domingo, 11 de fevereiro de 2018

Excelente jornada para o Benfica

Benfica em Portimão contra a equipa de Vitor Oliveira no melhor momento da época e com Carlos Xistra a apintar. Os de Portimão demonstraram que certos negócios também se pagam no campo e correram e bateram, com a complacência de Xistra, como se de uma final se tratasse.

No final do jogo e à falta de melhor, Vitor Oliveira queixou-se do video-árbitro porque, segundo ele, o lance de Rafa na área do Portimonense foi revisto e o outro na área do Benfica segundos antes não. Tendo em conta que o jogo só parou nesse lance de Rafa e só aí foram revistos os 2 lances o que se pergunta é: Vitor Oliveira é mesmo assim tão burro ou foi o dono que lhe mandou dizer aquilo?

Em Chaves, contra a equipa de Luis Castro, já se sabia que o Porto ia fazer um treino de descompressão antes da Liga dos Campeões. Artur Soares Dias foi a jogo e também disse presente. Sérgio Conceição até se deu ao luxo de poupar Ricardo e Brahimi (para além de Marcano, Danilo e Aboubacar) num campo onde já ninguém vencia desde Agosto.

Para se perceber a confiança do Porto nesta partida basta nos lembrarmos de como fugiram a sete pés da Amoreira, quando na altura o Estoril era o último classificado, para poder ter Brahimi disponível quando se disputar a segunda parte.

Depois de uma jornada destas digam lá se não é excelente mantermos a distância pontual.

PROCURA-SE: O Belenenses que defrontou o Benfica há quinze dias atrás desapareceu. Na altura estava de boa saúde. Corria e batia tal como os de Portimão. De multivitaminada passou agora a uma equipa sub nutrida. Para a próxima alguém que os avise dos efeitos secundários.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Ainda compram, clicam ou vêm esses merdas?

A perseguição que está a ser feita ao Benfica é de tal forma descarada que eu temo que qualquer dia me venham fazer buscas a casa por ser sócio. Existe um ódio instalado em Portugal contra o Benfica que qualquer dia nem posso sair de casa com uma camisola do Clube.

Hoje foi arquivado um processo que não se compreende sequer como foi aberto. Um ministro das finanças pede bilhetes para ir ver um jogo ao estádio da Luz e associam logo isso a corrupção por causa de uma isenção de IMI (responsabilidade das camaras municipais) ao filho do presidente do Benfica (a qual até tinha direito)?? Mas anda tudo doido?? Até já o presidente do Eurogrupo é usado para atacar o Benfica?? Agora o que os tolos em Alvalade e no Dragão dizem é dado como verdade absoluta?? Nenhum jornalista ou o MP vão ser responsabilizados pelos danos causados a imagem de todos os intervenientes??

Outra noticia fresca. Soubemos hoje que um jogador da equipa principal do Sporting ACUSOU DOPING em Abril do ano passado. Repito. EM ABRIL DO ANO PASSADO. E soubemos porque foi o próprio que o disse. Há menos de uma semana andavam na praça pública as fichas clinicas dos jogadores do Benfica e muitos jornalistas a fazerem passar a ideia de doping no Benfica. Isto porque em 3 anos apareceu um valor mais elevado a um jogador, mas dentro dos limites. Onde estiveram esses jornalistas nestes meses todos desde que Douglas acusou Doping??

Já passou mais de uma semana que Coentrão mandou um árbitro para o caralho, chamou preto do caralho a Marega e Marega lhe apertou o pescoço por esse insulto. Onde anda essa corja jornalística que perseguiu Eliseu e Samaris durante semanas até um ser castigado?? Onde andam os justiceiros do CD que só nesta época já castigaram Samaris com 7(!!!) jogos e permitem tudo a jogadores do Porto e Sporting?? Será que vai ser permitido que insultos racistas passem impunes quando em qualquer país europeu era suficiente para largos jogos de castigo??

