terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Há 2 anos, após esta mesma jornada...


O Benfica tinha visto 8 adversários serem expulsos à 22ª Jornada. Dessas 8 expulsões resultaram 114 minutos a jogar em superioridade numérica e segundo o insuspeito rascord todas foram merecidas. O que se ouvia então na imprensa era isto.



Este ano...









São também 8 expulsões e 242 minutos em superioridade numérica para o Porto. Mais do dobro do que o Benfica nessa temporada.

E o que vai dizer Rui Santos hoje? Com o Benfica sem 1 único minuto em superioridade numérica esta época, com 5 golos sofridos mal validados (todos com o jogo empatado ou com o Benfica já em desvantagem), com 2 golos marcados mal invalidados (ambos em deslocações difíceis e com os jogos ainda empatados) e um sem número de penalties claros por assinalar a nosso favor? Vai dizer que temos pontos a mais do que devíamos. Vai atacar Rui Vitória pela conferência de imprensa antes do jogo em Braga e ainda vai ter o descaramento de dizer que o Benfica está a pressionar a arbitragem.

P.S. Faltam apenas 3 jogos para o Benfica ficar 2 épocas completas sem jogar um único minuto em superioridade numérica. Enquanto isso, no mesmo período, já vai em 100 minutos em inferioridade numérica. É por isto que eu o denuncio. Porque ele conseguiu o que queria. Para se expulsar um adversário do Benfica hoje nem mesmo partindo uma perna a um jogador nosso. E já faltou pouco para isso acontecer.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Comunicação social para cegos?


Digam que era um lance de difícil análise, que foi muito rápido, que nós temos repetições e os fiscais de linha não, ou façam mesmo de conta que o lance nem existiu. Mas não me tratem como se fosse um ceguinho ou um tolinho que não consegue olhar para uma imagem e ver nitidamente que todo o corpo de Mitroglou está em linha com o pé do defesa do Braga.

Que belos enfeites


Estão um bocado maiores que isto em rádios, televisões, redes sociais e no Proença (quando o focaram a seguir ao golo ele nem cabia na camera). Pensam eles em como é que é possível numa jornada tão bem preparada o Benfica não sair do primeiro lugar. Como é que é possível tanto descaramento numa só semana e nem assim funcionar?  Como é que é possível depois de um jogo de Liga dos Campeões o Benfica ir a Braga, roubarem-lhe 2 golos, e mesmo assim ganhar. E lá vão ter eles mais uns dias intensos a limpar a trampa para debaixo do tapete.

Vamos ver quais serão os temas até sexta-feira. Podem ter a certeza de uma coisa. Do penalti por marcar e do golo mal invalidado ao Benfica não se vai ler uma linha. Em último recurso fala-se dos vouchers. O que é preciso mesmo é manter esta tendência da arbitragem. A começar precisamente na sexta-feira no Benfica vs Chaves.

Quanto ao campeonato continuo a achar que vai ser muito dificil de ganhar. E digo-o com a convicção de que este Porto em futebol jogado é dos piores que alguma vez vi jogar. Já vi muita coisa no futebol português. Mas nunca vi algo tão escandaloso e descarado como têm sido os últimos 2 meses. Vi muito ataques da arbitragem em alturas cirúrgicas. Mas algo tão constante como agora nunca vi. Quando começavam a dar demasiado nas vistas descansavam umas jornadas e depois voltavam à carga. Agora não. Parece que o que querem é mesmo mostrar que roubam e vão continuar a roubar aconteça o que acontecer.

Falta pouco para as eleições do Sporting e hoje deram o último passo para voltar ao lugar onde estavam à 4 anos atrás. As dívidas estão lá (apenas maquilhadas), os resultados desportivos são pouco melhores e pelos vistos voltaram novamente a ser um clube satelite do Porto.

P.S. Idris foi espulso esta semana aos 90+1' e não joga com o Porto. A culpa é do Benfica.

P.S.2. No Sábado em Alvalade também esteve um Dortmund. O problema é que o nome desse Dortmund era o Rio Ave.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Para além do resultado o que temos de aproveitar é a lição.

Este Dortmund mostrou ser uma grande equipa. Nestes 2 anos de Rui Vitória foi a que melhor vi jogar contra nós e a que nos criou mais problemas. Notou-se claramente que eles prepararam muito bem este jogo. Notou-se que estavam bem mais frescos que nós. Pelo que percebi pouparam-se no fim de semana, e com o Arouca os 50 minutos a jogar com um jogador a menos notaram-se na nossa equipa.

Mas para além dos méritos do Dortmund também é preciso dizer que o Benfica "ajudou" e de que maneira na primeira parte. Eu continuo incrédulo com este tipo de apostas de Rui Vitória para estes jogos. Pizzi, Carrillo, Salvio, Rafa e Mitroglou contra o Dortmund? O que é que nos vale ter tanto arsenal ofensivo se nunca vamos ter a bola com estes jogadores juntos em campo? Do que é que vale que eles possam estar bem posicionados se não têm agressividade e/ou físico para ganhar bolas?

Felizmente ao intervalo Rui Vitória emendou a equipa e com as restantes substituições acabámos bem melhor do que começámos. Mas fica a lição (espero eu) para jogos futuros. Vamos a Dortmund com uma boa vantagem, mas sinceramente se não melhorarmos bastante no jogo da segunda mão, não será suficiente.

