sexta-feira, 5 de junho de 2020

Chega

A paixão pelo futebol em Portugal morreu e apenas ficou o ódio. Até voltar a sentir que o futebol português merece os adeptos que tem, vão ser 90 minutos por semana dedicados a isto e nem mais um segundo.

Farto desta merda.

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Haja alguém no mundo que nos recorde que não estamos malucos

Olhando para o que se passa nos campos por onde o Porto passa, e para o que se diz depois dos jogos, pensamos que estamos noutra realidade. Felizmente que aqui ao lado alguém nos sossega. Não estamos malucos. Apenas estamos num país onde a propaganda anti-Benfica tem dado frutos e o favorecimento do Porto é visto como uma obrigatoriedade.



É incrivel a força que eles têm na comunicação social. Mais um roubo descomunal foi transformado, nalguns casos, em prejuízo igual para as duas equipas e noutros até se considerou o Porto mais prejudicado.

Na versão da igualdade dos erros colocam os 2 lances de possível penalti no mesmo nível quando um se viu no campo e em todas as câmaras e o outro só se vê numa câmara e durante meia dúzia de frames. Ainda por cima no lance em que atribuem o penalti ao Porto a bola não chegou a mudar de trajectória. Mas é curioso que são tão minuciosos mas depois no golo do Porto não viram o braço de Corona a colocar-lhe a bola para a frente quando ela lhe ia a fugir para trás.



E ainda houve este lance, que se aceitando a decisão, me fez lembrar de outro muito menos duvidoso de Ruben Dias em Guimarães que deu para uma semana de falatório nas televisões nacionais.

Depois ainda existe a outra versão do Porto prejudicado onde tipos como Marco Ferreira conseguem dizer isto.

 
Tivemos sorte em Marco Ferreira ter passado pelo futebol português nos anos mais limpos das últimas 4 décadas. Tempos onde árbitros e clubes sabiam quais eram os critérios de atribuição das notas, em que os relatórios dos observadores eram públicos e as notas podiam ser contestadas com recurso a imagens.

A mesma sorte não tivemos com Luis Ferreira. Um dos árbitros mais asquerosos que passaram pelo futebol português e que se vai mantendo como VAR apesar de ano após ano colecionar alguns dos maiores escandalos que arbitragem portuguesa já conheceu.

Resta-nos ganhar já hoje e não perder esta oportunidade de sermos novamente campeões. O único caminho é continuar a asfixiá-los monetariamente porque os favores, mesmo que dos melhores amigos, pagam-se.

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Que nojo de clube








Desde o inicio da pandemia que já todos percebemos que o Porto não quer que o campeonato recomece. Sabem que nesse caso, com Proença e Sónia Carneiro na Liga e Fernando Gomes e Tiago Craveiro na FPF, o acesso directo a Liga dos Campeões está garantido.

Mas se o conseguirem com algo deste género o Benfica tem de avançar logo com o caso na UEFA. Por isso é importante que os adeptos do Benfica não façam o mesmo, embora não se admirem que os "adeptos" de um Portimonense desta vida o façam.

P.S. Como é que é possível uma Federação atravessar-se assim por um clube sabendo que estão intervencionados pela UEFA e em sério risco de ficar fora das competições europeias? Já não começa a ser altura de investigar esta gente?


terça-feira, 5 de maio de 2020

O futebol portoguês está mesmo de volta

Na sequência do meu último post sobre o Benfiquistão, aí está mais um exemplo do dominio do Benfica no futebol português.





Durante o jogo, Artur Soares Dias, que tem como sócia na sua pastelaria a filha de Reinaldo Teles, e Tiago Martins, que escreveu num relatório ter sofrido um hematoma após o arremesso de uma moeda de 5 cêntimos no estádio da Luz, transformaram um lance para vermelho a um jogador do Porto com o resultado em 1-1, num penalti contra o Benfica por uma mão na bola também precedida de uma falta sobre um jogador do Benfica.

De um 1-1 e 11 contra 10 o jogo passou a 2-1 e 11 contra 11 a meio da primeira parte. No mesmo lance foram cometidos 2 erros grosseiros a favorecer os do costume e um campeonato que podia ter ficado decidido naquele lance foi assim relançado.

Como se não bastasse a enésima demonstração no dominio da arbitragem (nomeação e desempenho de ambos) também ficou demonstrado pela enésima vez o dominio nos orgãos disciplinares. Não é de admirar por isso a celeuma que lhes está a causar a substituição de Meirim. Não é fácil substituir alguém assim. 