E o que dizer do tratamento dado pela comunicação social à operação Lex?? Numa operação já com pessoas detidas e com suspeitas que envolvem valores de 80 milhões de euros (do maior accionista do Sporting), a comunicação social centrou tudo no presidente do Benfica que parece ser um acessório naquele emaranhado. E o que dizer dos orgãos de comunicação social que já estavam nos locais onde a PJ foi fazer buscas??

É por tudo isto e muito mais que eu pergunto. Será que ainda existem Benfiquistas que compram certos jornais e revistas, que clicam em certos sites e que ligam a televisão em certos canais? Façam um favor à sociedade e a vocês próprios e contribuam para o extinção dessa escumalha.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

O mais nojento campeonato da europa

No Sábado tivemos um dos melhores jogos de futebol do campeonato português. Já o era em teoria e confirmou-se depois no relvado. No final ambos os treinadores ainda deram um bónus ao permenorizarem táticamente o jogo de uma forma muito poucas vezes vista em Portugal. Mas tudo isso passou ao lado da comunicação social. Antes, durante e depois do jogo tudo serviu para afastar o Benfica da vitória e desvalorizá-la depois. Depois da rara qualidade do futebol apresentado isto foi o que ficou...


Em Alvalade mais do mesmo. Este Sporting anda taco a taco com o Sporting da época passada em termos de futebol. Mas em tudo o resto está bastante parecido com o Sporting de há dois anos atrás. Os roubos continuam a uma velocidade alucinante. O que hoje é, amanhã já não é. E tem sido assim desde a primeira jornada a favor do Sporting. Este é apenas o último exemplo.

Como se não bastasse ontem tivemos de assistir a mais um "daqueles momentos" do futebol português. Um Porto sem poder com uma gata pelo rabo (aquelas correrias da segunda parte contra o Guimarães parece que saíram caras), contra um Estoril que tinha apenas 6 jogadores no banco perdia ao intervalo. Foi então que adeptos do Porto detectaram problemas nas bancadas. Problemas esses que ninguém da Liga, da Policia ou mesmo esses adeptos conseguiram detetar antes do jogo. Coincidência certamente.

Sinceramente não quero acreditar que vão atribuir os 3 pontos ao Porto, mas já deu para perceber que o Porto não quer jogar agora esse jogo porque já o recusou fazer amanhã. Eu até percebia o argumento do próximo jogo se não faltassem apenas 45 minutos. Assim  é apenas mais uma estratégia para tentar recuperar a equipa e quem sabe poder ter outros jogadores para os restantes 45 minutos daqui por umas semanas.

Proença subitamente deve estar a lembrar-se do dia em que palmilhou o terreno do Vitória de Setúbal há procura de poças de água para deixar cair a bola e não realizar um jogo numa altura semelhante. O Porto cansado e a ter de jogar num terreno pesado conseguiu fazer o jogo mais tarde, já melhor fisicamente e com um relvado em condições, vencendo facilmente por 3-0.

Por falar em Vitória de Setúbal. A equipa treinada pelo ex-candidato a presidente do Sporting, nos lugares de descida e a precisar desesperadamente de pontos para sair da zona de despromoção, acedeu a atrasar o jogo com o Moreirense para ontem e a antecipar o jogo com o Sporting para sexta, ficando com 3 dias de descanso e uma viagem longa pelo meio. Será o Setúbal uma marioneta do Sporting?

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Os últimos 2 anos e meio de dérbis













Estes são descarados. Depois ainda existem outros em que até admito que existam outras interpretações, mas que se fossem a favor do Benfica...






É este o Benfica que manda no futebol português.

domingo, 10 de dezembro de 2017

Sem fio de jogo...



...o Benfica de Rui Vitória tem, à condição, o melhor ataque. E já foi assim nas 2 épocas anteriores.

