no jogo da primeira volta. A ideia é simples. Denegrir a imagem do Benfica, enxovalhar e mentir. Em suma meter nojo, ultrapassando todos os limites da decência. Querem unica e exclusivamente, que através de todo este espetáculo degradante, o treinador e os jogadores do Benfica entrem Sábado em campo a jogar muito com o coração e pouco com a cabeça.

O Sporting sabe que em condições normais o Benfica é mais forte. Têm tido dificuldades em quase todos os jogos do campeonato. Mesmo contra equipas a lutar para não descerem de divisão. Aliás, principalmente estas. Isto acontece porque o Sporting tem muitas dificuldades em criar situações de golo contra equipas compactas atrás. Contra equipas que não se desposicionam.

Na primeira volta o Benfica arriscou nas saídas para o ataque e através do seu ponto mais forte que é o meio-campo, o Sporting recuperou bolas e através de 3 contra-ataques fez 3 golos. No jogo da Taça com o Benfica jogando compacto tudo foi diferente. Nessa altura, mesmo com quase toda a equipa longe da forma que apresenta neste momento, ainda sem Renato Sanches e com uma arbitragem nojenta de Jorge Sousa o Benfica esteve proximo de vencer aquela partida.

Ao Benfica basta jogar como o fez nesse jogo, em Braga ou mesmo em casa contra o Zenit. Apesar de estar em 2º lugar, para mim quem precisa mais de vencer é o Sporting. O Benfica tem demonstrado que contra equipas mais pequenas não vacila, enquanto que o Sporting tem perdido pontos de 3 em 3 jogos e vai ter de defrontar no final as duas bestas negras de Jorge Jesus. Em 6 anos de Benfica, Jorge Jesus em 12 jogos no Dragão e na Pedreira para o campeonato venceu 3 (1 no Dragão e 2 na Pedreira, sendo que estes jogos foram contra os 2 Bragas mais fracos desses anos).

Independentemente do 11 inicial, se a equipa tiver concentração máxima e entrega total durante os 90 minutos (sem pensar no jogo da Champions a seguir) dificilmente perde o jogo de Sábado e tem muitas hipoteses de o vencer. A palavra de ordem é CONCENTRAÇÃO. Estudar no resto da semana o que cada um vai ter de fazer dentro de campo. E no dia do jogo estarem focados e colocarem todo esse trabalho dentro de campo.

2 comentários:

  1. Como disse um dia Manuel Machado, um vintém é um vintém e um cretino será sempre um cretino.

    ResponderEliminar