A pergunta que fica é quantos anos vamos ter de conviver com este novo apito dourado? O mesmo que o último, que começou nos anos 80 e só viu a luz do dia em 2005?

sábado, 2 de maio de 2020

Benfiquistão

São tempos dificeis para os amantes da fruta. Parece que Meirim, o homem que resolveu com multas (e irrisórias) casos como a agressão de um adepto do Porto a Pizzi num jogo no Dragão, o apertão de pescoço de Brahimi a um adversário (18€) ou a tarja gigante no Dragão onde até o Primeiro Ministro foi visado. O homem que varreu para debaixo do tapete todas as diabruras de Conceição (cuspidelas, agressão a um colega de profissão, insultos a árbitros, medalhas atiradas para adeptos adversários, etc). O homem que tentou fechar a Luz vezes sem conta. Parece que este homem será substituido.

E como não podia deixar de ser os soldadinhos já estão no terreno a tratar de colar a substituta de Meirim ao Benfica. E foi isto que a campanha dos emails veio trazer. Tudo o que não serve aos interesses da corrupção é ligado ao Benfica. Como resultado, ou saem de cena ou são condicionados. Sejam eles juízes (só para o caso de Rui Pinto já despacharam 2), árbitros (Jorge Ferreira, Bruno Paixão, João Capela ou Tiago Antunes já desapareceram do mapa) e até Ministros (Mário Centeno foi alvo de buscas por ter aceite convites para a tribuna da Luz).

E com isto o núcleo duro do futebol português nos dias de hoje é o seguinte:

Presidente da FPF - Fernando Gomes

Ex Vice-Presidente do FC Porto no tempo do Apito Dourado e apanhado em escutas comprometedoras nesse mesmo processo.



Presidente LPFP - Pedro Proença

Ex Atleta do Sporting e bastante falado nas escutas do Apito Dourado. Foi inclusivamente escolhido por Pinto da Costa para apitar uma Supertaça entre FC Porto e União de Leiria num jogo que o Porto acabou por vencer com um golo irregular. Basta comprovar nos 2 primeiros videos. Como árbitro apareceu constantemente nos momentos chave a roubar campeonatos ao Benfica.




 

Lance pouco falado por não ter dado golo, mas podia ter decidido aqui o campeonato em vez do golo do Kelvin. Um ano depois do que tinha acontecido na Luz com Maicon.


 

Presidente CA - Fontelas Gomes


Filho foi contratado pelo Sporting na altura em que chegou a presidente do CA. Filho esse que "só pensa na Luz a arder".


Vice-Presidente CA - Paulo Costa

Intervem na classificação dos árbitros, dos quais um deles (Rui Costa), é seu irmão.

Presidente APAF - Luciano Gonçalves

Pelos vistos também ele com filhos a jogar no Sporting.

Árbitro Artur Soares Dias

Sócio de um familiar de um dirigente do Porto (mais concretamente a filha de Reinaldo Teles) numa pastelaria. Na inauguração da mesma não faltaram figuras ligadas ao Porto. O único árbitro que até hoje ofereceu uma camisola a um adepto (do Porto) num estádio (do Dragão). Que jogo após jogo, ininterruptamente, rouba o Benfica e beneficia o Porto, e que, como prémio é um dos 2 árbitros em atividade com mais clássicos realizados.


Árbitro Jorge Sousa

Ex elemento dos super dragões. Partilha com Soares Dias a quase exclusividade dos clássicos (11 dos últimos 14 realizados para o campeonato). A diferença de percentagem de vitórias entre Porto e Benfica nos jogos arbitrados por si é maior do que 20%. Tal como Proença era muito elogiado nas escutas do Apito Dourado onde numa delas foi apelidado por Pinto da Costa como "um bom árbitro". E aqui fica o exemplo de porque é "um bom árbitro" para Pinto da Costa.



Árbitro Manuel Oliveira

Na época de 2014/2015 estava na tribuna VIP do Dragão a ver um jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Em 2016/2017 já estava na primeira categoria a roubar 2 pontos ao Benfica num jogo em casa contra o Setúbal.

 

Árbitro Rui Oliveira

Árbitro promovido 2/3 anos depois de furar um boicote dos árbitros para ir apitar um jogo do Canelas. Para além disso parece que a sua ascensão na arbitragem não foi lá muito transparente.


E o que dizer deste momento delicioso onde em conjunto com Vasco Santos (VAR da partida) reverteram uma boa decisão do auxiliar?