Gostava que os especialistas da bola me explicassem como é que o Benfica sem processos e sem fio de jogo de Rui Vitória marca tantos golos como o demolidor Porto de Sérgio Conceição e o encantador Sporting do cérebro.

O que chateia esta malta é que nós, mesmo mudando o sistema de jogo já em competição, com alguns jogadores importantes em baixo de forma, a ter de lançar jovens e a refazer uma equipa no meio de um calendário complicado, estamos perto do primeiro lugar.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Impunidade

Mais um jogo de Jorge Sousa e mais do mesmo. É inacreditável a dualidade de critérios que ele apresenta em jogos do Benfica. E ainda é mais inacreditável como a comunicação social apaga o que se passou no clássico.

O que se passou no Dragão foi um autêntico hino à impunidade. Jorge Sousa permitiu tudo em 90 minutos aos jogadores do Porto e nada aos jogadores do Benfica.

Basta ver os amarelos mostrados a Zivkovic e comparar com tudo o resto que se passou em campo para perceber que poucas pessoas naquele estádio iam fazer melhor. A quantidade de amarelos e vermelhos que ficaram no bolso de Jorge Sousa foi impressionante. Aqui ficam as imagens que consegui compilar de vários blogues. Ainda faltam aqui muitos lances principalmente no inicio do jogo.










Pegando neste último lance do animal Filipe tenho estado a aguardar pelos histéricos pedidos de sumarissimos como a comunicação social fez com Eliseu. Depois de sexta-feira Filipe atingiu o nível de grandes nomes como Bruno Alves, Paulinho Santos ou Pepe. É semana após semana a agredir adversários impunemente. E pensar que Samaris, só nesta época, já cumpriu 7 jogos de castigo...

Em relação ao lance de Luisão em que a bola bate na coxa e parece ir ao braço, deixo aqui um lance do jogo do Benfica na Madeira que a comunicação social diz ter sido bem ajuizado.


O lance do fora-de-jogo foi um erro grave do auxiliar e não de Jorge Sousa. Provavelmente se não fosse o erro do auxiliar, Jorge Sousa ia cometer mais um neste jogo ao não marcar a falta sobre Grimaldo que foi ensanduichado nesse lance.

Para terminar algumas considerações.

Tal como disse após o Benfica vs Sporting da época passada eu até sou capaz de dizer que o Benfica foi escandalosamente beneficiado se me garantirem que Jorge Sousa não apita mais nenhum jogo do Benfica.

A exibição de Varela pareceu um castigo divino para os meninos que andaram a promover maliciosamente uma campanha a seu favor em detrimento de Svilar.

As reacções depois do jogo do Dragão dizem uma coisa. O Porto já percebeu que tem um plantel demasiado curto e que os 3 pontos de avanço podem não chegar. E começam a perceber que Rui Vitória está a construir uma nova equipa que ainda vai crescer muito.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Continuam a tentar ressuscitar o fantasma Jorge Jesus

"Rui Vitória só aproveitou o trabalho de Jorge Jesus". É esta uma das mensagens a passar pelos anónimos em blogues e por alguns jornalistas sempre que o Benfica perde um jogo. Aqueles que amiúde, fazem uns pequenos almoços com Bruno Carvalho, Saraiva e Jorge Jesus.

Faz sentido a estratégia. Afinal de contas a saída de Jesus foi o que mais abalou o Benfica nos últimos anos. Treinador num rival, desacreditar o novo e passar a imagem que o Benfica tinha sido fundado em 2009 graças ao senhor 8 milhões fez parte da estratégia há 2 anos atrás.

Mas e anos depois existe uma coisa que não podem nem conseguem apagar. A realidade.