Para terminar cada vez fico mais perplexo com a comunicação social portuguesa. Hoje percebeu-se durante e após o jogo uma vontade incontrolável da maior parte dos comentadores em torcer pelo Dortmund. É triste perceber que num jogo internacional a equipa estrangeira é tratada como se fosse a equipa portuguesa. A forma como o Benfica é tratado hoje em dia é deplorável. Quem os viu nas últimas 5 ocasiões onde o Dortmund defrontou equipas portuguesas ficou com a sensação que hoje tiveram a primeira vitória depois de 4 derrotas contra Porto e Sporting.

P.S. - Impagável a azia de Rui Santos no seu aldrabice extra. "saco de boxe", "milagre", "banho de bola", "golo num lance patético" e por aí fora. Estava devastado o anão. Mas mais uma vez voltou a preparar terreno para o Benfica ser roubado em Braga.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Marco Ferreira

O jogo com o Arouca em termos de decisões arbitrais parecia uma ratoeira para a imprensa e alguns seres nojentos que poluem o futebol português. Um desses seres, Marco Ferreira, demonstrou que não vale nada. Já não valia nada como árbitro e continua a mostrá-lo agora como comentador de arbitragem. Vamos ver a seriedade destra amostra de pessoa.


Não consegui encontrar as suas palavras exactas mas aqui considerou o lance legal.




É preciso ser muito desonesto para em lances iguais dizer exactamente o contrário. Mas não se fica por aqui. Também na análise de 2 lances de possíveis penalidades por mão na bola demonstrou que o seu critério varia. Vejam o que disse no lance de Nelson Semedo no dérbi da Luz, e os lances deste jogo.






Nada de novo. Por fim vamos ao que eu considero ser a sua caracteristica mais repugnante. Tudo o que meta em causa a integridade fisica de um jogador do Benfica é para Marco Ferreira uma banalidade.




Não coloca em perigo a integridade fisica?!?! Ficou apenas de fora no jogo seguinte...



Já enquanto árbitro se destacava nesta vertente.


Pitons na cara não dava para amarelo.


Pitons nas costas só deu direito a amarelo neste caso.


Pitons no tornozelo também só deu direito a amarelo aqui.


Pitons na tibia nem para marcar falta dava. Neste lance quase o Benfica sofreu um golo.

Em todos os lances anteriores vemos entradas de sola, maldosas e com a intenção pura e simples de magoar adversários. No jogo de ontem um corte de uma bola e posterior contacto com o adversário...


Eu aqui já nem vou falar sobre a dualidade de critério. O que eu pergunto é que tipo de ser humano permite entradas como as que vimos atrás enquanto arbitrava e branqueia agora como comentador? Que nojo de pessoa vê alguém ser magoado propositadamente e fecha os olhos a estas situações por ódio a um clube ou sabe-se lá por que outras razões?

Fará Marco Ferreira parte da Benfiquização do futebol português?

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Sabia que...

Em jogos do campeonato o Benfica já não tem um adversário expulso ainda na primeira parte desde o dia 26 de Agosto de 2012? Foi num V. Setúbal 0-5 Benfica da 2ª Jornada da época 2012/2013.

Desde esse dia realizaram-se já 147 jogos do Benfica para o campeonato e nenhum árbitro descortinou duas faltas para amarelo de um jogador, uma entrada violenta, uma agressão ou uma falta a travar um jogador isolado do Benfica nos primeiros 45 minutos dos jogos.

É assim tão improvável que isso aconteça?? Não me parece.

O Benfica nos últimos 23 jogos viu 2 jogadores seus serem expulsos nos primeiros 45 minutos de jogo (Renato Sanches na Madeira e ontem Ederson). O Porto nos últimos 9 jogos viu 3 adversários serem expulsos ainda na primeira parte (Braga, Feirense e Moreirense).

Fará isto parte da Benfiquização do futebol português?

E a vergonha continua...

Um grande jogo do Benfica hoje. Um jogo daqueles que deixaria qualquer adepto optimista na conquista do titulo. Mas novamente foi-nos relembrado que vai ser muito dificil isso acontecer. O que se passou no último mês e meio não tem palavras. É tão escandaloso que parece que apenas vai ter fim quando o Benfica estiver muito atrás do Porto. É tão grave o que está a acontecer que nem um jogo de descanso existe entre tantos roubos.

O Benfica está quase à dois anos sem jogar um minuto em superioridade numérica para o campeonato. Durante esse periodo já teve 2 expulsões ainda antes do intervalo. Nem mesmo no ano do Bi Campeonato, onde o colinho se baseava nas expulsões de adversários do Benfica, existiu uma expulsão antes do intervalo a favorecer o Benfica.

Novamente durante o jogo de hoje houve permissividade com as entradas de jogadores adversários. Zivkovic que o diga. Apenas um amarelo por faltas duras sobre jogadores do Benfica. E curiosamente numa jogada onde começou por ser dada lei da vantagem e quando um jogador do Benfica ficou em boa posição à entrada da área é que a falta foi marcada e o cartão teve de ser exibido.

Amanhã lá estará Xistra em Guimarães para qualquer eventualidade. Depois de Artur Soares Dias, Fábio Verissimo, Jorge Sousa, Manuel Oliveira e Hugo Miguel só mesmo Xistra para manter a bitola. Ainda fica a sobrar Vasco Santos e Luis Ferreira para completar uma série de nomeações à maneira. E depois destes nada melhor do que voltar tudo ao ínicio. Mas gerindo bem Jorge Sousa porque esse já o têm reservado para o clássico na Luz.

Como diz e muito bem Rui Gomes da Silva, finalmente temos o Porto a jogar à Porto.