 
Árbitro Luís Ferreira

Advogado de um dos árbitros no processo Apito Dourado. Em 2004/2005 assistiu ao Benfica 1-0 Sporting no Estádio da Luz ao pé das claques do Sporting onde fazia alegremente piretes aos adeptos do Benfica. Não é de admirar por isso o Benfica 3-3 Boavista onde validou 3 golos irregulares ao Boavista. Mas não só desse jogo reza a história como se pode ver mais a frente.

Ali está ele no canto direito
Árbitro Vasco Santos

Um árbitro que pegou no VAR e o colocou ao serviço do Porto. Para além daquela decisão onde juntamente com Rui Oliveira decidiu transformar um fora-de-jogo bem assinalado em golo para o Porto, já este ano conseguiu ver um penalti para o Porto em Portimão, numa bola que bateu no peito. Divirtam-se com as suas explicações para o erro nesse lance.

Árbitro Auxiliar Sérgio Jesus

Ficou conhecido por festejar um golo do Famalicão na meia-final da Taça de Portugal contra o Benfica.



 

Os mais puros dirão que fesejou ter acertado a sua decisão. mas quando as coisas se acumulam já fica mais dificil de acreditar. Por isso reparem bem neste combo do qual Sérgio Jesus faz parte.

Estoril vs Porto de 2017/2018. Um jogo que ao intervalo o Porto perdia por 1-0. Após uma invasão de campo dos Super Dragões que se viu posteriormente ser injustificada (LNEC não encontrou problemas no estádio) Proença facilitou o adiamento da segunda parte para depois do tempo permitido nos regulamentos. O Porto jogou a segunda parte com 8 jogadores diferentes e no golo do empate Sérgio Jesus não viu meia equipa do Porto em fora-de-jogo. Não só ele como também Luis Ferreira no VAR, num jogo apitado por Vasco Santos. Coincidências do car...


Árbitro Hugo Miguel

Representante da marca desportiva Macron, que também patrocina o Sporting. Parece que ninguém vê incompatibilidades nisto, ao ponto de ser um dos árbitros mais vezes nomeados para derbies entre Benfica e Sporting. Sempre com a clara tendência de roubar o Benfica.

Árbitro Carlos Xistra

O primeiro árbitro a ser convidado a fazer uma época extra, após ter atinjido o limite de idade. Isto depois, de juntamente com Fábio Verissimo, ter protagonizado um dos roubos do século no Porto vs Benfica da meia final da Taça da Liga?

Árbitro Fábio Verissimo

Com Xistra formou a dupla do maior roubo da era VAR. Mas já leva um largo historial de roubos ao Benfica onde destaco o Maritimo vs Benfica em que expulsou Renato Sanches aos 36 minutos por uma falta junto a linha lateral, sendo o primeiro amarelo um penalti transformado em simulação.

Árbitro Tiago Martins

Também já com um historial de fazer corar de vergonha árbitros como Calheiros, Donato Ramos ou José Pratas. Mas o seu momento de maior anti-Benfiquismo foi obtido já esta época. Num jogo onde em 10 minutos em 2 lances iguais expulsou Taarabt e deixou um jogador do Setúbal em campo e onde se descontrolou completamente (chegou a indicar mais 2 minutos de compensação sobre a compensação por um apanha bolas demorar 5 segundos a entregar uma bola). No final decidiu escrever no relatório que tinha sido atinjido por uma moeda de 5 cêntimos que lhe tinha provocado um hematoma no peito. Incrivelmente já apitou jogos do Benfica depois disto.

Conclusão

Haviam mais elementos para colocar aqui como outros árbitros, ex-árbitros que comentam a arbitragem, etc. É isto que eles chamam de Benfiquistão ou estado lampianico.

Eu concordava com eles se o presidente da FPF fosse um ex vice presidente do Benfica e tivesse aparecido em escutas num processo de corrupção do Benfica. Se o presidente da LPFP em tempos tivesse sido escolhido por Vieira para apitar uma Supertaça e o Benfica vencesse com um golo irregular e se durante a carreira ele tivesse roubado campeonatos ao Porto para os dar ao Benfica. Se os presidentes do CA e da APAF tivessem os filhos a jogar no Benfica. Se um árbitro tivesse uma pastelaria em Lisboa e fosse sócio da filha de um vice presidente do Benfica e na inauguração lá estivesse em amena cavaqueira com Pedro Guerra. Se outro árbitro tivesse feito parte dos No Name. Se os 2 anteriores tivessem arbitrado 11 dos últimos 14 clássicos. Se um terceiro tivesse assistido a jogos na tribuna VIP do estádio da Luz um ano antes de ser promovido. Se um quarto tivesse em tempos furado um boicote de todos os árbitros a uma equipa dos No Name e hoje estivesse a beneficiar o Benfica. Se um quinto aparecesse em videos no estádio do Dragão no meio dos No Name e hoje estivesse na primeira categoria. Se um sexto festejasse golos sofridos pelo Porto depois de já ter validado golos do Benfica em fora-de-jogo. Se um sétimo continuasse na arbitragem após o limite de idade depois de te beneficiado escandalosamente o Benfica num clássico da época anterior. Se um oitavo fosse representante da Adidas em Portugal.