E essa é que Rui Vitória tem o recorde de pontos de um campeão nacional (mesmo assim existe quem tenha coragem de afirmar que esse campeonato foi demérito de outros e não mérito dele). Nas últimas 2 épocas fez 170 em 204 pontos possíveis (83%). Antes do Benfica venceu uma Taça de Portugal... a Jorge Jesus, e com 1/3 de anos de carreira e apenas 2 anos num clube grande tem mais Taças de Portugal que ele. É o detentor do recorde de vitórias fora de casa no campeonato e teve o melhor ataque das últimas 2 épocas.

E pegando neste último ponto do que mais se ouve é: "O Benfica de Rui Vitória não joga nada". "Não tem ideia de jogo", etc. Para isso aqui fica o número de golos das últimas 2 épocas:

Benfica - 160 golos
Sporting - 147 golos
Porto - 138 golos

Em termos defensivos vou pegar numa que ouvi hoje: "Guardiola elogiou o Benfica como sendo a equipa que melhor defendia na Europa e isso era verdade quando tinha a equipa do outro [Jesus]". Os números mais uma vez demonstram o contrário:

Benfica 2015/2016 - 22 golos sofridos. Maior parte dos jogos com defesa da época anterior.
Benfica 2016/2017 - 18 golos sofridos. Apenas com Luisão do tempo de Jesus.

Hoje aproveitam-se da péssima campanha europeia desta época para o atacar. Eu sou novo mas já vejo futebol há alguns anos e nunca tinha visto o Benfica passar a fase de grupos da Liga dos Campeões em 2 épocas consecutivas. E em Portugal nos últimos anos talvez só Jesualdo Ferreira tenha feito o mesmo no Porto.

O Monaco de Leonardo Jardim, semi-finalista da época passada, vendeu meia equipa, mas contratou outros tantos por mais de 100 milhões. Mesmo assim fez 2 pontos. Por muito que alguns queiram não existem milagres.

Depois olhamos para o mestre da táctica e em 7 épocas (a terminar a 8ª) tem 1 passagem. Tem 15 vitórias em 47 jogos. Hapoel, Lyon, Otelul (2x), Basileia, Zenit, Spartak Moscovo, Celtic, Anderlecht (2x), PSG, Monaco, Legia e Olympiacos (2x). Ou seja, apenas uma vitória contra uma equipa da primeira linha europeia. O PSG já com o apuramento garantido numa última jornada. Rui Vitória já venceu o Atlético de Madrid e o Borussia Dortmund.

Outra preciosidade: "Rui Vitória também não valoriza jogadores e muitos até regridem". É preciso não terem vergonha nenhuma. Andam a chorar as saídas de jogadores de "nível mundial", que por acaso foram todos lançados por Rui Vitória, e têm a coragem de dizer isto logo a seguir??? Ederson, Nelson Semedo, Lindelof, Renato Sanches e Gonçalo Guedes para esta gente foi obra do acaso. Depois ainda temos a melhor época de Gaitan com Rui Vitória. As melhores épocas de Mitroglou na sua carreira com Rui Vitória. As melhores épocas de Pizzi com Rui Vitória, A melhor época de Jonas com Rui Vitória... Mas dizem que é tudo por acaso.

O que eu acho mais engraçado nesta teoria de o Benfica dos últimos 2 anos ser ainda de Jorge Jesus é que ela não aplica ao próprio. Chegou ao Sporting e com a base deixada por Jardim e melhorada por Marco Silva e fez um grande campeonato. Na época seguinte, com 30 milhões investidos, com o maior orçamento da história do Sporting e com a equipa há sua maneira, em Janeiro já estava fora de todas as competições. Esta época mais 30 milhões e já está a 4 pontos da liderança.

Por isso já chega desta conversa. Deixem Rui Vitória trabalhar em paz. E acima de tudo tenham RESPEITO pelo homem que já conquistou coisas que ninguém conquistou no Benfica. Construiu uma equipa em 2015/2016 e 2 anos e mais de 200 milhões depois está a formar outra. Infelizmente em futebol ninguém faz uma equipa de repente. Mas ele com o tempo vai fazê-la. E vai voltar a calar muita gente.