Se tudo isto fosse verdade então estavamos na presença do tal Benfiquistão. Mas a realidade é que não é o Benfica que tem um conjunto de ligações duvidosas com os presidentes dos diferentes orgãos do futebol em Portugal e com grande parte dos árbitros. A realidade é que se contam pelos dedos de uma mão os clássico ou derbies na última década apitados por árbitros conotados com o Benfica. A realidade é que é uma aliança podre entre 2 clubes que tem todas estas ligações apresentadas neste post.

A realidade é que estamos na presença de um novo Apito Dourado a espera de se ser investigado e tornado público.

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Propaganda

Nos últimos dias tivemos mais uns exemplos do que é a propaganda e como esta funciona.

Começou com Ana Gomes a dar a noticia em primeira mão que UM DOS juizes nomeados para o julgamento de Rui Pinto era adepto do Benfica. A partir daí foi um dominó infindável de todos os soldadinhos da máquina de propaganda.

Mas como se adivinham tempos dificeis e só isso não é suficiente, eis que mais uma vez aparece um artigo no NYT e novamente escrito pelo jornalista que já tinha escrito outros sobre o Benfica.

Parece que ninguém acha estranho que um jornal como o NYT, de um país onde o futebol está no fundo da cadeia alimentar desportiva, faça uma noticia, porque um juiz adepto de um clube português foi UM DOS juizes nomeados para um julgamento onde esse clube nem sequer está envolvido. Depois pegar nessa premissa e dizer que esse clube manda na justiça do país porque alguns dos elementos do Governo e Justiça são adeptos desse clube. Confuso??? Pois. Agora metam-se no lugar de um Norte Americano a ler aquele artigo em tempos de Covid-19.

Mas se alguém tenta descredibilizar o artigo leva logo com o grande argumento do "sem noção" porque se é do NYT é porque é credível. Então vamos lá ver quem são os seguidores de Tariq Panja no Twitter.

É preciso dizer alguma coisa? Só nesta imagem está o ladrão de emails (Rui Pinto), quem os divulgou no Porto Canal (Chico Marques e Balu Gordo), o companheiro de aliança Porto/Sporting (Bruno Carvalho), alguns dos jornalistas mais activos na divulgação dos emails (Carlos Rodrigues Lima e Sergio Pereira) e os soldadinhos da propaganda (pessoas como Ana Gomes, Miguel Guedes ou Tiago Silva e paginas anonimas rascas demais para algum jornalista seguir). Como extra até o Portimonense lá aparece. Existem coisas mesmo curiosas.

Mas sendo Tariq um tipo tão atento ao fenómeno da Justiça Portuguesa ficam aqui alguns tópicos para ele falar
Acho que o Tariq tem aqui muita matéria para falar realmente sobre a promiscuidade entre Justiça e Futebol em Portugal. Acho um bocado mediocre falar do controlo da justiça por parte de um clube porque algumas pessoas o dizem ou porque alguns dos elementos da Justiça ou do Governo são adeptos desse clube (como se não existissem de outros clubes). Se calhar uma coisa com mais fatos tinha mais credibilidade.

Agora falta perceber qual o objectivo deste esforço conjunto da rede de comunicação bem representada nos seguidores do Tariq. O primeiro é continuar a afectar a marca Benfica. O segundo é o de condicionar a justiça (já conseguido com o pedido de escusa do juiz do caso de Rui Pinto).

Mas o mais importante é desviar atenções do que vem aí nos próximos tempos para o Porto. Daqui a pouco tempo vão ter de fazer um pedido para adiar o reembolso de um empréstimo obrigacionista. E a precisarem de mais de 100 milhões em mais valias na venda de jogadores vão ter um mercado com os valores mais em baixa dos últimos largos anos para o conseguir. Com o estado das coisas no mundo dificilmente vão conseguir novos empréstimos ou adiantamento de receitas e daqui a não haver diheiro para salários vai um passo muito pequeno.

UPDATE:

Ao que parece Tariq Panja anda a tentar disfarçar seguindo contas ligadas ao Benfica. Fds. Que boneco.

quarta-feira, 11 de março de 2020

Como se queimam treinadores e se promovem outros

No final dos jogos de Sábado quando se falava do empate do Benfica em Setúbal falava-se de Bruno Lage. Quando se falava do empate do Porto em casa com o Rio Ave falava-se da arbitragem. Não podia existir exemplo mais perfeito do que é a comunicação social portuguesa.

É isto que os Benfiquistas não percebem. Todos os treinadores do Benfica são atacados pela comunicação social. Desde o dia 1 começam a ser queimados lentamente. Já os dos adversários só têm méritos. Quando o Benfica liderava com 7 pontos de avanço não era pelo trabalho de Bruno Lage ou pela incompetência de Sérgio Conceição. Diziam que era a falta de competitividade da Liga.

O que fazem hoje a Lage não é fruto deste último mês. Já vem desde a época passada, após as eliminações da Taça e Liga Europa, onde começaram logo a desgastar a sua imagem. Alguém falou do fora-de-jogo em Frankfurt que nos retirou mais uma meia-final europeia? Não. A culpa foi do Lage. Alguém falou do livre inventado por Luis Godinho na meia-final da Taça de Portugal que deu o golo ao Sporting na Luz ou nos cartões que Hugo Miguel não mostrou em Alvalade? Não. A culpa foi do Lage. Continuou já esta época com a Liga dos Campeões. Alguém valorizou os adversários que passaram e que estão ambos em vantagem nos oitavos de final? Não. A culpa foi do Lage.

É por isso que hoje, após o primeiro momento dificil como treinador do Benfica, já se pede a sua demissão. Porque Bruno Lage nunca foi valorizado na comunicação social. Pouco ou nada se valorizou a segunda volta da época passada e os 103 golos. Depois das 16 vitórias na primeira volta desta época só se falou do periodo com más exibições e da falta de competitividade da Liga. Ninguém se lembra do que fez nos meses anteriores nem ninguém tenta explicar as razões desta quebra.

Já Conceição com 7 pontos de avanço na época passada perdeu o campeonato para Bruno Lage e com isso o acesso directo a Liga dos Campeões. Perdeu as Taças para o pior Sporting dos últimos anos e foi goleado pelo segundo ano consecutivo no Dragão contra o Liverpool.

Viu a sua equipa reforçada para esta época em mais de 60 milhões. Tudo jogadores feitos e muitos deles já sem qualquer retorno financeiro em vista (Marquesin, Uribe, Marcano ou Zé Luis). Foi eliminado em casa pelo Krasnodar (esteve mesmo a um pequeno passo de ser goleado) obrigando a mais um adiantamento de 100 milhões de um contrato para poder manter os jogadores até ao final da época. Perdeu novamente na Taça da Liga contra o Braga e na Liga Europa foi borda fora sem sequer dar luta.

No campeonato está onde está porque nos jogos contra Guimarães, Portimonense, Maritimo, Moreirense ou Benfica foram escandalosamente beneficiados  (e outros houveram menos evidentes). O futebol da sua equipa é deprimente. No Sábado a poder acabar com o campeonato, com o adversário desfalcado na semana anterior por Jorge Sousa, mais uma vez não aguentou a pressão e perdeu pontos. Durante o jogo tiveram apenas 1 grande oportunidade para além do golo enquanto o Rio Ave podia ter vencido o jogo na parte final. Fizeram apenas 7 remates em 100 minutos.


Mas ninguém fala de Sérgio Conceição. Vão chegar ao final da época a ter de fazer 100 milhões de euros em mais valias devido a sua incompetência. Não têm ninguém para vender por um valor substancial porque a equipa está envelhecida. Praticamente não deu minutos a nenhum miudo que venceu a Youth League no ano anterior e aquele futebol de anos 90 não deixa ninguém se mostrar. O melhor marcador no campeonato é o defesa-esquerdo com 8 golos (marca os penalties) e isso diz muito do futebol desta equipa.

Para além disso agride e cospe em treinadores adversários, não cumprimenta ninguém nas derrotas, manda medalhas para a bancada e insulta árbitros e fiscais obrigando a toda a máquina de limpeza montada pelo Porto a horas extras para limpar toda a porcaria que também faz fora de campo.

Isto é só para demonstrar a diferença de tratamento da comunicação social em relação ao Benfica e como eles promovem as divisões entre nós. Deixem Bruno Lage em paz. Já nos deu muito. Não é a pedir agora a sua demissão que vamos ganhar alguma coisa com isso. Vamos focar-nos TODOS em tentar vencer este campeonato e a Taça. Ainda é possível chegar a Maio a festejar a dobradinha.